RedeGN - Câmara se une em repúdio à impunidade de crimes contra mulheres na região

Câmara se une em repúdio à impunidade de crimes contra mulheres na região

 

O assassinato de Rosilene Ramos Rios, 31 anos, ocorrido na região na última quinta-feira (30/05), motivou discursos em desagravo com o ato. A vereadora Poliane Amorim (PCdoB) enviou à Mesa Diretora uma Nota de Repúdio na qual declarava: “Qualquer ato de violência doméstica, sexista, moral, patrimonial e psicológica deve ser rigorosamente investigado e punido conforme a Lei nº 13.104/2015 que trata do feminicídio”.

Em consonância com essa Nota, a vereadora Valdeci Alves (PV) classificou o crime como bárbaro. “Mais um crime absurdo como esse acontece em plena luz do dia com uma mulher e acaba por destruir mais uma família. Isso só acontece por causa da impunidade existente, pois os assassinos não são punidos da maneira devida. São presos em um dia e soltos pouco tempo depois. Isso tem que acabar”.

Já o vereador José Carlos Medeiros (PV) solicitou que, ao final da sessão fosse realizado um minuto de silêncio.

Por Laiza Campos Ascom CMJ Fotos: Joselito Tavares