RedeGN - Presidente do TSE pede mais coerência em coligações

Presidente do TSE pede mais coerência em coligações

Em freio à “poligamia eleitoral”, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) restringiu a formação de alianças aleatórias nos Estados. O presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, afirmou que as coligações feitas na campanha deste ano terão de ser mais coerentes. Uma decisão unânime tomada na noite de ontem pelo TSE impede que vários partidos se coliguem para governador, mas fiquem separados na disputa pelo Senado.

Apesar de a decisão ter reduzido as possibilidades de coligação, Lewandowski considera que não houve um engessamento das alianças. “Eu não gostaria de usar a palavra engessado. Eu acho que deve haver mais uma coerência. As alianças devem guardar uma coerência maior. A decisão foi no sentido de que as alianças mantivessem uma certa coerência política e ideológica”, disse Lewandowski.

Política Livre Foto: Nelson Jr./ STF