RedeGN - Parada de advertência da Guarda Municipal gera impasse entre categoria e sindicatos de Juazeiro

Parada de advertência da Guarda Municipal gera impasse entre categoria e sindicatos de Juazeiro

A parada de advertência da Guarda Municipal na manhã desta quarta-feira (04) em Juazeiro gerou enorme impasse entre a categoria, Associação da Guarda Municipal e o representante do Sinserp (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais).

Os guardas municipais revoltados com o não atendimento de algumas reivindicações em recente encontro com o governo, inclusive, a falta de viatura para o serviço de patrulhamento, decidiram por uma paralisação de 24 horas e o fechamento do prédio sede da guarda.

Cícero José, do Sinserp, e Luís Alberto, da Associação da Guarda, justificaram que esta atitude poderia promover prejuízos na negociação que está sendo realizada da administração com todos os sindicatos, entre eles, a Associação da Guarda Municipal. “Esta atitude impensada, irresponsável pode prejudicar todo cronograma estabelecido para a campanha salarial de 2014”, justificou Cícero José.

Em seguida, a Secretária de Administração Municipal Maeve Melo, chegou à sede da Guarda Municipal onde se manifestou pela suspensão da paralisação tendo em vista a disposição da prefeitura de ouvir e atender as reivindicações da categoria. “Existem alguns pontos elencados no último encontro que já foram atendidos e outros estão bem encaminhados, razão que estranhamos esse manifesto. Quero acrescentar que dia 11, teremos uma nova reunião ocasião em que os demais itens serão avaliados, isto porque vários podem ser cumpridos pela própria CSTT, sem necessidade da intervenção da administração central”, explicou.