RedeGN - Fernando Bezerra Coelho anuncia construção de ferrovia em Pernambuco

Fernando Bezerra Coelho anuncia construção de ferrovia em Pernambuco

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, anunciou, ontem (25/03), em Serra Talhada, onde participou ao lado da presidenta Dilma Rousseff, da inauguração dos primeiros 118 km da Adutora do Pajeú, a construção de uma nova ferrovia que ligará Parnamirim (PE) até Salvador (BA). De acordo com Bezerra Coelho, além de lançar a concessão ferroviária do trecho Salvador-Recife, que vai se integrar à Ferrovia Transnordestina, a qual liga o sertão ao litoral, o governo vai construir uma ferrovia por dentro do estado de Pernambuco. “Nós vamos também ter a opção – que é um sonho antigo, sonho de mais de 60, 70 anos, que é pegar a linha em Parnamirim, a ferrovia desce para Petrolina, atravessa o São Francisco em Juazeiro e leva a ferrovia, que é a Centro Atlântica, de Juazeiro até sair em Salvador”. O ministro chamou a obra de Integração Ferroviária do Nordeste. 

A presidenta Dilma Rousseff destacou que a construção da ferrovia faz parte de uma decisão do Governo Federal de investir pesadamente em infraestrutura. “Nós mudamos completa e totalmente o que vinha acontecendo. Nós iremos mudar ainda mais. Iremos mudar a infraestrutura do país", disse. "Fizemos uma primeira parte de investimento em ferrovias em torno de 10 mil quilômetros, que o Governo Federal está licitando. Mas agora estamos entrando na segunda fase e nela está contemplada essa ferrovia da integração do interior do Pernambuco com o restante do Nordeste", acrescentou a presidenta.

Investimentos – Durante visita da presidenta Dilma Rousseff ao município de Serra Talhada (PE), nesta segunda-feira (25) para inaugurar trecho da Adutora do Pajeú, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, anunciou investimentos do Governo Federal em Pernambuco que somam R$ 3,1 bilhões.  Serão utilizados R$ 775 milhões na construção de adutoras e barragens e na próxima etapa da Adutora do Pajeú. O Ramal de Entremontes, em que as obras vão do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco até o açude Chapéu, também foi incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Entre os projetos apresentados pela ministra também estão a inclusão do Arco Metropolitano no Programa de Aceleração do Crescimento, com um investimento de R$ 1,2 bilhão. A obra viária tem 80 km de extensão, vai interligar os municípios da Região Metropolitana do Recife e melhorar o acesso à futura fábrica da Fiat e aos portos Norte e de Suape. Outra obra incluída no PAC é a duplicação da BR-423, que liga São Caetano a Garanhuns. Com 80,2 km de extensão, a via é rota de escoamento da produção avícola, leiteira e do Polo de Confecção do Agreste.

Núcleo de Comunicação do Ministério da Integração Nacional - Nordeste