RedeGN - Prefeita comemora anúncio da licitação para o sistema integrado de abastecimento de água de Campo Alegre de Lourdes

Prefeita comemora anúncio da licitação para o sistema integrado de abastecimento de água de Campo Alegre de Lourdes

Ex-prefeito Levi Rodrigues e a prefeita Delaneide Borges (Campo Alegre de Lourdes)

A prefeita de Campo Alegre de Lourdes, Delaneide Borges Dias e o ex-prefeito, Levi Rodrigues Dias, estavam radiantes durante a quarta reunião itinerante do Comitê Estadual para Ações de Convivência com a Seca, realizada em Juazeiro nesta quinta-feira (28) com a informação do Secretário da Casa Civil e coordenador do Comitê, Rui Costa, sobre a Adutora que finalmente vai levar água potável para a sede e zona rural do município.

Rui Costa informou que ano passado o governador Wagner conseguiu incluir a obra no PAC Semiárido que ia ser executada no mesmo molde da Adutora de Guanambi, através da CERB (Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia), mas o governo federal mudou a metodologia e passou os recursos em torno de R$ 68 milhões para a Caixa Econômica Federal. “Por entender que a Caixa já tem uma grande demanda o que poderia atrasar o projeto, o governo baiano reivindicou que o Ministério da Integração, por meio da Codevasf, executasse a obra. A licitação deve começar agora em março e num prazo de 60 ou 90 dias, com a conclusão da licitação teremos a assinatura da ordem de serviço e o início da obra tão esperada pela população de Campo Alegre de Lourdes”, adiantou Rui Costa.

Levi Rodrigues, que foi prefeito em três oportunidades, declarou que lutou incessantemente no seu governo para consolidar esse sonho do povo de Campo Alegre de Lourdes “mas eu to satisfeito é que saia o quanto antes esta obra tão almejada, e num governo que conta com o nosso apoio”.

O Superintendente Regional da Codevasf, Emanuel Lima, explicou que o valor do projeto deve sofrer alguma alterações porque quando da sua concepção há cinco anos, os valores eram outros. “Com os novos aditivos, a obra deve chegar a R$ 80 milhões, mas nada que impeça a celeridade da mesma já que os recursos estão assegurados no PAC Semiárido”.

Feliz com a notícia a prefeita Delaneide Borges declarou que enquanto a obra não é executada a população de Campo Alegre de Lourdes é abastecida por carros-pipa, programa executado pelo Exército Brasileiro e complementado com ações e recursos municipais.