RedeGN - Cultura e Turismo: investimentos nestas áreas crescem em Petrolina

Cultura e Turismo: investimentos nestas áreas crescem em Petrolina

O artesanato é uma arte produzida com tempo, dedicação e talento. Em Petrolina, muitas famílias vivem destas produções, valorizando a cultura local. A Secretaria de Cultura de Petrolina tem investido nestas produções, principalmente como fonte de renda de muitas pessoas. O próximo projeto já está em andamento: a Feira Mensal de Artesanato está prevista para ser iniciada no dia 10 de novembro.

Uma reunião realizada no último dia 23, com a atual secretária de Cultura e, na época, superintendente de Cultura, Esmelinda Amorim, e artesãos da cidade, idealizou o projeto de uma feira que ocorresse duas vezes por mês na cidade, para divulgar a qualidade do artesanato e promover um ambiente no qual a população e os turistas possam interagir com a cultura petrolinense. O local escolhido para a montagem de mais de 40 barracas é o bodódromo, localizado no bairro Areia Branca. Segundo informações da secretária, a feira acontecerá das 16h às 22h, sempre no terceiro e quarto sábado de cada mês.

Esta não é a primeira vez que Petrolina terá feira de artesanato. Em maio deste ano aconteceu a Feira Internacional de Artesanato e Decoração – Feincartes. O evento movimentou o Centro de Convenções Senador Nilo Coelho com a exposição e comercialização de peças étnicas, esculturas, pinturas e artigos de moda oriundos de 13 países, 10 estados brasileiros e da produção artesanal de Petrolina.

Também está andamento, está a criação de um Centro de Artesanato. Em junho, a gestão municipal reuniu-se em Brasília com o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Na audiência, foram solicitados investimentos para o fortalecimento do turismo no Vale do São Francisco, um dos mais importantes pontos turísticos do Nordeste e, de maneira especial, para Petrolina. O artesanato produzido na região já é conhecido em outras localidades. Na XIII Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) de Olinda, no Centro de Convenções de Pernambuco em julho deste ano, artesãos de Petrolina apresentaram seus trabalhos em quatro estandes, resultando mais de R$ 120.000,00 comercializados ao longo dos 10 dias de evento.

Foto: Ilustrativa Google