RedeGN - A Mulher que planta o Amor

A Mulher que planta o Amor

E Deus criou a mulher! Para perpetuar a espécie, para ocupar um lugar indisputável em nossos corações. Sim, a mulher é a mãe, que dá à luz, que dá vida e dá A vida. Por essas qualidades já temos de venerá-las. Mas algumas mulheres, ainda mais especiais, transcendem a esses papéis maravilhosos e conseguem ir além, muito além...são amigas, solidárias, espécie de mãe de todos.......verdadeiros espíritos de luz que estão aqui para plantar o amor.

Há pessoas que estão neste mundo com a missão de fazer o bem, de vivenciar a solidariedade. Esta é a verdadeira face do Amor verdadeiro... é aquele sentimento de doação, de entrega, de realização pessoal e de felicidade por trabalhar pela satisfação do outro, para fazer alguém feliz.

O Amor verdadeiro não espera recompensa, agradecimento, reconhecimento ou retorno. É sentimento de grandeza de alma, como ensinou o Mestre...prova de amor maior não há...que doar a vida pelo irmão.   

Às vezes nós convivemos com pessoas assim e nem percebemos o impacto, a força da ação que desenvolvem, sobretudo no amparo e no acolhimento aos que mais precisam.

Imagine uma mulher que passa vários dias mobilizando pessoas até conseguir comprar uma cadeira de rodas especial, e muito cara, para uma criança especial. Uma criança que ela nem conhecia.

Imagine uma mulher que sai arrecadando bonecas com defeitos, já não usadas pelas crianças, para recuperar essas bonecas. E ela recupera centenas de bonecas e vai às comunidades pobres, fazendo o natal feliz para crianças que estavam tristes. Este tipo de trabalho ela faz todo dia, todos os anos....E tudo feito com simplicidade, com dedicação, com pureza de alma.

Neste 8 de março, dia Internacional da Mulher, façamos uma justíssima homenagem a Margarida Benevides, a Mulher que Planta e Irriga o Amor neste fértil, ensolarado e mágico Vale do São Francisco.

Fernando Veloso, Jornalista.