RedeGN - COMISSÃO DE ESTRUTURAÇÂO PARA EMANCIPAÇÃO DO SALITRE APRESENTA PROPOSA PARA FORTALECER A ECONOMIA DO VALE

COMISSÃO DE ESTRUTURAÇÂO PARA EMANCIPAÇÃO DO SALITRE APRESENTA PROPOSA PARA FORTALECER A ECONOMIA DO VALE

A Comissão de Estruturação para Emancipação do Salitre composta do ex-vice-prefeito, Antonio Carlos Chaves (Relações Públicas); Geronilson Pereira da Silva (Presidente) e os membros Antonio Cursino, Maninho Costa, Wilson Costa e David Lima apresentou proposições para análise técnica dos órgãos que serão envolvidos na implementação de ações que possam fortalecer a economia do Vale melhorando a qualidade de vida dos salitreiros.

Confira as proposições:

I- Elaboração dos estudos do Plano Diretor do Novo Município que se chamará Salitre.
II- Estudos para implantação da terceira adutora que deverá lançar as águas na localidade de Curral Velho, Municipio de Campo Formoso, cujo compromisso já foi assumido pelo Ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho.
III- Redimensionamento das vazões das adutoras já existentes para atender a demanda da área irrigável no trecho perenizado.
IV- Intensificação da implantação do Aterro Sanitário do Município de Juazeiro com o fechamento do lixão e a consequente recuperação da área degradada.
V- Elaboração de estudos de viabilidade técnico-econômico-social para implantação do Projeto de Irrigação Serrote da Batateira com mais de 4mil hectares, cujas terras devem ser doadas aos salitreiros que por força de Lei não foram aquinhoados com lotes no Projeto Salitre e sem, contudo, marginalizar os nativos da área em apreço e dando a eles um Projeto de Caprinovinocultura na área adjacente pertecente aos familiares do Dr. Eutrópio Brandão.
VI- Intensificar a elaboração dos estudos de implantação dos cem quilômetros de asfalto já anunciados pelo CODEVASF.
VII- Dotar o vale de um sistema de telefonia moderno em substituição aos surrados orelhões.
VIII- Elaborar estudos para implantação da criação de peixes dentro do canal principal do Projeto Salitre e/ou ao longo dos 27 Km; elaboração de estudos para implantação de um mega projeto de caprinovinocultura nas áreas descartadas para fins de irrigação do Projeto Salitre.
IX- Aceleração da implantação do Programa Água para Todos no Vale do Salitre.
X- Elaboração de estudos dos sítios arqueológicos e ecológicos da Reserva da Serra do Mulato para fins de viabilidade de exploração turística.
XI- Estudos aprofundados para detectar o potencial melífero da Reserva Ecológica e Arqueológica da Serra do Mulato.
XII- Implantação do esgotamento sanitário dos povoados de Rodeador e Lagoa do Salitre.
XIII- Elaboração do projeto de uma área de lazer na Lagoa que fica localizada em frente ao Povoado de Lagoa do Salitre.
XIV- Liberação e/ou desapropriação de áreas nas adjacências ao Projeto Salitre para aumentar os perímetros urbanos dos povoados visando proporcionar um crescimento mais ordenado.
XV- Empenho junto a Presidência da Empresa em Brasília para consolidação do Convênio AGAMESF/CODEVASF denominado inclusão social, através do artesanato mineral que já foi solicitado ao Ministério da Integração Nacional pelo Deputado Federal Valmir Assunção.
XVI- Criação e estruturação de um Distrito de Irrigação com gestão profissionalizada para administrar o fornecimento de água aos Salitreiros através das adutoras já construídas.
XVII- Aceleração da distribuição dos Kits de irrigação com sistema pressurizado prometidos pela CODEVASF adotando critérios rígidos para seleção dos beneficiados de modo que se promova justiça social.
XVIII- Elaboração de estudos pedológicos nas adjacencias da área FAO para anexação de áreas irrigáveis cujo objetivo é substituir parte da área descartada de 11.180 hectares do Projeto Salitre.
XIX- Mover gestões para que se consolide a exploração do potencial mineralógico de ouro e sulfeto de ferro.
XX- Atrair empresas para exploração do potencial de energia eólica nas Serras do Mulato e Cruz.
XXI- Consolidar a implantação de aproximadamente 20 mil hectares irrigáveis.
XXII- Elaboração de estudos para consolidação e estruturação do Turismo nas Ilhas Rodeador, Amélia e dos Sítios Arqueológicos e Ecológicos da Reserva da Serra do Mulato.
XXIII- Elaboração dos projetos executivos das barragens da Volta da Dona e Cachoeira restabelecimento da mata ciliar.
XXIV- Substituição das casas de taipas por moradias decentes.
XXV- Solicitação ao Ministério Público Federal para disciplinamento do uso do solo nas ilhas Rodeador/Amélia.