RedeGN - Conferência discutiu avanços nas políticas públicas para a mulher em Juazeiro

Conferência discutiu avanços nas políticas públicas para a mulher em Juazeiro

A 3ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, realizada nesta quarta-feira (24), no prédio da 1ª Igreja Batista, reuniu cerca de 600 representantes de diversas instituições que compõem o movimento de defesa dos direitos da mulher. Antes da abertura oficial, a gestora de políticas para a mulher da Seiasc, Marli Carvalho, fez a leitura para discussão e aprovação do Regimento pela plenária, composta pelas delegadas, militantes e também por autoridades civis e militares. Em seguida aconteceu a solenidade de abertura com a composição da mesa e execução dos Hinos Nacional e do Município.

O secretário de Igualdade, Assistência Social e Cultura, Crisóstomo Lima (Zó), deu as boas vindas às participantes e falou do compromisso do Governo Isaac Carvalho com a causa e a luta da mulher, destacando o CIAM como um grande exemplo da atuação governamental no sentido de oferecer todo o apoio necessário ao resgate da autoestima e à ressocialização das mulheres vítimas de violência. “Além do atendimento psicossocial o CIAM oferece ainda cursos profissionalizantes que contribuem para capacitar a mulher a entrar no mercado de trabalho e adquirir a sua independência financeira, cortando assim o laço de total dependência do companheiro agressor”, ressaltou.

O grupo teatral “Asas de Águia”, da 1ª Igreja Batista, apresentou uma encenação cujo enredo chamava a atenção para a importância de as vítimas denunciarem os seus agressores. Para a Delegada Rosineide Mota Sampaio, Titular da Delegacia da Mulher da Polícia Civil de Juazeiro, a violência não é apenas um caso de polícia. “Antes de chegar ao âmbito policial, a violência contra a mulher precisa passar por um suporte que envolve também apoio psicossocial e jurídico. Por isso, acho muito importante esse processo de discussão da Conferência para que a partir das deliberações aqui encaminhadas possamos melhorar cada vez mais o trabalho em rede”. No período da tarde aconteceu a conferência dos grupos temáticos, os trabalhos de grupos e a eleição das delegadas que representarão o município na Conferência Territorial, que acontecerá em setembro.

Luiz Hélio/Ascom Seiasc