RedeGN - Vídeo Velho Samba da Ilha será lançado nesta segunda (27), no Sesc

Vídeo Velho Samba da Ilha será lançado nesta segunda (27), no Sesc

Depois de um lançamento bem sucedido em Recife, onde contou com uma cobertura completa da imprensa e a presença de um grande público e de pessoas de destaque na cultura pernambucana, o vídeo documentário Velho Samba da Ilha será lançado nesta segunda-feira (27), às 19h na Galeria de Artes Ana das Carrancas – Sesc Petrolina. O filme, um curta-metragem, conta a história de um grupo de sambistas - Samba de Véio da Ilha do Massangano, em Petrolina-PE, que mantém viva uma tradição secular a cada mês de janeiro: a Festa de Reis. O diretor do documentário, Chico Egídio mostra em 15 minutos de uma produção bem elaborada, um folguedo animado que, sai de casa em casa: muita música e dança em troca de bebida, o Reis é considerada uma das mais belas manifestações da cultura popular brasileira.

Chico Egídio, que também já realizou os curtas: “Eu tenho pra mim que tinha que ser assim”e “O nome das caras caretas”, diz que o feitio deste trabalho levou mais de cinco anos de andanças pela ilha. “Procuramos lançar um olhar mais atento para os detalhes da festa, como a própria expressão da alegria, a essência musical e coreográfica dos brincantes, além da perspectiva de continuidade pelos passos das crianças”, lembra o diretor.

Para o Coordenador do Festival Abril Pro Rock, Paulo André, o vídeo traduz também a ligação que existe entre os povos que fazem a cultura popular no país. “Agora eu percebi perfeitamente uma conexão que existe entre o Samba de Véio da Ilha do Massangano e o Samba Chulá do Recôncavo Baiano e acho que essa ligação é o Rio São Francisco.” Já  a pesquisadora e Membro da Comissão Pernambucana de Folclore Elisabeth Moreira afirmou que a obra expõe com criatividade os contrastes do samba. “O filme de Chico registra de uma forma muito criativa, muito artística o que é o samba, os seus contrastes, a sua origem, aquela pujança que é isso que faz a força do samba, por isso que ele não morre!”.

Durante o lançamento em Petrolina, a Associação Raízes, realizadora do evento, também vai exibir um “teaser” do novo trabalho de Chico Egídio intitulado Almas Alimentadas, curta que retrata o ritual religioso das Alimentadeiras de Almas, característico da Semana Santa às margens do rio São Francisco.O público presente tambémpoderá conferir a exposição fotográfica Ilha do Massangano – Retratos da Vida no Sertão do Velho Chico, com fotos de quartoze  fotógrafos, resultado do Projeto Jornadas Fotográficas do Vale do São Francisco, que acontece mensalmente em Petrolina. A festa de lançamento do curta em Petrolina ainda será coroada pela apresentação marcante do grupo Samba de Véio. Agora é só cair no samba!

Clas Comunicação