RedeGN - AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE BARRAGEM DE RIACHO SECO MOVIMENTA SANTA MARIA

AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE BARRAGEM DE RIACHO SECO MOVIMENTA SANTA MARIA

Sexta-feira (17), durante quase cinco horas, representantes da Chesf, Vereadores, Sindicatos, Movimentos Sociais, representantes do Governo do Estado, deputado Odacy Amorim e a população, discutiram a implantação da Barragem de Riacho Seco. Em clima de cobranças, vereadores se juntaram aos movimentos sociais e sindicatos, para lembrar a Chesf dos compromissos não cumpridos com a população reassentada no Projeto Fulgêncio, quando da construção da barragem de Itaparica.

De acordo com o presidente da Câmara de Santa Maria, Vereador Tatá Medrado, “a Chesf ainda não cumpriu muitos dos itens do acordo que firmou com o município quando implantou o projeto Fulgêncio, agora a barragem de Riacho Seco está sendo discutida. Mas nós vamos continuar provocando audiências públicas, convocando a Chesf, os movimentos sociais e a população, para cobrar o cumprimento das pendências e principalmente, a participação efetiva da população dos municípios atingidos pela barragem, em todo o processo de definições desse empreendimento”.

Representantes da FETAPE, sindicatos e do MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), se declararam contrários a construção da barragem e prometem causar muita discussão até a conclusão das negociações. O ex-prefeito de Santa Maria, presidente da Valexport e membro da Comissão dos trabalhos da Barragem Riacho Seco, José Gualberto, lembrou a importância da participação de todos nas discussões do projeto Riacho Seco. “Não podemos nos omitir nesse processo. A barragem é um assunto do Brasil, de Pernambuco, mas principalmente, é um assunto nosso, de todos que serão atingidos em seus negócios, suas moradias, suas raízes culturais, etc. Estamos buscando conversar com a Chesf, com o governo do Estado e vamos precisar da união dos municípios atingidos para lutarmos por um processo transparente, democrático e benéfico para a população”.

O governo federal aguarda liberação do IBAMA para poder realizar o leilão da construção da Barragem Riacho Seco. Com o empreendimento energético, serão atingidos os municípios de Juazeiro, Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria, Orocó e Curaçá. No entanto, Curaçá e Santa Maria serão os mais atingidos.

Sara Granja Ascom