RedeGN - Orla Nossa: AMMA realizará a primeira análise da água após o aumento da vazão do Rio São Francisco

Orla Nossa: AMMA realizará a primeira análise da água após o aumento da vazão do Rio São Francisco

Quando o assunto é meio ambiente, a população de Petrolina tem muito que comemorar. Há cinco anos o Rio São Francisco recebe os cuidados da gestão municipal com o programa Orla Nossa.

A prefeitura vem conseguindo melhorar a qualidade da água e possibilitando um habitat propício ao desenvolvimento da fauna e da flora do Velho Chico.

Agora, após o aumento da vazão do Rio, a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) realizará a primeira análise da água com o objetivo de monitorar a área que faz parte Programa de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD). O trecho em que a água será coletada compreende toda região da Orla II, que vai desde o Círculo Militar até o último restaurante da via.

Segundo o diretor de projetos da AMMA, Victor Flores, no início do projeto Orla Nossa, um índice alarmante encontrado foi a taxa de oxigênio diluído. Em 2017, o trecho das margens do rio possuía a taxa de oxigenação de 1,3 mg/L, após tratamento realizado subiu para 8.1 mg/L. O índice adequado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) é de, no mínimo, 6 mg/L.

"Após várias ações realizadas pela AMMA, a exemplo do fechamento de 70% dos esgotos clandestinos, tratamento do solo da margem do rio e a liberação de alevinos, foi possível ajudar a restabelecer o equilíbrio natural do trecho do Rio São Francisco. Com isso, ocorreu um aumento de quase 600% na melhoria da qualidade da água", explicou. Victor ressalta ainda que antes da cheia, a taxa de oxigenação estava variando de 8.1 mg/L a 10.3mg/L. "Agora vamos verificar como está a qualidade da água após esse período e quais os impactos na mata ciliar", finalizou.

Essa etapa da Orla II conta com a parceria do IF Sertão, Marinha do Brasil e Codevasf.

Ascom PMP