RedeGN - Assessoria do vereador Gaturiano Cigano apresenta justificativa de falta na sessão desta quinta-feira (17)

Assessoria do vereador Gaturiano Cigano apresenta justificativa de falta na sessão desta quinta-feira (17)

Continua Repercutindo em Juazeiro/Petrolina e região a Operação da  Polícia Federal que realizou mandado de busca e apreensão na Câmara de Vereadores de Petrolina, no gabinete do vereador Gaturiano Cigano.

Hoje pela manhã, a assessoria do vereador apresentou um registro de justificativa de falta, ausência do vereador visto ser dia de sessão na Casa Plinio Amorim. Não há informações sobre qual o local que se encontra o vereador.

A Polícia Rodoviária Federal numa abordagem, em um carro Toyota/Corolla, encontrou  diversas armas. A apreensão ocorreu no trecho da BR 428.  Além do vereador Gaturiano Cigano, dois homens estavam no veículo, que se identificaram como policiais militares. A residência do vereador Gaturiano Cigano, localizada no bairro Quarti, em Petrolina, também foi alvo de buscas na manhã de quarta-feira (16).

Os suspeitos estariam envolvidos em uma tentativa de homicídio na cidade de Mirandiba/PE, na tarde do dia 15, com invasão da Delegacia da Polícia Civil da cidade para matar um desafeito.

Dentro do carro foi encontrado: 

02 Armas Brancas;

 – 02  Espingardas cal. 12 com 26 munições; 

 – 01 Fuzil cal. .223/.556 com 117 munições;

 – 02 Pistolas cal. 9mm com 64 munições;

– 01 Pistola cal. .40 com 10 munições;

– 01 Pistola cal. .380 com 28 munições;e

 – 01 revólver cal. .38 com 05 munições. 

Veículo, armas e pessoas conduzidas para a Delegacia da Polícia Civil de Petrolina/PE.

NOTA CÂMARA VEREADORES DE PETROLINA: A Câmara Municipal de Petrolina informou que recebeu em sua Sede no início da manhã, dia 16, uma equipe da Polícia Federal para cumprimento de um mandado de busca e apreensão no gabinete do vereador Gaturiano Cigano. A Câmara atendeu de imediato ao mandado e prestou auxílio ao trabalho dos agentes. A ação foi acompanhada pelo presidente da Câmara, o vereador Aero Cruz, bem como pela Diretoria Administrativa e pela Assessoria Jurídica da Casa. As investigações seguem com as autoridades competentes.

Redação redeGN Foto Ilustrativa