RedeGN - PREFEITO ASSINA ORDEM DE SERVIÇO PARA INÍCIO DAS OBRAS DE REMEDIAÇÃO DO LIXÃO DE JUAZEIRO

PREFEITO ASSINA ORDEM DE SERVIÇO PARA INÍCIO DAS OBRAS DE REMEDIAÇÃO DO LIXÃO DE JUAZEIRO

O Prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, acompanhado da superintendente da 6ª Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (6ª SR CODEVASF), Ana Angélica Almeida Lima, assinou a ordem de serviço para o início das obras de Remediação do Lixão de Juazeiro. Estiveram presentes a secretária de Desenvolvimento Urbano, Célia Regina, o representante da Empesa, Fábio Lopes, responsável pela execução das obras, o presidente da Associação dos Catadores de Lixo Reciclável, Raimundo Silva, além de equipe de governo e pessoas da sociedade civil.

A Secretária de Desenvolvimento Urbano, Célia Regina reconheceu que ao assumir a pasta o projeto já estava em andamento, mas enalteceu a parceria entre o município e o governo federal, através da Codevasf, cujo resultado se consolida com a execução da obra em sua gestão.

Raimundo Silva, presidente da Associação dos Catadores do Lixão de Juazeiro, agradeceu a iniciativa da gestão municipal e da Codevasf na concretização do projeto de remediação e aproveitou para solicitar a edificação do galpão que possibilitará a reciclagem do lixo recolhido na cidade.

Ana Angélia, Superintendente da Codevasf 3 SR, explicou que esta obra orçada em mais de três milhões de reais não foi iniciada anteriormente por força da legislação, entretanto, com esta etapa, o órgão federal já está trabalhando para viabilizar o aterro sanitário e posteriormente a usina de reciclagem, projeto que envolverá outras cidades, tirando esse peso das costas dos  municípios envolvidos.

Coube ao prefeito Isaac Carvalho (PCdoB) encerrar a solenidade agradecendo a Codevasf pelo empenho na solução do problema do terreno ocupado há cerca de vinte anos como lixão. “Existem problemas que a comunidade não sabe e a gente tem que resolver. Essa área tem mais de vinte anos ocupada como lixão e somente depois de licitado o processo para iniciar o projeto de remediação é que descobrimos esse impasse, cuja solução foi encontrada por Ana Angélica, através de Brasília. Problema superado, estamos trabalhando agora para complementar o projeto também com apoio da Codevasf”.