RedeGN - IFSertão-PE vai ofertar cursos de Educação a Distância em Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio     

IFSertão-PE vai ofertar cursos de Educação a Distância em Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio     

Uma solenidade ocorrida na tarde desta terça-feira (14), na reitoria do Instituto Federal do Sertão Pernambucano, marcou a assinatura dos Termos de Convênio de Cooperação entre o IFSertãoPE e os municípios de Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio, para a oferta de cursos de Educação a Distância (EaD) em todos os níveis de ensino.

A cerimônia, que reuniu gestores do Instituto Federal e dos municípios contemplados, incluiu ainda a inauguração oficial do estúdio de gravação da reitoria.   

De acordo com o chefe do Departamento de EaD do IFSertãoPE, Eudis Teixeira, a abertura de novos polos nos municípios de Cabrobó, Lagoa Grande e Afrânio é um importante passo na institucionalização da Educação a Distância. "A gente espera que a abertura desses cursos possibilite a cada uma das pessoas contempladas o ingresso no mundo de trabalho e a contribuição em uma formação mais humana, social e cultural", afirmou ele.   

Depois de assinar o Termo de Convênio de Cooperação, o secretário municipal de Educação de Afrânio, Ricardo de Araújo, ressaltou que a parceria com o IFSertãoPE pode ser uma maneira de "implementar políticas educacionais que valorizem os conhecimentos locais". Percepção semelhante tem o prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro, para quem a abertura de oportunidades no município pode construir "grandes obras através da educação".   

Já o secretário de Educação de Cabrobó, Pedro Rocha, relembrou que, quando os gestores do município receberam a visita da equipe de EaD do Instituto Federal, foi fomentada a expectativa de novas oportunidades. "E hoje é a concretização de todo o planejamento que realizamos. Essa parceria é importantíssima e nós, cabroboenses, temos interesse no futuro em ter um campus do IFSertãoPE", destacou ele.    

A reitora do IFSertãoPE, Leopoldina Veras, salientou o avanço que a parceria com os municípios pode trazer para a educação. "O meu sentimento enquanto gestora e representante da instituição é que demos mais um passo no degrau da educação no sertão pernambucano. O nosso foco é sair dos muros institucionais e chegar lá, onde está a necessidade, fazer a diferença e transformar vidas". A perspectiva é que os novos polos já ofertem, no ano que vem, cursos de autoformação e nas modalidades Formação Inicial Continuada (FIC), graduação e pós-graduação. 

Assessoria de Comunicação  Instituto Federal do Sertão Pernambucano