RedeGN - Petrolina recebe Mostra Sesc de Cinema a partir de segunda-feira (22)

Petrolina recebe Mostra Sesc de Cinema a partir de segunda-feira (22)

O Sesc vai levar para o Cineclube Janela 353, no Centro, a Mostra Sesc de Cinema, projeto nacional de incentivo aos profissionais de audiovisual, fruição artística e de formação de público.

A etapa estadual, que está percorrendo diversas cidades pernambucanas, vai ter programação em Petrolina a partir da segunda-feira (22/11), com entrada gratuita.

“Num tempo de retrocessos no campo da cultura, sobretudo para a produção audiovisual, celebramos a presença de mulheres à frente das produções cinematográficas, a diversidade de realizadores LGBTQIA+ que atravessa técnicas e temáticas na produção audiovisual contemporânea celebramos os territórios distintos da produção atual que surge apontando as urgências climáticas do meio ambiente e do resguardo das memórias locais pernambucanas e de nossos povos originários”, comenta a organizadora da Mostra, Naruna Freitas.

Em Petrolina, todas as exibições vão acontecer às 19h. No primeiro dia de programação (22/11), estarão na tela Fragmentos de Gondwan, Sobre as águas, Ethxô Nandudya e Angustura. Até o dia 26, quando encerra a Mostra Sesc de Cinema na cidade, vão ser exibidos, ainda: Fé na reza, Uma força extraordinária, Thinya, O bem virá, entre outras produções.

Além de estarem nas exibições e conversas, o público vai poder participar do Prêmio Celso Marconi, nome que homenageia o crítico e cineasta pernambucano referência no Brasil. A iniciativa vai eleger, por votação popular, três filmes, que serão licenciados para exibição nas unidades do Sesc em 2022. A votação vai acontecer de 26/11 a 10/12 pelo http://mostrasescdecinemape.sescpe.com.br/.

Produções - Estão na programação Muribeca (Alcione Ferreira & Camilo Soares; 78m; 1+2), Colômbia (Manuela Andrade; 16m; 12+), D-20 Vermelha (Djaelton Quirino; 12m; L), Uma força extraordinária (Amandine Goisbault; 24m; 12+), Contos de amor e crime (Natali Assunção; 16m; 14+), Angustura (Caio Sales; 10m; 12+), Pipoca Moderna (Helder Lopes; 72m; L), Fé na reza (Duda Cordeiro; 33m; L), Tornar-se monstro ou humana (Catarina Almanova; 19m; 12+), Inabitável (Matheus Farias e Enock Carvalho; 20m; 12+), Thinya (Lia leticia; 15m; L), Marie (Leo Tabosa; 25m; 12+), Fragmentos de Gondwana (Adalberto Oliveira; 17m; L), Ethxô Nandudya (Fernando Matos, Narriman Kauane, Raryson Freitas, Tayho Fulni-ô e Thales Matos; 11m; 10+), As vezes que não estou lá (Dandara de Morais; 25m; 14+), Cinema Contemporâneo (Felipe André Silva; 5m; 14+), Os últimos românticos do mundo (Henrique Arruda; 23; 14+), Território Suape (Cecilia da Fonte, Laercio Portela, Marcelo Pedroso; 70m; L), Sobre as águas (Laura Castor; 36m; L) e Sobre Olga (Thayná Almeida; 20m; L). Além deles, terá o longa O bem virá (Uilma Queiroz; 79m; L), o único de Pernambuco a integrar a etapa nacional da Mostra.

Programação:

22/11, às 19h: Fragmentos de Gondwana | Sobre as águas | Ethxô Nandudya | Angustura.

23/11, às 19h: Fé na reza | Uma força extraordinária | Thinya.

24/11, às 19h: D-20 Vermelha | O bem virá. 

25/11, às 19h: Cinema contemporâneo | Tornar-se monstra ou humana | Colômbia | Marie | Inabitável

26/11, às 19h: Sobre Olga | As vezes que não estou lá | Contos de amor e crime | Os últimos românticos do mundo

Da Redação RedeGN / foto: Tiago Henrique