RedeGN - Guarda Civil de Juazeiro realiza mais uma ação do projeto "Viva Luciana" no bairro Argemiro

Guarda Civil de Juazeiro realiza mais uma ação do projeto "Viva Luciana" no bairro Argemiro

A população do bairro Argemiro, em Juazeiro, recebeu nesta quarta-feira (27) a última ação social da 3ª edição do projeto "Viva Luciana" deste mês realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM), que faz parte da Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT). Foram oferecidos serviços de saúde, bem-estar e palestras sobre violência contra a mulher, saúde bucal e prevenção ao câncer de mama.

Uma das contempladas com a ação da Prefeitura de Juazeiro é Gildene Rodrigues - moradora do bairro, que adorou a iniciativa. "Eu achei muito legal, porque aqui é muito difícil terem essas coisas, nós somos um povo muito carente e fui muito bem atendida", disse a moradora. Ela também recebeu a doação de uma cesta básica.

Para o inspetor chefe da GCM, Gilson Santos, o evento foi muito positivo. "O projeto 'Viva Luciana' é uma oportunidade de  dar mais acesso à população aos mais diversos serviços de saúde oferecidos pelo município e também pelos nossos parceiros, aumentando cada vez mais o alcance dos serviços públicos da gestão", destacou.

A guarda civil Luciana, que dá nome ao projeto e faleceu vítima de um câncer em 2018, também foi lembrada. "Ela  foi uma mulher forte e guerreira, que eu cheguei a conhecê-la, e que infelizmente a perdemos, mas lhe garanto que a família está muito feliz com os amigos estarem sempre lembrando dela e nos ajudando a repassar essa prevenção. Gente, câncer mata, cuide-se", relembrou Carmen Lúcia Mendes, voluntária e paciente do Instituto Ivete Sangalo.

Dando continuidade às ações do projeto, no próximo mês a Guarda Civil, junto com seus parceiros, realizará mais uma ação social, mas dessa vez voltada aos homens pela campanha Novembro Azul. Também serão disponibilizados serviços de saúde e prevenção ao câncer como forma de incentivar o cuidado pessoal entre eles.

Parcerias

O projeto "Viva Luciana" conta com a parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes), Secretaria de Saúde (Sesau), Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM), Instituto Ivete Sangalo, Ronda Maria da Penha, Projeto Fio de Esperança e UNIBRAS.

Ascom CSTT/PMJ