RedeGN - Artigo - É agora ou nunca mais

Artigo - É agora ou nunca mais

O nestante é o ontem, enquanto o agora é o amanhã. O passado é uma certeza mais presente e o futuro a Deus pertence, portanto não deixe para depois o que pode fazer neste momento.

Procrastinar não pode e nem deve ser uma regra ou um modo de vida, pois o 'adiar' pode caracterizar covardia, medo de encarar o que está por vir, uma inação.

Saber viver é encarar a vida como ela é, seguindo as regras da boa convivência, com o respeito e a aceitação como palavras chaves no conjunto das ações necessárias para se habitar no mesmo espaço dos afins.

O comportamento pessoal norteia para a qualidade de sua relação interpessoal e uma pessoa não se define apenas por suas palavras, mas também por seus atos, o que pode contribuir positiva e negativamente em sua interação com a sociedade.

A facilidade em ser bem recebido e acolhido passa pelas ações e condutas demonstradas em uma trajetória, não podendo se esquecer que a recíproca precisa ser sempre verdadeira.

Com uma boa quantidade de comedimento e sapiência, acrescentados de uma pitada de empatia e cortesia a gosto, é possível preparar a receita da boa convivência e, sem susto, 'degustar' um prazeroso resultado.

Daqui a pouco pode até não acontecer nada, apenas uma reminiscência, mas ter pressa para que aconteça o apenas desejado, sem ter a certeza que este seja de fato uma realidade, é se martirizar. Como a 'síndrome do peru do Natal', aquele que se antecipa a ponto de ficar ansioso ou nervoso está sofrendo antes da hora.

Apenas nas lembranças, o passado é o que aconteceu e o futuro é o que se acredita que vai acontecer. Porque se preocupar com o 21 se o 22 será diferente?

O que está escrito mesmo no primeiro parágrafo? Ah, deixa pra lá, já passou mesmo.

Vida que segue.

Por Gervásio Lima

Jornalista e historiador