RedeGN - Moradores de Petrolina acusam problemas no site de agendamento da vacina contra Covid-19

Moradores de Petrolina acusam problemas no site de agendamento da vacina contra Covid-19

Dezenas de Moradores de Petrolina  acusam problemas contra o site de agendamento da Covid-19. Os moradores relatam os problemas nas redes sociais. "O site não está abrindo".  "O sinal site caiu". "O que é isto que Ninguém consegue agendar". "Diz que não tem local disponível". "Avanço do agendamento das faixas etárias sem a garantia da vacinação das anteriores".

São centenas de acusações contra o sistema para agendar a vacinação em Petrolina. Algumas pessoas relatam "desespero e pedem uma solução". Outros apontam que apesar da faixa etária e prefeitura dizer que o agendamento é para o público em geral ser 30 anos ou mais "ainda não conseguiu vacina apesar da idade ser 40".

Outros acusam que também já agendados ao chegar no local e horário marcado, o nome não consta na lista dos profissionais de saúde, impossibilitando assim que recebam o imunizante.

No site da Prefeitura de Petrolina consta que nesta terça-feira (03), as equipes da Secretaria de Saúde estarão atendendo todas as pessoas que realizaram o agendamento no site: vacinacaopetrolina.tisaude.com. Além dos grupos prioritários, o município estará atendendo a população em geral com 30 anos e mais.

NOTA SECRETARIA DE SAÚDE: 
 A Secretaria de Saúde em Petrolina informa que a vacinação no município ocorre de acordo com o quantitativo de doses recebidas, assim, o agendamento na plataforma é liberado de acordo com o número de imunizantes que chegaram. A Secretaria informa ainda que semanalmente tem recebido novas remessas de vacina, e imediatamente são disponibilizadas as vagas para o agendamento e, assim, é possível que a população tome a vacina. Somente nesta segunda-feira (02) foram abertas 6 mil vagas, que foram preenchidas em menos de uma hora. 

Seguem o cronograma de agendamento, os públicos pertencentes às forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores da indústria e da construção civil; e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, além da população em geral, com 30 anos e mais.

Os profissionais da Saúde e da Educação, com idade entre 18 e 59 anos, não precisam realizar agendamento. A vacinação acontece, exclusivamente, no Polo Univasf. Pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e indígenas, entre 18 e 59 anos, assim como os idosos 60+, também não precisam realizar agendamento e a vacinação acontece, exclusivamente, no Polo SESC.

 

Redação redeGN Fotos Redes Sociais