RedeGN - MP-BA denunciou mais de 15 mil casos de violência contra mulheres no 1º semestre deste ano

MP-BA denunciou mais de 15 mil casos de violência contra mulheres no 1º semestre deste ano

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou à Justiça, de janeiro a junho deste ano, 15.079 casos de violência contra mulheres. Esse número corresponde a 82 denúncias diárias, um aumento de cerca de 14% em comparação com 2020, quando 26.469 denúncias foram feitas, uma média de 72 por dia.

Uma das vítimas é uma enfermeira, que foi atacada a facadas pelo ex-marido no bairro de Brotas, há menos de um mês. A tentativa de feminicídio aconteceu durante a manhã, na Avenida Dom João VI. Desde então, o agressor está foragido da polícia.

O crime foi gravado pela câmera de segurança do prédio da família da vítima. Nas imagens é possível ver que o homem se aproxima da enfermeira, quando ela já tinha interfonado para a mãe abrir o portão.

A gravação mostra que a vítima ela tentou se proteger, levantado as mãos. Ela foi ferida cinco vezes, em golpes que atingiram a perna, as mãos e a região do peito. Ferida, ela atravessou a rua para fugir do agressor e caiu desmaiada.

“Ele tinha a escala de trabalho, então ele sabia a hora que ela chegava aqui no prédio. Se posicionou, colocou o carro próximo aqui da residência. Quando ele viu ela chegando aqui no prédio, ele atravessou a rua, veio em direção a ela. Ela ainda perguntou: ‘O que é que você quer?’ Aí ele desferiu o primeiro golpe na mão da minha filha”, conta Raimundo Gonçalves, pai da vítima.

G1 Bahia