RedeGN - Discente da Univasf é nomeado membro do Conselho Estadual de Educação da Bahia

Discente da Univasf é nomeado membro do Conselho Estadual de Educação da Bahia

Tiago Pereira da Costa é o novo conselheiro titular no CEE-BA./ Foto: Arquivo pessoal

O discente do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Territorial (PPGADT) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Tiago Pereira da Costa é o mais novo membro efetivo do Conselho Estadual de Educação (CEE) da Bahia.

O estudante, que é egresso do mestrado em Extensão Rural da Univasf, foi nomeado por meio de Decreto do Governo do Estado da Bahia para um mandato de um ano como conselheiro titular no CEE.

Costa é um dos 24 conselheiros efetivos do CEE, que também é composto por 12 suplentes. Ele foi nomeado em substituição ao conselheiro Clovis Caribé Menezes dos Santos. Pedagogo com especializações em Desenvolvimento Sustentável no Semiárido, em Educação Ambiental Interdisciplinar e em Metodologias Participativas Aplicadas à ATER e à Pesquisa, Tiago Costa concluiu o mestrado em Extensão Rural na Univasf, em 2018. Ele é coordenador Institucional do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa) e diretor-presidente da Rede das Escolas Famílias Agrícolas do Semiárido (Refaisa).

Ele já fazia parte do CEE como conselheiro suplente desde 2020, como representante do movimento de educação do campo, educação contextualizado e das Escolas Famílias Agrícolas. “Essa é uma nomeação histórica para esse segmento da educação e para os movimentos sociais. Ter um jovem oriundo de comunidade rural, de base em movimentos populares, ocupando um assento efetivo no conselho, já que historicamente sempre foram ocupadas por pessoas com respaldo acadêmico”, observa Costas.

Costa destaca que, na condição de conselheiro suplente, conseguiu pautar a educação contextualizada enquanto princípio e a pedagogia da alternância enquanto perspectiva metodológica. “A Resolução de Educação do Campo Nº 103/2015 foi atualizada esse ano já incorporando a educação contextualizada enquanto princípio orientador da educação escolar e foi constituída uma comissão para elaborar uma portaria ou resolução da pedagogia da alternância no estado da Bahia, que não tem”, relata. Para ele, como membro titular do conselho, será possível dar prosseguimento às ações de fortalecimento das políticas públicas voltadas à educação do campo.

O Conselho Estadual de Educação da Bahia tem 179 anos de atividades. Criado em 1842 como “Concelho de Instrucção Pública”, é o primeiro do Brasil. São atribuições do CEE credenciar instituições, autorizar o funcionamento de cursos, reconhecer cursos superiores ministrados pelas universidades estaduais, viabilizar regularização de vida escolar, apurar denúncias envolvendo estabelecimentos de ensino e fornecer orientações. Entre os educadores que já fizeram parte do CEE como conselheiros ou colaboradores destacam-se Rui Barbosa e Anísio Teixeira. Mais informações sobre o CEE estão disponíveis no site oficial do Conselho.

Ascom Univasf