RedeGN - Cobra é encontrada em veículo, no João Paulo II, em Juazeiro

Cobra é encontrada em veículo, no João Paulo II, em Juazeiro

É no período de chuvas que os animais peçonhentos mais aparecem nas áreas urbanas das cidades, segundo especialistas, devido a uma maior incidência de ratos, seu principal alimento, nesse período e é comum encontrá-las em lugares inesperados, como dentro de casas, lojas comerciais e até dentro de veículos, como um caso que foi registrado neste final de semana, em Juazeiro.

No João Paulo II uma dessas peçonhentas foi localizada na parte do motor de um veículo, dando um susto no proprietário do carro. Bombeiros Militares foram acionados para a retirada da cobra, de pouco mais de um metro de comprimento. 

No caso de encontrar com cobras, alertam os especialistas, é necessário chamar uma equipe que conheça os procedimentos para lidar com elas, já que muitas delas são extremamente venenosas, como é o caso da Cascavel, a Coral e a Jararaca, dentre outras facilmente encontradas na região.

Serpentes peçonhentas como a Cascavel tem um índice de letalidade que chega a 70%, enquanto o índice da Jararaca é de cerca de 30%.

No Brasil, é registrada uma média de 30 mil acidentes ofídicos por ano, sendo a incidência de picadas de cobras peçonhentas maior nessa época do ano, março a agosto.

Normalmente, as cobras só atacam um ser humano quando se sente ameaçada, mas ao avistar uma delas não pense duas vezes, desvie do caminho dela, a deixando seguir o caminho dela e você o seu.

É importante seguir algumas dicas:

Sempre usar equipamento de segurança individual (EPI), como, bota cano longo, luvas de punho alongado e óculos de proteção; Usar sempre um bastão ou vara longa para manipular objetos ou mato, lixo que possam conter algo escondido por baixo, de modo a manter-se distante em caso de um ataque de cobras;

Manter seu quintal limpo e não acumular lixo, ou resto de materiais de construção ou quaisquer outros tipos;

Não estacionar veículo próximo a mato, lagoa, lugar escuro ou úmido;

Use sempre calçado fechado e calças compridas. Se estiver em um local que é conhecido por ter cobras use botas de cano alto ou perneiras para proteger a parte de baixo das pernas;

Preste muita atenção onde coloca as mãos quando for se apoiar para pegar impulso ou até mesmo na hora do descanso;

Nunca tente capturar a cobra. Em época digital, sugerimos filmar a cobra, dando um zoom, aproximando ao máximo, principalmente da cabeça da cobra para que se possa identifica-la, em caso de picada.

Da redação redeGN/ Fotos redes sociais