RedeGN - A união do Atlético de Alagoinhas foi determinante para a conquista do título do Campeonato Baiano, diz presidente do clube

A união do Atlético de Alagoinhas foi determinante para a conquista do título do Campeonato Baiano, diz presidente do clube

O presidente Albino Leite atribuiu a união do Atlético de Alagoinhas como determinante para a conquista do título do Campeonato Baiano. Em 51 anos de fundação e após dois vice-campeonatos, esta foi a primeira conquista do Carcará na elite do futebol da Bahia.

Segundo o dirigente, a vontade de todos do clube em realizar sonhos resultou na vitória sobre o Bahia de Feira por 3 a 2, de virada, neste domingo (23), na Arena Cajueiro, pelo segundo jogo da final. 

"É um sonho que se tornou realidade. A pessoa chega, tem aquilo guardado dentro de si. Jovens que nunca tiveram oportunidade e que vieram atrás desses sonhos. O Atlético de Alagoinhas é uma ferramenta para esse sonho. Essa conquista é deles que trouxeram o título do Campeonato Baiano para essa cidade depois de 51 anos. Só tenho que agradecer a esses jovens", declarou. 

Uma das políticas de contratação do clube é pegar jogadores que não tiveram oportunidades na carreira. Albino citou o exemplo de Ronan. Um dos principais destaques do time, o atacante, de 26 anos, marcou três gols no confronto da final e ainda terminou como artilheiro do Baianão.

Segundo Albino, a delegação do Carcará foi recebida com muita festa na chegada em Alagoinhas.

"A cidade nos abraçou. A cidade toda veio para frente da entrada, abraçar esses jogadores. Ficamos até preocupados, por causa da pandemia. Mas não tivemos como controlar, porque eram 51 anos guardados na garganta para gritar: "Somos campeões baiano". Esse sonho não foi somente dos atletas, foi também da cidade, e nós conquistamos", contou.

O próximo desafio do Atlético de Alagoinhas será a disputa da Série D do Brasileiro. A estreia do time está marcada para o dia 6 de junho, contra o ASA, em Arapiraca, pela primeira rodada do Grupo A4.

"O clube ainda passa por dificuldades financeiras e estou trabalhando muito para tentar compor. Vamos ver daqui para frente para melhorar essa parte. Estamos na Copa do Brasil, na Copa do Nordeste e, quem sabe, vamos trabalhar agora na Série D para estar na Série C. É outra conquista que vai começar no dia 6 de junho, na 'cidade do fumo', que é Arapiraca. Estamos aí nessa luta", finalizou Albino Leite.

Bahia Noticias