RedeGN - Projeto Raízes Sertanejas discute o protagonismo das mulheres no Forró

Projeto Raízes Sertanejas discute o protagonismo das mulheres no Forró

O novo episódio do podcast Raízes Sertanejas tem como foco debater o protagonismo das mulheres no forró. Num meio predominantemente masculino, a sanfoneira e compositora Damaris Referino conta um pouco da sua experiência na música.

O episódio em questão tem lançamento previsto para esta terça-feira (13) no Spotify do Cais do Sertão. O programete pode ser acessado gratuitamente pela plataforma de streaming.

O Raízes Sertanejas é um produto idealizado pelo músico-educador do Cais do Sertão Diogo do Monte com o incentivo da Lei Aldir Blanc. No episódio desta semana, Diogo cede espaço para Damaris contar um pouco de sua história, apresentar algumas canções que a formaram enquanto artista e discutir a presença das mulheres em Pernambuco.

"O fato de ter nascido no Sertão já contribui fortemente para que eu tivesse essa aproximação sobre-humana com o forró. Desde a infância, percebo a aproximação dos meus pais com o forró e fui na onda até a fase adulta. O forró possibilitou que eu me visse nas músicas de Gonzaga e dedicasse a minha paixão pela música a aprender os instrumentos daqui, como o acordeon", comenta Damaris, que já atuou como educadora do centro cultural.

Além do podcast, o internauta interessado em cultura popular pode navegar nas playlists temáticas do Spotify do Cais. Há seleções para todos os gostos: desde repertórios dedicadas ao Rei do Baião, como "Luiz Gonzaga", "Gonzaga em Outras Vozes" e "O Sertão cantado por Gonzaga", a listas com sucessos de músicos da cena local, a exemplo de Cristina Amaral e Quinteto Violado. Destaque para as homenagens ao Recife, como a lista "Saudade do Recife", proposta por Johnny Hooker, além de um tributo a Naná Vasconcelos.

Ascom