RedeGN - Justiça do Trabalho proíbe demissão de funcionários da Ford em Camaçari

Justiça do Trabalho proíbe demissão de funcionários da Ford em Camaçari

Por decisão da Justiça do Trabalho, nesta sexta-feira (5), a demissão coletiva de funcionários da Ford na fábrica de Camaçari estão suspensas até que o acordo entre a empresa e os funcionários seja encerrado.

A decisão é do juiz Leonardo de Moura Landulfo Jorge, da 3ª Vara do Trabalho de Camaçari, determinando ainda que a Ford não poderá suspender o pagamento dos salários e das licenças remuneradas dos trabalhadores enquanto os contratos estiverem em vigor.

Na decisão o Juiz informou que a empresa não poderá praticar "assédio moral negocial, de apresentar ou oferecer propostas ou valores de forma individual aos trabalhadores, durante a negociação coletiva, devendo, caso seja do seu interesse, informar a coletividade das tratativas através de comunicados oficiais", anotou.

A multa em caso de desobediência é de R$ 1 milhão por item descumprido, mais R$ 50 mil por trabalhador atingido.

Da redação redeGN/ Foto reprodução TV Bahia