RedeGN - CESOL-SSF retoma atividades presenciais no território Sertão do São Francisco

CESOL-SSF retoma atividades presenciais no território Sertão do São Francisco

O Centro Público de Economia Solidária Sertão do São Francisco (CESOL-SSF), entidade vinculada à Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda do Estado da Bahia (SETRE), retomou a agenda de atividades de campo durante a última semana. Para garantir maior segurança aos empreendimentos visitados, a equipe de agentes socioprodutivos foram testados contra a Covid-19, além do cuidado com orientações para o uso de máscaras e higienização das mãos com álcool.

Os atendimentos foram realizados nas cidades de Remanso, Casa Nova, Sobradinho e Sento Sé. Entre as ações realizadas pelos agentes estiveram orientações para rotulagem, criação da identidade visual dos produtos, aplicação do Estudo de Viabilidade Econômica (EVE), além de gravações para a série semanal Onde a Magia Acontece.

  A agenda foi construída pela coordenação junto com a equipe técnica, onde foram contabilizados um número menor de atendimentos presenciais, como forma de garantir segurança a equipe e aos empreendimentos.

 “É importante reforçar para os empreendimentos que estamos retomando aos poucos as atividades de campo, e que infelizmente nesse trimestre, não será possível atender todos os empreendimentos presencialmente. Alguns ainda acontecerão de forma remota. Nos próximos trimestres, estaremos aumentando gradativamente o número de atendimentos presenciais”, explicou a coordenadora do projeto Aline Craveiro. 

O aumento dos casos de Covid-19 em todo o Estado no início deste ano levou o Cesol-SSF a tomar como medida preventiva a suspensão das atividades presenciais e a adoção do atendimento virtual. “Apesar da distância física provocada pelas redes, o atendimento virtual foi muito positivo, pois proporcionou maior aproximação dos empreendimentos com a equipe técnica, para a resolutividade de diversas questões”, pontuou Craveiro.

Dentro da programação de atendimentos para o final do trimestre estão previstos 79 presenciais e 49 remotos.

VISITA ÀS COMUNIDADES: Nas trilhas da Economia Solidária, a equipe tem vivenciado várias histórias de luta e de vida, que dão um toque especial aos atendimentos. Durante os atendimentos, a equipe conheceu a produção de caramelos caseiros de Maria Nilza Evangelista, realizado na comunidade de Pau-a-Pique em Casa Nova.

O doce caseiro tem ganhado o paladar de todos que experimentam. Por meio da visita, a equipe técnica realizou as orientações de rotulagem para o grupo familiar, além de sugerir a criação de uma identidade visual para maior visibilidade e comercialização do produto. Ainda durante o encontro foi realizado, junto as representantes do empreendimento, o Estudo de Viabilidade Econômica (EVE), importante instrumento para os empreendimentos, que calcula o preço justo dos produtos da Economia Solidária.

“A visita do Cesol foi muito importante. Gostei muito de todas as orientações. Agora, vamos colocar as sugestões em prática”, afirmou Maria Nilza.

ONDE A MAGIA ACONTECE- Há três meses, a equipe técnica do Cesol-SSF criou para as redes sociais a série semanal Onde a Magia Acontece. A produção audiovisual postada toda sexta-feira, tem como principal objetivo dar visibilidade as produções e as pessoas que integram a Economia Solidária do Sertão do São Francisco.

Em comemoração ao mês da consciência negra, a série buscou apresentar trabalhos oriundos de grupos que atuam com a produção voltada para a valorização da identidade negra. E para fechar a série com chave de ouro, foi apresentada a Magia de vida e de produção do Quilombo Lagoinha, localizado em Casa Nova. O grupo tem como principal foco o plantio da mandioca e a produção dos seus derivados.

“O Cesol tem sido um grande parceiro e esperamos que a equipe volte mais vezes para nos visitar e nos ajudar no escoamento da produção”, explicou o morador da Comunidade, José dos Santos.

Comunicação CESOL-SSF