RedeGN - Em convenção partidária, DEM de Petrolina lança Coletivo Rosendos com Jackson Rosendo e Thiago Rosendo candidatos a vereador

Em convenção partidária, DEM de Petrolina lança Coletivo Rosendos com Jackson Rosendo e Thiago Rosendo candidatos a vereador

As eleições municipais se aproximam e os primeiros eventos oficiais já começam a desenhar o cenário da disputa eleitoral em Petrolina. Nesta terça-feira (15), o Democratas (DEM) realizou sua convenção partidária e lançou Jackson Rosendo (Candidato) e Thiago Rosendo (Co-candidato), do Coletivo Rosendos à candidatura de vereador de Petrolina.

No evento limitado a filiados e autoridades, estiveram presentes o Deputado Estadual e Presidente Municipal do DEM, Antonio Coelho; o Pré-canditato a Prefeito e Vice-prefeito Miguel Coelho e Simão Durando, respectivamente; e candidatos.

Para Jackson Rosendo, a convenção marca o início da consolidação da trajetória dos Rosendos à disposição do povo petrolinense. "É um marco para uma nova vida social e política, onde agora posso me sentir como um candidato a vereador. Essa forma que se pode, através da política, ajudar a transformar a vida das pessoas. Então, de fato eu sou candidato e agora tenho que me imbuir e me comportar como um candidato, fazendo cada vez mais o convencimento das pessoas a acreditarem em nosso projeto" afirma.

Thiago Rosendo completa: "É agora que de fato tudo começa. Oficializamos nossa candidatura, daqui já saímos registrados, e agora o nosso nome vai à rua. Vamos com o povo; com a família, a família cristã, que é nossa bandeira; o homem do campo; e convicto do nosso projeto. O sentimento é esse: de amor à Petrolina".

Juntos, Jackson e Thiago: "Os Rosendos" estão concorrendo ao pleito por um mandato compartilhado, configuração política de cargo legislativo cujos representantes se comprometem a dividir o poder. Apesar de a oficialização acontecer apenas para um, nesse caso, a Jackson Rosendo, a gestão poderá ser feita pelos dois, em gabinete compartilhado, funções, atividades oficiais e extraoficiais. Vale destacar que a remuneração equivale apenas a um vereador.

Perfil de Jackson Rosendo e Thiago Rosendo

Jackson Rubem Rosendo Silva, 55 anos, é professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) há 10 anos e acredita que a educação é fundamental para mudar o mundo. Cristão católico, por muitos anos já desenvolve trabalhos sociais, como membro da Comunidade Filhos da Misericórdia, colocando em prática os ensinamentos bíblicos.

Tem uma extensa formação acadêmica, como a graduação em Agronomia (UNEB) e o doutorado em Educação com ênfase na Popularização Científica (UFRGS). Ocupou cargo de Assessor de Relações Interinstitucionais e Ouvidor da Univasf (2003 a 2010). Foi Secretário de Agricultura do Município de Petrolina-PE (2000), responsável pela implantação do Projeto Mata Ciliar. É diretor da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais-APAE e membro do Conselho da APAMI.

Natural de Serra Talhada, filho de José Rosendo e Maria Rosendo (mais conhecida como dona Santinha), chegou a Petrolina em 1979, quando a família buscava por melhorias de vida. Casou-se com Kátia Valéria Freire, com quem gerou a filha, Amanda Eduarda Freire Rosendo, estudante de medicina.

A casa de seu pai e sua mãe (já falecidos), localizada na Areia Branca, bairro tradicional de Petrolina, até hoje é ponto de encontro da família, que toda quinta-feira se reúne para rezar o terço.

É lá que também está sempre presente o sobrinho de Jackson, Thiago André Ribeiro Rosendo, 37 anos. Petrolinense, filho de Iêda Maria Ribeiro e Ronaldo Rosendo (que foi vereador em Petrolina de 1993 a 1996). E pai de André Filipe, estudante.

Possui experiência de quinze anos de trabalho no INCRA, onde adquiriu conhecimentos sobre a Máquina Pública, e hoje atua na CODEVASF. E para aperfeiçoar seu currículo, graduou-se em Gestão Pública pela UNOPAR.

Ele é também uma personificação do espírito de caridade, sobretudo perante aquelas pessoas que vivem à margem ou esquecidos pela sociedade, sempre ativo em projetos sociais.

"É assim com todos nós. A gente cresce e se dá conta de como são as coisas, as influências que a gente recebe da família, dos amigos e de pessoas que vamos conhecendo em nossa cidade, e daí desperta o interesse na política em prol do desenvolvimento da nossa cidade." expressa Thiago.

Ascom