RedeGN - Prefeitura de Juazeiro mantem fiscalização nas ruas para garantir cumprimento de decretos de enfrentamento ao coronavírus

Prefeitura de Juazeiro mantem fiscalização nas ruas para garantir cumprimento de decretos de enfrentamento ao coronavírus

A Prefeitura de Juazeiro através da Secretaria de Meio Ambiente Ordenamento Urbano e da Guarda Civil Municipal continua com a fiscalização intensa nas ruas da cidade para garantir as determinações dos Decretos Municipais de enfrentamento à pandemia causada pelo novo conronavírus.

As equipes de fiscalização trabalham diariamente, em turnos alternados, para garantir o cumprimento das determinações estabelecidas, como somente a abertura de comércios considerados essenciais. 

De acordo com o coordenador de ordenamento urbano, Marcos Leite, desde o fechamento do comércio, dia 22, mais de 100 estabelecimentos comerciais já foram visitados e destes, 8 foram interditados. “Na primeira semana de fechamento do comércio tivemos 3 interdições e nessa segunda semana 5 interdições, além das barracas de fogos. As equipes buscam sempre orientar os comerciantes que essa é uma ação voltada para o bem de toda a população. É uma ação difícil, mas que implica no bem de muitos”, destaca o coordenador.

As medidas adotadas pela gestão municipal têm como foco evitar aglomeração de pessoas, a fim de impedir a propagação do novo coronavírus (Covid-19). As equipes de fiscalização atuam diariamente, na sede e interior do município. O titular da SEMAURB, Gilson Araújo, destaca que o número de denúncias sempre cresce aos fiais de semana.

“Temos notado que as denúncias crescem aos finais de semana e são mais relacionadas a bares e aglomerações por festas. Continuamos orientando população e comerciantes, nos casos reincidentes, estamos interditando os estabelecimentos e autuando. Se os comerciantes violarem a interdição serão multados. A multa pode variar entre R$ 133,00 a R$ 2.660. Pedimos à população de forma geral que seja compreensiva e colabore conosco nesse momento, não adianta colocarmos a maior equipe de fiscalização nas ruas, se a população não fizer a sua parte”, destaca Gilson Araújo.

Por Gardennia Garibalde/SEMAURB