RedeGN - Prefeito de Jaguarari rebate MP-BA e diz que denúncia não tem fato novo

Prefeito de Jaguarari rebate MP-BA e diz que denúncia não tem fato novo

O prefeito de Jaguarari, no Piemonte Norte do Itapicuru, Everton Rocha, se defendeu a respeito da denúncia da Procuradoria Geral do Ministério Público do Estado (MP-BA). A acusação é que o gestor cometeu gastos indevidos no São João de 2017 ao mesmo tempo que fazia decretos de emergência devido à seca. Por meio de nota, Everton Rocha declarou que a nova denúncia do MP-BA é equivocada porque não traz nenhum fato novo ao caso.

Rocha disse ainda que a medida se tornou “um prato cheio para os opositores ao governo municipal, que tem utilizado o novo pedido do MP como munição para atacar o gestor neste ano eleitoral”. Ainda na nota, o gestor afirma que as contas da gestão de 2017 foram aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, sob fiscalização do próprio Ministério Público.

Em relação aos gastos dados como indevidos realizados durante decretos de emergência, Rocha disse que “é de conhecimento de todos em Jaguarari que o São João não é tão somente uma festa ou cultura. Os festejos de São João geram emprego e renda à população de Jaguarari, impulsionando a economia local”.

BN