RedeGN - Depois de helicóptero de TV, Prefeitura do Rio também é alvo de tiros durante operação policial

Depois de helicóptero de TV, Prefeitura do Rio também é alvo de tiros durante operação policial


Horas depois de um helicóptero da Rede Globo ser alvo de tiros durante uma operação policial no Rio de Janeiro, o prédio da Prefeitura da capital fluminense, no bairro Cidade Nova (região central), também foi atingido na manhã desta segunda-feira (24). A assessoria de imprensa do Executivo não informou quantos foram os disparos que acertaram o Centro Administrativo São Sebastião, mas confirmou que eles atingiram cinco janelas de três andares. Não há registro de feridos.
 
Em nota oficial, a assessoria de comunicação do prefeito Eduardo Paes (PMDB) disse que "reafirma seu apoio e sua confiança na política de segurança do governo estadual" no combate ao crime organizado e nas ações de pacificação.
 
A assessoria informou que os tiros partiram da comunidade São Carlos, morro próximo à prefeitura e uma das quatro comunidades -- as outras três são a Mineira, a Querosone e a Zinco, todas em Estácio -- em que a Polícia Civil do Rio deflagrou uma operação às 6h15 desta segunda, com 150 homens em busca de criminosos e drogas. Durante as ações, um helicóptero da Rede Globo foi alvo de tiros e teve de fazer um pouso forçado no aeroporto de Jacarepaguá, na Barra (zona oeste).
 
De acordo com a assessoria do aeroporto, a pista ficou interditada por 11 minutos, sem impactos operacionais relevantes porque não haviapousos ou decolagens previstos para o horário – o pouso de emergência foi solicitado pelo comando da aeronave às 7h12. A operação policial, conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil, não tem prazo para terminar.

Uol