RedeGN - Vereador acusa que a avenida Sete setembro em Petrolina é uma arapuca, armadilha que pode levar a morte

Vereador acusa que a avenida Sete setembro em Petrolina é uma arapuca, armadilha que pode levar a morte

Inaugurada no dia 26 de setembro de 2018, Com a presença do entao ministro dos Transportes, Valter Casimiro e do diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Luiz Garcia, as obras de duplicação da Avenida Sete de Setembro, uma das principais vias do município e da região, continua sendo motivo de críticas e preocupação devido o "grande número de mortes registrados no local".

O vereador Gabriel Menezes, acusou que a Avenida Sete de Setembro é "uma arapuca, armadilha que pode levar a morte, ciclistas e motociclistas que ali trafegam". No início da tarde desta segunda 9, um acidente ocorreu na Avenida envolvendo uma ambulância do Samu e uma van de transporte escolar. Não houve vítimas.

"Há menos de um ano da entrega da primeira fase da sua duplicação, já temos um alarmante histórico de acidentes, quase diários, alguns com vítimas fatais e outros que deixaram sequelas irreversíveis. É preciso reconhecer tantas falhas na elaboração e execução daquela obra, corrigindo-as imediatamente para que mais vidas não se percam", escreveu o vereador em sua rede social.

"Foi nesse sentido que mais uma vez solicitei a intervenção do prefeito e seu grupo, junto ao DNIT, para que urgentemente tenhamos as respostas que a população espera. Ciclovia, acesso à Avenida dos Tropeiros, mais faixas de pedestres e instalação provisória de semáforo no cruzamento entre a Avenida das Nações e Estrada da banana, até que o viaduto seja construído", solicitou o vereador.

A proposta inicial da duplicação da Avenida Sete de Setembro foi oferecer mais mobilidade para quem trafega pelas rodovias de entrada e saída da cidade, além de promover um melhor acesso a bairros como o José e Maria, Areia Branca, Dom Malan, Centro, Caminho do Sol, Vila Eulália, Jardim Maravilha e Gercino Coelho. A nova Sete de Setembro ainda vai se integrar com dois novos viadutos, orçados em cerca de R$ 18,9 milhões formando um novo complexo viário a fim de desafogar o trânsito na zona norte da cidade.

Redação Blog Foto: Redes Sociais