RedeGN - Pré-candidaturas oficializadas devem acentuar lançamentos de novos nomes para a disputa da prefeitura de Juazeiro

Pré-candidaturas oficializadas devem acentuar lançamentos de novos nomes para a disputa da prefeitura de Juazeiro

Em entrevistas diretas ao jornalista Geraldo José e ao Blog GJ notícias, pelo menos duas pré-candidaturas a prefeito de Juazeiro foram confirmadas na semana que passou: Pastor Teobaldo e Carlos Neiva. O prefeito Paulo Bonfim, do PCdoB, mesmo não declarando publicamente sua condição de pré-candidatura, segue naturalmene como candidato à reeleição.

No campo das oposições o pastor Teobaldo, por e-mail, sem confirmar por qual legenda concorreria, não deixou dúvidas de sua intenção. “Sim, sou pré-candidato a Prefeito de Juazeiro e meu desejo é bem claro: ser ‘POSIÇÃO’, bem mais que oposição. Ser: ‘PROPOSIÇÃO’, mais que divergência. Ser ‘CONVERGÊNCIA’, que traz respostas e soluções para levar Juazeiro a um tempo de prosperidade e desenvolvimento equilibrado entre o social e o estrutural. O utópico e o real”, escreveu, reforçando que “apesar de novato, já trabalho com uma ‘Equipe produzindo meu rascunho de plano de Governo’.

No último dia 21 foi a vez do empresário e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Neiva, confirmar sua posição de pré-candidato em entrevista ao Programa Geraldo José e ao GJ Notícias. Depois de elencar seu histórico de atuação em Juazeiro o agora pré-candidato confirmou: “O que quero dizer com isso: eu tenho dentro de mim esse amor verdadeiro por Juazeiro e é isso que me estimula a colocar meu nome à disposição”.

Com a antecipação das pré-candidaturas postas o tabuleiro deve ganhar novas peças nos próximos dias e não será surpresa se novos nomes anteciparem na divulgação, queimando etapas de negociações pessoais e partidárias. Joseph Bandeira, Misael Aguilar, Allan Jones, Wank Medrado, Coronel Anselmo Bispo, Targino Gondim, Bené Marques, dentre outros, são nomes ventilados, mas, por enquanto, não oficializaram publicamente a condição de pré-candidatura. Agnaldo José, do PSOL, até tentou, mas foi desautorizado pela própria legenda.

Do outro lado o prefeito Paulo Bonfim, candidato à reeleição pelo PCdoB, segue sem pressa, próximo de Isaac Carvalho e baseado na premissa de que “quanto mais candidatos na oposição, maiores são suas chances de seguir no comando do executivo”, como confessou um auxiliar bem próximo.

Da redação Blog Geraldo José