RedeGN - Feminicídio: Familiares de Ridelny pedem transferência do acusado pelo crime em Juazeiro que está preso em São José do Belmonte (PE)

Feminicídio: Familiares de Ridelny pedem transferência do acusado pelo crime em Juazeiro que está preso em São José do Belmonte (PE)

A família de Rildeny Modesto Batista, assassinada no dia 21 de março de 2016, dentro de um quarto no Residencial Praia do Rodeadouro, em Juazeiro, está pedindo justiça pelo crime e proclama que a Justiça de Pernambuco, transfira o acusado que se encontra preso no município de São José do Belmonte para Juazeiro.

Irmãos das vítima que na época estava com 24 anos informam que o acusado pelo crime estava foragido e "que agora é preciso sensibiliar as autoridades para que o criminoso seja com urgência transferido para Juazeiro Bahia e possa ir a júri popular e condenado".

Segundo informações da Delegacia de Homicídios, Rildeny foi morta a facadas pelo seu ex-companheiro, conhecido por "Naldo Ceará". Ainda segundo a polícia, Rildeny teria ido a uma festa e retornou para casa com Francisco dos Santos Gonzaga, conhecido como Naldo Ceará. 

Consta nos laudos que as filhas da vítima ouviram uma discussão no quarto do casal de madrugada e ao amanhecer encontraram o corpo da mãe no chão. A polícia informou na época, também, que Rildeny já havia registrado boletins de ocorrências por agressão do ex-companheiro.

Crime aconteceu no dia 21 de março de 2016. Veja aqui

Redação Blog Foto: Arquivo