RedeGN - Pernambuco terá fábrica de painéis para energia solar, com investimento de 300 milhões de dólares

Pernambuco terá fábrica de painéis para energia solar, com investimento de 300 milhões de dólares

Pernambuco vai ganhar sua primeira fábrica de painéis para energia solar. As obras devem começar em janeiro do próximo ano e a inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2012. A fábrica não é nada barata. O investimento é de US$ 300 milhões. A fábrica de Pernambuco será a única das Américas a utilizar a mais nova tecnologia do ramo, conhecida como “filme fino”. O empreendimento, que será localizado no Parque Tecnolóigco de Pernambuco (Parqtel), bairro do Curado, Recife,  deve gerar 250 empregos diretos e 400 indiretos.

O governador em exercício, João Lyra Neto, garante que o estado vai investir em capacitação de mão-de-obra para o novo negócio, mas ainda não definiu os prazos para o treinamento. É necessário que essa formação tenha início o quanto antes, já que o início do funcionamento da fábrica está previsto para menos de dois anos. Caso isso não ocorra em tempo hábil, Pernambuco terá que importar mão-de-obra, o que não seria bom para a economia local.

A fábrica é uma parceria entre o Governo do Estado e a Eco Solar, empresa criada há menos de um mês. A empresa conta, entretanto, com um bom apoio logístico: a Oerlikon Solar, grupo suíço com mais de 100 anos de atuação na área. 

O grupo suíço Oerlikon já atuou em mais de 13 países, principalmente no Leste Europeu e na Ásia

A capacidade de geração de energia da fábrica de Pernambuco será de 120 Mw/ ano. A produção de 1 Kw/h por meio da energia solar (R$ 320,00) é quase o dobro do valor da energia eólica (R$ 170,00). O executivo da Eco Solar Emerson Kapaz ressalva que, apesar da diferença financeira, a energia solar é mais estável, especialmente pela alta taxa de luminosidade do Nordeste. Emerson diz que chegou a negociar com outros estados, como São Paulo e Minas Gerais, mas que encontrou em Pernambuco condições melhores para a instalação. As placas solares serão dispensadas de ICMS.

 

Ana Laura Farias, do Blog de Jamildo