RedeGN - ARTIGO – BRASIL: UMA NAU À DERIVA?