RedeGN - STF RECONHECE UNIÃO ESTÁVEL ENTRE HOMOSEXUAIS, MAS NÃO LHES GARANTE O CASAMENTO CIVIL