RedeGN - Bolsonaro chama de ‘idiota’ quem defende comprar feijão em vez de fuzil, e fala repercute