RedeGN - Artigo – Mais um título mundial, negativo?