RedeGN - ARTIGO – A TRAGÉDIA E O PODER PÚBLICO