RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 182 registros para a palavra: vazao

Rio São Francisco: pescadores e moradores do bairro Angari se preparam para "enchente" do Velho Chico

Em meio ao manto de notícias tristes que marcam os meios de comunicação nos últimos 30 dias desde que foi decretado estado de pandemia, devido o coronavírus, nesta quarta-feira (8), a informação do aumento da vazão da Barragem de Sobradinho, BahiA,  fez os ribeirinhos 'abrir um sorriso' e também ficar alerta.

Dentre todos os estados por onde passa, é na Bahia que o Rio São Francisco percorre o maior trecho. Juazeiro é um dos municípios que a partir desta quarta-feira (8), começa a sentir o aumento das águas do Opará (Rio que é mar na lingua indígena)...

Rio São Francisco: Com quase 80% de volume útil ainda não há previsão de abertura de comportas dos vertedouros da usina de Sobradinho

As últimas chuvas registradas na bacia do Rio São Francisco elevaram o volume útil do lago da barragem de Sobradinho. O Reservatório de Sobradinho é considerado um dos maiores do País, e o mais importante para a região Nordeste deve ultrapassar os 80% de sua capacidade de volume útil esta semana.

Desde 2012, Sobradinho não chega a esse nível de armazenamento de água, o que representa uma recuperação após oito anos de seca na Bacia Hidrografia do Rio São Francisco...

Alerta aos ribeirinhos: vazão do São Francisco vai dobrar nesta quarta-feira (01/04)

A Chesf emitiu comunicado alertando as comunidades ribeirinhas para o aumento da vazão do Rio São Francisco. Segundo a estatal, por conta do grande volume d’água no Reservatório de Sobradinho (BA), a Hidrelétrica de Xingó vai operar, a partir de hoje, com uma vazão média diária 1.100 m³/s.

A Chesf orienta as pessoas para não ocuparem áreas ribeirinhas situadas na calha principal do Rio...

Meio Ambiente: Comitê teme que chuvas e aumento da vazão levem lama de Brumadinho para o Rio São Francisco

O medo continua a navegar nas águas do Paraopeba, afluente do Rio São Francisco tragicamente degradado pelo rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ao participar de encontro em Três Marias, na Região Central de Minas Gerais, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, Marcus Vinícius Polignano, disse temer, que com a chegada das fortes chuvas, o escoamento da pluma (restos de rejeitos de minério) barrada na Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo, entre Pompéu e Curvelo, em direção ao Velho Chico. 

“Desde o ano passado, já alertamos as autoridades federais, mas até hoje, nada. Estamos preocupados que os sedimentos sejam revolvidos e levados pelo rio”, afirmou o também presidente do Projeto Manuelzão, da Universidade Federal de Minas Gerais...

HIDRELÉTRICA DE XINGÓ TEM AUMENTO DA VAZÃO PARA MELHORAR CONDIÇÕES DAS ÁGUAS DO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO

O reservatório de Xingó (AL/SE), no rio São Francisco, passou a liberar uma vazão no patamar de 800 metros cúbicos por segundo, desde sábado, 11 de janeiro, em vez dos 700m³/s que vinha sendo praticados desde o fim do ano passado. A medida busca garantir mais água para atendimento dos usos múltiplos do recurso no Baixo São Francisco e melhorar as condições da água no baixo São Francisco.

Pela proposta, este novo patamar de operação de Xingó, a ser praticado pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), será mantido se as projeções para o reservatório de Sobradinho (BA) continuarem apontando um volume útil superior a 55% no fim de maio deste ano. Caso contrário, as defluências de Xingó poderão ser revistas. ..

Contra avanço de manchas de petróleo, governo analisa aumentar vazão de usinas para tentar proteger o Rio São Francisco

Técnicos que monitoram o avanço das manchas de petróleo no Nordeste analisam a possibilidade de aumentar a vazão das usinas hidrelétricas do Rio São Francisco para evitar que o óleo avance para dentro do curso de água. O material já foi encontrado na foz do rio, na divisa de Alagoas e Sergipe.

Como a água do mar avança diversos quilômetros rio adentro nos horários de baixa, a ideia é liberar maior volume das hidrelétricas para evitar esse deslocamento. Ontem sexta-feira, 11, numa sala de acompanhamento da operação do Sistema Hídrico do Rio São Francisco teve uma reunião extraordinária na sede da Agência Nacional de Águas (ANA), e por videoconferência, para discutir o assunto...

Nova vazão para a bacia do São Francisco garante melhor qualidade da água e condições de recuperação do ecossistema

A nova resolução da Agência Nacional de Águas (ANA), que fixa o novo patamar de vazão defluente dos reservatórios, entrará em vigor no próximo dia 1º. A informação foi confirmada durante a videoconferência promovida pela agência federal nesta segunda-feira (22 de abril) e garante melhores condições para os usos múltiplos das águas do Rio São Francisco, melhor qualidade da água e um alívio para o ecossistema, tão castigado nos últimos anos em virtude da seca severa que atingiu a sua bacia.

A nova resolução garante uma defluência mínima de 800 metros cúbicos por segundo (m³/s) no Baixo São Francisco até o final de novembro, e estabelece limites mínimos para os reservatórios, ou seja, 20% para o de Sobradinho, na Bahia e de 30% para Três Marias, em Minas Gerais. “Mas, a depender de alteração nas condições da bacia, esses percentuais podem ser alterados para baixo”, alertou o superintendente de Operações e Eventos Críticos da ANA, Joaquim Gondim. O documento que começa a vigorar no início de maio foi construído com uma ampla participação, a exemplo do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), universidades, sistema elétrico, governos estaduais, entre outros...

Nova resolução fixa índice maior de vazão do São Francisco a partir de maio

As condições hidrológicas e meteorológicas na bacia do Rio São Francisco melhoraram consideravelmente, em comparação com os últimos seis anos. O resultado será a entrada em vigor da nova resolução que estabelece uma vazão mínima defluente de 800 metros cúbicos por segundo (m³/s) a partir de 1º de maio até 30 de novembro, o que compreende o período seco na bacia. A notícia tem um impacto positivo, tanto para o ecossistema, quanto para o setor de abastecimento público, visto que a qualidade da água deverá melhorar consideravelmente, mantendo os reservatórios em níveis confortáveis.

As informações quanto a entrada em vigor da nova resolução foram transmitidas na manhã desta segunda-feira (8 de abril), durante videoconferência promovida pela Agência Nacional de Águas (ANA), transmitida para os estados da bacia. O superintendente de Operações e Eventos Críticos da agência federal, Joaquim Gondim, informou que o anúncio sobre a medida será feito oficialmente no dia 30 de abril, também por videoconferência. As informações foram avaliadas como muito positivas pelo presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda...

ANA e Ibama vencem ação judicial que mantém redução da vazão do rio São Francisco

Por decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), estão mantidas as resoluções e autorizações especiais concedidas pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para reduzir a vazão mínima defluente do reservatório da usina hidrelétrica de Xingó (AL/SE), na calha do rio São Francisco, de 1.300 para 900 m³/s. A decisão judicial foi tomada em julgamento na semana passada.

A ação civil pública foi ajuizada pelas colônias de pescadores de seis municípios sergipanos – Neópolis, Propriá, Gararu, Amparo do São Francisco, Ilha das Flores e Pacatuba – com a finalidade de anular as resoluções e autorizações especiais emitidas pela ANA e pelo Ibama para redução da vazão de água liberada pelo reservatório de Xingó...

Rio São Francisco: Com falta de chuvas barragem de Sobradinho está com 36,21% de volume útil

A agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília (DF), na qual são analisadas as condições hidrológicas da bacia do Rio São Francisco apresentou informações sobre a precipitação hídrica na bacia do Rio São Francisco. De acordo com a apresentação feita pela equipe técnica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o mês de janeiro apresentou uma precipitação considerada crítica e a tendência durante este mês de fevereiro e março deve ser de alerta. 

Diante desse cenário, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresentou as premissas de operação dos reservatórios instalados na bacia do São Francisco. De acordo com os estudos, a vazão defluente em Três Marias (MG) deve se manter em 150 metros cúbicos por segundo (m³/s); de 844m³/s em Sobradinho, na Bahia, e reduzida em Xingó (AL), do patamar atual, de 800m³/s para 700 m³/s. ..

Chuvas: Precipitação hídrica do mês de janeiro foi considerada crítica; a vazão de Sobradinho está em 844m³/s

Durante a reunião promovida na segunda-feira (04 de fevereiro) pela Agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília (DF), na qual são analisadas as condições hidrológicas da bacia do Rio São Francisco foram apresentadas informações sobre a precipitação hídrica na bacia do Rio São Francisco. 

De acordo com a apresentação feita pela equipe técnica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o mês de janeiro apresentou uma precipitação considerada crítica. ..

Juazeiro: Pescadores e barqueiros comemoram aumento da vazão do Rio São Francisco

A vazão defluente no Baixo São Francisco será elevada a partir desta quinta-feira (11 de janeiro) do patamar atual de 700 metros cúbicos por segundo (m³/s) para 800 m³/s. 

O presidente da Associação dos Pescadores da Ilha do Fogo, Tadeu Reis comemora a decisão. "Desde ontem 10, já começamos a perceber a elevação do nível das águas do Rio São Francisco. Isto é muito bom, a primeira riqueza é a limpeza que a força das águas faz para o Rio."..

Vazão do Baixo São Francisco será elevada nesta quinta (10)

A vazão defluente no Baixo São Francisco será elevada a partir desta quinta-feira (10 de janeiro) do patamar atual de 700 metros cúbicos por segundo (m³/s) para 800 m³/s. A decisão foi anunciada na manhã desta segunda-feira (7 de janeiro), durante reunião promovida pela Agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília (DF), e transmitida por videoconferência para os estados da bacia.

O aumento da vazão que estava previsto para acontecer a partir do dia 22, mas foi antecipado em atendimento ao pedido formulado pela prefeitura de Penedo (AL), com vistas a garantir a navegabilidade durante a festa centenária de Bom Jesus dos Navegantes. O governo de Sergipe, que já vinha pleiteando a elevação da defluência, também ficou satisfeito com a medida...

Rio São Francisco se encorpa e mostra pujança momentânea. Confira as imagens

As chuvas que caíram ao longo da calha do Rio São Francisco, de Minas à Bahia, já permitem uma segurança hídrica para os próximos meses e o nível da barragem de Sobradinho chegou ao patamar de  40% da sua capacidade de armazenamento, nos últimos dias...

Barragem de Sobradinho deve atingir o volume de água de 30,28% até a próxima sexta-feira (23)

Sob a pior seca na Bahia das últimas sete décadas, o reservatório de Sobradinho, chega atinge nesta terça-feira (20), o volume em torno de 28,84%. Estes dados do Sistema Nacional Elétrico e  fazem parte das previsões de cotas e vazões do volume de água compreendidos entre os dias 16 a 23 de março de 2018.  

As chuvas que cairam na Bacia do Rio São Francisco nos últimos dias, no norte de Minas Gerais, contribuem positivamente com o nível das águas da barragem entre Três Marias(MG) e Sobradinho/Bahia. Ainda em alerta máximo, a região que envolve o reservatório está no período de chuva, que deve durar até maio de 2018...

CHESF mantém vazão mínima autorizada de 550 metros cúbicos por segundo, a partir do Reservatório de Sobradinho

Desde o período úmido 2012/2013, a Bacia do Rio São Francisco vem vivenciando longa estiagem, o que motivou a Agência Nacional de Águas - ANA e o IBAMA autorizarem a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), em abril de 2013, a reduzir, gradativamente, em caráter temporário, a vazão de restrição mínima dos reservatórios de Sobradinho e Xingó, de 1.300 metros cúbicos por segundo (m3/s) para 550 m3/s.

Em maio do ano passado, a ANA e o Ibama autorizaram a Chesf a reduzir a vazão dos reservatórios de 600 m³/s para 550 m³/s. A Companhia faz essa operação de forma a adequar as necessidades dos múltiplos usos. Todas as empresas de abastecimento de água estão informadas da vazão atual autorizada...

Agência Municipal do Meio Ambiente alerta para impactos ambientais com baixa vazão do Rio São Francisco

O maior reservatório do Nordeste, o lago de Sobradinho, na Bahia, teve a vazão reduzida para 550 metros cúbicos de água por segundo. Com um menor volume de água sendo liberado, pesquisadores da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), em parceria com a Marinha do Brasil, estão fazendo uma análise sobre os impactos que essa redução pode ocasionar no Rio São Francisco. A ação faz parte do Projeto Orla Nossa, desenvolvido pela Prefeitura de Petrolina.

Ao percorrerem todos os trechos da Orla I e II, as equipes perceberam a extensão dos impactos ambientais e na navegabilidade nessas áreas causados pela baixa vazão. De acordo com diretor de Projetos da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), Victor Flores, quem navega pelo Velho Chico deve redobrar a atenção. "Nossa análise visa, também, averiguar como está o assoreamento nessas áreas. Há locais no meio do Rio São Francisco que a profundidade chega a 50 cm. Quem navega por aqui, deve prestar mais atenção para riscos de acidentes, até que a vazão aumente", alerta...

Rio São Francisco: volume da barragem de Sobradinho atinge 11,73% nesta quarta-feira (17)

A barragem de Sobradinho atinge  nesta quarta-feira (17), o volume de 11,73%. Apesar de ter subido de nível a barragem de Sobradinho, Bahia, continua merecendo o "olhar crítico e de bom senso para não desperdiçar e economizar água". O reservatório opera com 600 metros cúbicos de água por segundo e ambientalistas continuam alertando que isto representa uma das menores vazões  desde a construção da barragem há 39 anos.

O registro de chuvas no chamado período úmido na bacia do rio São Francisco deixou os técnicos animados, mas ainda preocupados. Apesar do registro de chuvas na bacia, a palavra de ordem é manter a prudência com vistas a garantir os níveis dos reservatórios instalados na bacia hidrográfica do Rio São Francisco...

Vazão de água da transposição do Rio São Francisco para a Paraíba deve dobrar, diz Aesa

O volume da vazão de água do Rio São Francisco para o açude de Boqueirão, na Paraíba, deve dobrar até o fim do mês de janeiro, informou nesta terça-feira (16) a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). Durante visita técnica ao sistema do Eixo Leste da transposição, os técnicos constataram que a estação de bombeamento vem funcionando com apenas um aparelho. Uma segunda bomba de captação está em ajuste para começar a funcionar em breve.

Na manhã desta terça-feira (16), a vazão que chegava ao Portal das Águas, na cidade de Monteiro, era de 3,78 metros por segundo. A plataforma localizada no açude São José 2, em Monteiro, apresentava vazão de 3,67 m³/s. A medição em Sumé era de 2,75 m³/s. Já na cidade de Caraúbas, era de 2,71 m³/s e, em São Domingos do Cariri, 2,36 m³/s...

CHESF EXPLICA ELEVAÇÃO DO NÍVEL DAS ÁGUAS DO RIO SÃO FRANCISCO EM PIRANHAS, ALAGOAS

O problema de elevação do nível do Rio São Francisco no último final de semana, em Piranhas, Alagoas, que causou vários prejuízos no local, foi provocado pela abertura espontânea de uma comporta da Usina Hidrelétrica de Xingó, após a mesma funcionar de forma semiaberta. A explicação é do diretor de Operações da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), João Henrique de Araújo Franklin Neto, durante reunião promovida segunda-feira (8) pela Agência Nacional de Águas (ANA) e transmitida por videoconferência para os estados da bacia do chamado rio da integração nacional.

De acordo com explicações do diretor da Chesf, a empresa recebeu uma solicitação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) na sexta-feira da semana passada, dia 5, para a elevação do nível do reservatório de Itaparica, em Pernambuco, com a entrada em operação de quatro geradores em Paulo Afonso e um outro em Xingó, para suprir a deficiência na geração de energia através do processo eólico. “Às 21h da sexta-feira, foi elevada a geração, com início de operação da segunda turbina”, explicou ele, sem revelar para qual patamar foi elevada a vazão do rio. “E à 1h da manhã, reduzimos para a defluência atual, de 550 metros cúbicos por segundo [m³/s]”, complementou João Henrique...