RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 3 registros para a palavra: servidores saude

SINTRAB Saúde volta a se manifestar sobre atraso de salários; Sesau de Juazeiro diz que pagamento foi realizado

O Sindicato dos Trabalhadores na Saúde da Prefeitura de Juazeiro (SINTRAB/Saúde) voltou a emitir uma nota pública sobre o atraso do salário referente ao mês de outubro, dos servidores. O órgão disse que após as manifestações nos grupos, e convocação do SINTRAB/Saúde, com movimento de servidores de todas as categorias da SMS, houve uma conversa com a chefia de gabinete da Prefeitura Municipal.

"Fomos convocados pelo sr Ciro, chefe de gabinete, que esclareceu que hoje pela manhã que foi encontrada uma forma de adiantar o salário dos efetivos e concursados, tratando com outra verba que depois devolveria. Posteriormente chamou o secretário de Saúde para tratar [de outros assuntos], uma vez que o assunto não era APENAS esse atraso no pagamento desse mês", diz a nota...

Servidores da Saúde de Petrolina voltam a ter férias integrais

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp),  solicitou à Secretaria de Saúde do município, férias integrais para os servidores que, desde  o início da pandemia do coronavírus, estão com  o período de descanso limitado. Com a estratégia do município de enfrentamento à Covid-19, as férias foram suspensas em 2020 e parte de 2021. 

Depois do avanço na vacinação da população, da redução no número de casos da doença e queda na taxa da ocupação de leitos, o Sindsemp solicitou através de ofícios encaminhados em 2020 e 2021 à Secretaria de Saúde, a retomada do período de 30 dias de férias para servidores e servidoras. ..

Desembargador determina retorno imediato dos servidores da saúde de Juazeiro ao trabalho

Uma decisão do desembargador Ivanilton Santos da Silva determina o retorno imediato dos servidores municipais da Saúde de Juazeiro, no Sertão do São Francisco. A liminar aceita, publicada nesta terça-feira (12) no Diário da Justiça Eletrônico, estabelece multa diária de R$ 50 mil em caso de desobediência do sindicato que representa os grevistas [Sintrab].

Os profissionais da saúde ligados ao Sintrab fizeram paralisações de advertência em julho e greve, em agosto. Entre os problemas reclamados, estão a falta de condições de trabalho e de segurança nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs)...