RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 52 registros para a palavra: pazuello

Pazuello sofre acidente de moto e está internado no Rio de Janeiro

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello sofreu um acidente de moto no Rio de Janeiro no fim da noite desta sexta (24). O general foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e conduzido ao Hospital Central do Exército.

Ele passou por uma cirurgia no tórax, pois quebrou algumas costelas. Pazuello está em estado de observação e, segundo fontes do Exército, não corre risco de morte...

Ex-ministro Eduardo Pazuello sofre acidente de moto no Rio

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, general do Exército, sofreu um acidente nesta sexta-feira (24), no Rio de Janeiro.

De acordo com as informações, confirmadas pelo  Comando Militar do Leste (CML), o general teia caido de uma moto na Avenida Paulo de Frontin, na Zona Norte...

Pazuello diz à PF que Bolsonaro lhe pediu para apurar denúncia sobre Covaxin

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou à Polícia Federal que o presidente Jair Bolsonaro lhe orientou de modo informal a apurar as denúncias de corrupção no contrato do ministério com a Covaxin para aquisição de vacinas. A versão apresentada por ele aos policiais é a mesma dada pelo presidente. Todos os detalhes do depoimento do ex-ministro foram adiantados pela analista Basília Rodrigues na manhã desta quinta-feira (29)

Pazuello disse ainda que pediu ao então secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, que apurasse eventuais irregularidades e que lhe disse dias depois que não havia nada irregular...

Após vazamento de vídeo, Pazuello estaria desconfiado de traição

A divulgação do vídeo em que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello aparece ao lado de vendedores de vacinas (assista abaixo) negociadas mais caras do que as oferecidas no mercado, gerou suspeitas de Pazuello e seu entorno de que o vazamento teria partido de algum ex-assessor da equipe que o acompanhava no Ministério da Saúde. 

Pazuello aparece à vontade na polêmica imagem, que veio a público, de acordo com a CPI da Pandemia, graças a um informante. O vídeo foi publicado pela "Folha de S.Paulo" na segunda-feira (12) e confirmado pela CNN. A situação coloca dúvidas sobre o que o ex-ministro vem dizendo: que não participou de reuniões com empresários, como forma de não sofrer interferências indevidas e proteger seu papel na tomada da decisão final. Até então, a responsabilidade pela negociação dos contratos recaía sobre o ex-secretário executivo da pasta, Élcio Franco...

MPF avalia como "imoral e antiética" gestão de Pazuello na pandemia

O Ministério Público Federal (MPF) considera que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello agiu deliberadamente para retardar o contrato com a Pfizer para aquisição de vacinas contra a covid-19.

A conclusão faz parte da ação de improbidade administrativa aberta na semana passada contra o general pela Procuradoria da República no Distrito Federal. Na visão dos procuradores, as restrições do governo às cláusulas contratuais não tinham nenhum respaldo “fático e/ou jurídico”...

Ex-secretário de Saúde do Amazonas contradiz Pazuello sobre crise do oxigênio

A CPI da Pandemia ouviu nesta terça-feira (15), em sua 20.ª sessão, o depoimento do ex-secretário de Saúde do estado do Amazonas Marcellus Campêlo.

Durante a oitiva, Campêlo contou que avisou ao então ministro da Saúde Eduardo Pazuello sobre a falta de oxigênio no Amazonas em 7 de janeiro, oficializou o alerta no dia 9 e comunicou o general pessoalmente no dia 10. Pazuello, no entanto, disse à CPI que só foi contatado no dia 10. Já à Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-ministro afirmou que soube do caso no dia 8...

STF mantém quebra de sigilo telefônico de Pazuello e Ernesto Araújo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski decidiu neste sábado (12) manter as quebras de sigilo telefônico e telemático do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, do ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Mayra Pinheiro.

Os pedidos foram aprovados nesta semana durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia de Covid-19. Para os casos, o magistrado afirmou na decisão que as quebras de sigilo "guardam plena pertinência com o escopo da investigação", e a princípio, não se mostram abusivas ou ilegais, conforme apontado pelas defesas...

CPI da Covid-19 aprova quebra de sigilos de Pazuello, Ernesto Araújo e de secretários do Ministério da Saúde

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 aprovou nesta quinta-feira (10) uma série de requerimentos que pediam a transferência do sigilo telefônico e telemático de alvos da investigação. Também foram aprovadas as transferências de sigilo bancário e fiscal de empresas de publicidade.

A transferência do sigilo telefônico inclui o registro e a duração de todas as ligações feitas e recebidas conforme período delimitado pelos senadores...

Exército alega 'informação pessoal' e impõe sigilo de até 100 anos a processo que absolveu Pazuello

O Exército decidiu impor um sigilo de até cem anos ao processo disciplinar que resultou na absolvição do general da ativa Eduardo Pazuello. A manifestação da Força a favor de deixar o procedimento em segredo por até um século foi feita na segunda-feira (7).

O ex-ministro da Saúde participou de um ato político no último dia 23: ele subiu a um palanque onde estava Jair Bolsonaro e fez um discurso exaltando o presidente, após um passeio de moto com apoiadores no Rio de Janeiro...

Pazuello é nomeado para cargo no Palácio do Planalto

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi nomeado para exercer o cargo de secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. A nomeação consta no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (1º) e foi antecipada pelos analistas Thais Arbex e Gustavo Uribe, da CNN. 

O general da ativa, que deve ser reconvocado pela CPI da Pandemia, responde a um procedimento disciplinar no Exército por ter participado de um protesto em apoio ao presidente sem ter solicitado autorização prévia. A tendência é de que ele receba uma punição de advertência...

CPI da Covid convoca nove governadores e aprova novos depoimentos de Pazuello e Queiroga

A CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira (26) a convocação de nove governadores, um ex-governador e uma vice-governadora para prestarem depoimento na comissão.

A Comissão também aprovou nesta quarta-feira (26) a reconvocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, do ex-chefe da pasta, Eduardo Pazuello...

Para Vice Presidente, Pazuello deve ser punido pelo Exército após ida a ato político com Bolsonaro

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda-feira (24) que o general da ativa Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, deve ser punido pelo Exército por ter participado no domingo (23) de uma manifestação política ao lado do presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro.

Para atenuar a punição, que pode ir de uma advertência à prisão, Mourão, que é general da reserva, disse que Pazuello pode solicitar sua aposentadoria ao Exército...

Pazuello pediu reconvocação à CPI ao participar de ato, diz senador Otto Alencar

Em entrevista à CNN, o senador Otto Alencar (PSD-BA) afirmou que o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, "pediu" para ser reconvocado à CPI da Pandemia ao participar de ato ao lado do presidente Jair Bolsonaro neste domingo (23). "Ele pediu para ser reconvocado, e será, sim", disse ele, que é membro titular da Comissão. 

"Realmente, é um fato lamentável um general do Exército, da ativa, ter um comportamento dúbio como tem Eduardo Pazuello. Na CPI, ele foi de máscara, defendeu a máscara, e hoje, a convite do chefe, que comanda ele, naquele palpite infeliz 'um manda e outro obedece', vai para a reunião e tira a máscara", afirma...

Exército deverá pedir explicações a Pazuello por ida a ato com Bolsonaro

O Exército Brasileiro deverá pedir explicações ao ex-ministro da Saúde e general da ativa Eduardo Pazuello por sua participação em uma manifestação com o presidente Jair Bolsonaro na manhã deste domingo (23) no Rio de Janeiro.

Pazuello, de acordo com fontes das Forças Armadas, não pediu autorização ao Comando do Exército para ir ao ato. A avaliação na força é de que sua participação fere o Regulamento Disciplinar do Exército, que prevê punição caso para quem "manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária"...

CPI pode quebrar sigilos de Pazuello e superintendente. Sessão será reiniciada amanhã (20)

O vice-presidente da CPI da Pandemia, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), pediu em requerimento a quebra dos sigilos bancário, fiscal e de comunicações do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. A medida tem a ver com denúncias de que o Ministério teria usado a pandemia como pretexto para contratar obras sem licitação.

A imprensa apontou nesta semana que o Ministério da Saúde reformou prédios no Rio de Janeiro através de contratos emergenciais, que teriam sido acionados mediante justificativa de que atendiam obras urgentes para o combate à pandemia. As obras somaram R$ 29 milhões, segundo a denúncia. A Advocacia-Geral da União (AGU) não aprovou as dispensas de licitação...

Pazuello diz que seguiu Conselho Federal de Medicina em nota técnica sobre cloroquina

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou nesta quarta (19) que se limitou a pedir uma nota técnica orientando como proceder a indicação de uso de hidroxicloroquina no combate à Covid-19 porque os médicos estavam fazendo recomendações "off label", ou seja, fora das diretrizes aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Pazuello afirmou ainda que seguiu o CFM (Conselho Federal de Medicina) ao elaborar orientação sobre a droga. "Os médicos estavam usando off label. Senhores, o Ministério da Saúde tinha uma nota para usarem cloroquina na fase em que estava morrendo gente...

Pazuello depõe na CPI da Pandemia. Assista aqui

A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira (19) o ex-ministro Eduardo Pazuello, o depoimento é o mais aguardado da comissão. Pazuello deve ser questionado sobre colapso no Amazonas, atraso de vacinas e cloroquina.

O general chefiou o Ministério da Saúde entre maio de 2020 e março de 2021, e foi citado por várias testemunhas na CPI...

CPI da Covid ouve ex-ministros Ernesto Araújo e Eduardo Pazuello nesta semana

Na terceira semana de depoimentos, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouve dois ex-ministros do governo Jair Bolsonaro: Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Eduardo Pazuello (Saúde). Os dois são considerados peças-chave para esclarecer a condução do governo federal no enfrentamento da crise sanitária da Covid-19. 

Agendada para quarta-feira (19), às 9h, a audiência de Pazuello é a mais esperada. Dos quatro ministros que comandaram o Ministério da Saúde durante a pandemia, Pazuello foi o que ficou mais tempo no cargo...

Renan acredita que habeas corpus de Pazuello não vai impedir esclarecimentos na CPI

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, acredita que o habeas corpus concedido ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello não vai impedir o esclarecimento de informações. O general foi o ministro que passou mais tempo à frente do Ministério durante a pandemia.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu habeas corpus a Eduardo Pazuello na sexta-feira (14) para que o ex-ministro tenha o direito de ficar em silêncio na CPI da Covid sempre que entender que não precisa responder a perguntas dos senadores. O magistrado tomou a decisão após pedido feito pela Advocacia-Geral da União...

Pazuello vai responder todas perguntas da CPI, diz advogado

O relator da CPI da Pandemia, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou à CNN que a disposição do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de agora responder a tudo que não o incrimine garante novas revelações à CPI. "A semana promete ainda mais que as anteriores", se referiu ao depoimento marcado para esta quarta-feira (19).

À CNN, o advogado de Pazuello, Zozer Hardmann, confirmou neste sábado que Pazuello irá responder a todas as perguntas da comissão. De um lado, apoiadores de Pazuello acreditam que a decisão do ministro Ricardo Lewandoski, do STF, que o autoriza a ficar calado, se quiser, assegura ao ex-ministro que ele não será preso, caso se esquive de algum questionamento...