RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 189 registros para a palavra: impeachment

Lira diz ao STF que impeachment de presidente é “solução extrema”

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse ao STF que o impeachment de um presidente da República é uma “solução extrema” e que o “primeiro juiz de autoridades eleitas numa democracia deve ser sempre o voto popular”.

Na manifestação recebida pelo STF nesta sexta (15), Lira disse que “não há que se falar em prazo determinado em sede constitucional para que denúncia por crime de responsabilidade imputada ao Presidente da República seja examinada pela Presidência da Câmara dos Deputados”...

STF decidirá presencialmente prazo para Lira analisar impeachment de Bolsonaro

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu nesta sexta-feira (10) o julgamento em plenário virtual sobre a determinação de prazo para o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), analisar pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O tema foi retirado de pauta após um pedido de destaque do ministro Ricardo Lewandowski. Com isso, o caso deverá ser analisado no plenário físico da Corte em data a ser definida pelo presidente do STF, Luiz Fux...

Mourão diz que não ‘há clima’ para impeachment e evita comentar falas de Bolsonaro

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quarta-feira (8) que não “há clima” para o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A fala do vice acontece após as manifestações de 7 de Setembro, que ocorreram em diversas capitais e no Distrito Federal.

Mourão, no entanto, não comentou as falas de Bolsonaro em Brasília e em São Paulo durante os atos...

À PF, Carla Zambelli defende impeachment de ministros do STF e critica Moraes

Em depoimento prestado à Polícia Federal neste domingo (5), e ao qual a CNN teve acesso, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disse ser “legítimo a remoção de representantes de Poderes” e criticou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes ao dizer que ele “ultrapassou os limites legais com suas decisões”.

A deputada disse ainda ser “legítima a ‘remoção’ de quaisquer dos representantes dos Poderes constituídos segundo os mecanismos previstos na Constituição Federal”, citando ainda como exemplo o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff...

Bolsonaro flerta com 'golpe dentro do golpe', diz Dilma 5 anos após impeachment

A atual crise política no país, sob gestão Jair Bolsonaro, é um desdobramento do processo de impeachment ocorrido em 2016, afirma a ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Nesta terça-feira (31) são completados cinco anos do impedimento que tirou a petista do poder sob acusação de pedaladas fiscais -e com grande mobilização nas ruas em meio à impopularidade de Dilma e à crise econômica...

‘Não há previsão de análise de impeachment de ministro’, afirma Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse nesta segunda-feira (23) que não há previsão para analisar o o pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. 

“Deve-se levar em conta os aspectos políticos do pedido de impeachment, mas sobretudo a técnica e os aspectos jurídicos. Existe uma lei que que estabelece um rol taxativo do que pode ser uma situação de impeachment, e é essa avaliação que será feita pela presidência do Senado Federal, à luz do que a lei e a Constituição determinam, e é isso o que eu farei como presidente do Senado”...

STJ vê com preocupação pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes

O Superior Tribunal de Justiça (STJ)  afirmou que vê com “preocupação” o pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, enviado pelo Planalto na última sexta (20).

“O Superior Tribunal de Justiça vem a público expressar sua preocupação com o pedido de impeachment apresentado contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, no pleno exercício de suas atribuições constitucionais”, afirma a nota...

Em nota, STF repudia pedido de impeachment e diz aguardar de forma republicana decisão do Senado

O Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou ontem sexta-feira (20) uma nota de repúdio após o presidente Jair Bolsonaro ter protocolado no Senado um pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes. O mandatário já relatou que também entrará com o pedido contra o ministro Luís Roberto Barroso.

Segundo a Corte, as críticas contra o inquérito de fake news ao qual Bolsonaro foi incluso, assim como os ataques a autoridades já foram decididas  pelo plenário da Casa e deveriam ser rebatidos nos meios processuais cabíveis...

Planalto protocola pedido de impeachment de Alexandre de Moraes no Senado

O Palácio do Planalto protocolou o pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes nesta sexta-feira (20).

Como o presidente Jair Bolsonaro e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), estão fora de Brasília, não houve a entrega formal do documento pelas autoridades. ..

Cármen Lúcia rejeita ação que tentava obrigar Lira a analisar impeachment de Bolsonaro

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia rejeitou nesta quarta-feira (21) um pedido de integrantes do PT para obrigar o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a analisar um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

A ação faz referência especificamente a um pedido de impeachment protocolado por entidades da sociedade civil em maio de 2020. Na decisão, Cármen Lúcia apontou motivos processuais para rejeitar o pedido...

Superpedido de impeachment contra Bolsonaro é protocolado

Um grupo amplo composto por parlamentares, líderes sociais, partidos políticos, movimentos populares e coletivos protocolou nesta quarta-feira (30) um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), reunindo argumentos de outros de 122 pedidos já apresentados à Presidência da Câmara dos Deputados, atualmente ocupada por Arthur Lira (PP-AL), aliado de Bolsonaro.

O pedido de impeachment é fruto de negociações entre autores de pedidos anteriormente protocolados e cita uma série de supostos crimes de responsabilidade cometidos pelo presidente da República...

Oposição se mobiliza e mira impeachment após citação a líder do governo

Após o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), entrar no centro das apurações da CPI da Covid no Senado sobre supostas irregularidades na compra da Covaxin, a oposição quer paralisar votações no Congresso.

Líderes do centrão, no entanto, dizem que ainda não há clima para travar debates, e esperam desdobramentos das acusações apresentadas pelo servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda e seu irmão, o deputado Luis Miranda (DEM-DF)...

Wilson Witzel já tem votos para sofrer impeachment em tribunal do Rio

Wilson Witzel já tem votos suficientes para sofrer impeachment no Tribunal Especial Misto. Até o momento, o placar é de 8 a 0. O mínimo de votos necessários para o impedimento do governador era sete.

Com o impeachment do ex-juiz, o governador interino Cláudio Castro (PSC), vice-governador eleito na chapa do então titular em 2018, será efetivado no cargo. Sua posse, no entanto, depende de a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) ser notificada da decisão pelo TJ, para marcar a cerimônia, que pode ocorrer já neste sábado (1º)...

Após vazamento de conversas, Mourão vai demitir assessor que tratou de impeachment de Bolsonaro

O vice-presidente Hamilton Mourão decidiu demitir o chefe de sua assessoria parlamentar, Ricardo Roesch Morato Filho, após o site O Antagonista publicar mensagens em que o servidor fala com o chefe de gabinete de um deputado federal sobre articulações no Congresso para um futuro impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, aos colegas, Ricardo disse ser vítima de uma “armação”. Na conversa publicada pelo site, um contato com o nome de Ricardo Roesch envia mensagens a um interlocutor identificado como chefe de gabinete de um parlamentar...

Movimentos de direita pedem impeachment de Bolsonaro

Movimentos ligados à direita, como MBL (Movimento Brasil Livre) e Vem Pra Rua, fizeram carreatas e usaram as redes sociais para pedir a saída do presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) 

“Carreata gigantesca contra Bolsonaro hoje. Um dos maiores estelionatos eleitorais da história. O povo merece mais do que isso.”, escreveu o perfil do MBL no Twitter...

Carreata em Petrolina, Recife Juazeiro e Salvador pede impeachment de Bolsonaro e vacinação para todos

Dezenas de manifestantes e veículos se reuniram, na manhã deste sábado (23), na orla 1, em Petrolina, e ruas centrais de Juazeiro para carreata pedindo o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e a vacinação para toda a população brasileira...

Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) reclama das “iniciativas que buscam o impeachment” de Bolsonaro

Líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) reclamou das “iniciativas que buscam o impeachment” do presidente Jair Bolsonaro, algumas das quais tocadas por aliados da própria sigla na eleição de Baleia Rossi (MDB-SP) na Câmara Federal. 

“As críticas à atuação do governo e ao presidente da República frente à pandemia são parte do processo democrático e devem ser ouvidas, mas alimentar iniciativas que buscam o impeachment é um desserviço ao país“, disse...

Câmara dos EUA aprova impeachment de Trump

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou o impeachment do presidente Donald Trump nesta quarta-feira (13). O resultado já era esperado, uma vez que a Casa tem maioria democrata. Agora, o afastamento definitivo de Trump depende do Senado, onde são necessários dois terços dos votos.

Como o Senado está em recesso e Trump deixa o cargo no próximo dia 20, a definição não tem data para acontecer. Foram 231 votos a favor do impeachment e 197 votos contra. O pedido formal de abertura do processo foi apresentado na segunda-feira (11) e colocou Trump, pela segunda vez em seu mandato — e a sete dias de sair da Casa Branca — sob o risco de ser removido do cargo. ..

Gleisi critica Baleia Rossi por 'fechar possibilidade' de impeachment: 'Perderá votos no PT'

Em meio à articulação das bancadas na corrida pela presidência da Câmara dos Deputados, a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), fez críticas ao candidato ao cargo Baleia Rossi (MDB-SP) por "fechar a possibilidade" de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. "Perderá votos no PT", publicou Gleisi no Twitter no último domingo (10).

"Dar resposta a crimes do Executivo é o item 3.6 do compromisso de Baleia Rossi com a oposição. Inclui analisar denúncias de crimes do presidente da República, mesmo que não haja acordo para aprovar impeachment. Ao negar o que tratamos e fechar essa possibilidade, Baleia perderá votos no PT", publicou a deputada na rede social...

Democratas preparam segundo pedido de impeachment de Trump

Parlamentares democratas da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos planejam apresentar acusações de má conduta contra Donald Trump na próxima segunda-feira (11), o que poderia levar ao segundo processo de impeachment do atual presidente americano. Com a maioria na Câmara, os democratas parecem determinados a fazer história: nenhum presidente norte-americano sofreu dois processos de impeachment antes.

Enquanto isso, Trump vai ficando isolado na Casa Branca. Sua conta no Twitter, considerada um dos principais veículos de comunicação do mandatário, foi banida permanentemente pela própria rede social. O Facebook também bloqueou o presidente americano. Não está claro, no entanto, se os parlamentares conseguiriam remover Trump do cargo, já que um processo de impeachment levaria a um julgamento no Senado, onde seus colegas republicanos detêm a maioria até dia 20 de janeiro...