RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 9 registros para a palavra: ferrovia transnordestina

Em nota oficial, bancada pernambucana condena decisão de ministro sobre conclusão da Ferrovia Transnordestina

A bancada de Pernambuco no Congresso divulgou nota criticando a afirmação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, de que o traçado da Ferrovia Transnordestina será entregue pela Concessionária somente até o Porto de Pecém, no Ceará.

Os parlamentares cobram a conclusão do trecho de ligação do projeto até o Porto de Suape, em Pernambuco...

Ministro da infraestrutura de Bolsonaro afirma que Pernambuco não terá Ferrovia Transnordestina; deputado contesta decisão

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, informou que o estado de Pernambuco não terá mais o ramal da Ferrovia Transnordestina, até o Porto de Suape, em live realizada pelo Jornal Valor. Na entrevista, Tarcísio Freitas disse que não há viabilidade para fazer a conexão da ferrovia até o Porto de Suape, por isso o governo deverá optar por construir somente o trecho da ferrovia Transnordestina até o Porto de Pecém, no Ceará.

"Foi um imbróglio que foi herdado, mais um problema de modelagem. Entendo que as duas 'pernas' não coexistem. Estou deixando claro para todo mundo que não tem demanda para o ramal de Pernambuco e para o ramal do Ceará", afirmou o ministro durante o evento realizado na última terça-feira (20). O comentário de Tarcísio não passou despercebido pelo deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), autor do Projeto de Lei que deu origem a Ferrovia Transnordestina, que lamentou o fato e afirmou ainda que vai reverter esta decisão...

Guilherme Coelho está animado com andamento das obras da ferrovia Transnordestina, sinalizado pelo ministro da Infraestrutura

Boas notícias para os produtores e exportadores de frutas do Vale do São Francisco foram anunciadas nesta segunda-feira (14), durante a visita do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, a Petrolina-PE. 

Em conversa com presidente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Guilherme Coelho, o ministro garantiu que as obras da ferrovia Transnordestina serão concluídas em breve...

Gonzaga Patriota reforça importância da retomada das obras da Ferrovia Transnordestina

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) reforçou a importância da retomada das obras da Ferrovia Transnordestina, proposta de sua autoria, e avaliou como positivo o encontro que aconteceu, na última quinta-feira (22), entre o governador de Pernambuco, Paulo Câmara e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para discutir a situação das obras da Transnordestina. 

O deputado relata que a Ferrovia Transnordestina começou a ser construída em junho de 2006, no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que deveria ter ficado pronta em 2016 e que esse atraso causa transtornos e frustrações para a população.

“A ferrovia, com quase 1.800 quilômetros, foi planejada para ligar três estados do Nordeste – Piauí, Pernambuco e Ceará – aos principais portos da região: Suape (PE) e Pecém (CE). A obra começou em 2006. Deveria ter ficado pronta em 2016. Esse é um projeto de grande dimensão. Essa obra paralisada deixa de gerar vários empregos, além de causar transtornos e uma certa frustração já que é um sonho da população”, disse Patriota...

Paradas, obras da ferrovia Transnordestina são retrato do descaso

O Fantástico,Programa Apresentado na Rede Globo mostrou semana passada, em rede nacional o descaso se encontra no município de Salgueiro, no sertão de Pernambuco. É ali, não muito longe do centro da cidade, que duas obras bilionárias, anunciadas como promessas de um desenvolvimento que ainda não veio, se entrelaçam. Os trilhos da ferrovia Transnordestina passam por sobre o canal da transposição do Rio São Francisco. Uma obra para integrar e fortalecer a economia do Nordeste. A outra, para vencer a seca. As duas orçadas em mais de R$ 20 bilhões. Ambas paradas.

No caso da Transnordestina, o problema é mais grave. De acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU), o contrato atual da obra previa que a ferrovia deveria ter sido concluída no fim de janeiro. Em uma década, no entanto, apenas 600 quilômetros de trilhos foram colocados de 1.753 da extensão total...

Senador Fernando Bezerra e Bancada do Nordeste questionam governo sobre Transposição e Ferrovia Transnordestina

Vice-líder do governo no Senado e ex-ministro da Integração Nacional (MI), Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) participou, nesta quarta-feira (18), de reunião da bancada de senadores do Nordeste com o novo ministro daquela Pasta, Antônio de Pádua Andrade. Os senadores questionaram o atual dirigente do MI sobre o andamento da Transposição do Rio São Francisco e a retomada das obras da Ferrovia Transnordestina.

"Estes são dois projetos fundamentais para o desenvolvimento econômico do Nordeste", destaca Fernando Bezerra, responsável pela execução de 22,1% das obras da Transposição no período em que foi ministro da Integração (2011-2013). Durante a audiência – conduzida pelo presidente em exercício do Senado, Cassio Cunha Lima (PSDB-PB) – os senadores também indagaram Antônio de Pádua sobre os projetos de abastecimento de água na Região Nordeste...

Governo vai liberar R$ 430 milhões para Ferrovia Transnordestina

O Governo Federal fechou a engenharia financeira que vai permitir a retomada imediata das obras da Ferrovia Transnordestina, cujo plano prevê 1.728 quilômetros interligando os estados do Piauí, Ceará e Pernambuco. Serão R$ 430 milhões, sendo R$ 300 milhões do Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor), administrado pelo Ministério da Integração Nacional, e mais R$ 130 milhões da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., órgão ligado ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Segundo o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, a primeira parte do valor a ser liberada pelo Finor será de R$ 152,7 milhões e permitirá a retomada das obras. Outros R$ 150 milhões estão condicionados à comprovação da execução dos serviços ao longo de 2017. Já os R$ 130 milhões da Valec estão previstos para investimentos no ano que vem. Helder Barbalho assinou nesta terça-feira (13), em Brasília, o documento que autoriza a liberação da primeira parte dos recursos por meio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB)...

Presidenta Dilma assina ordem de serviço de lote da ferrovia Transnordestina

Foi assinada nesta sexta-feira (28), em Fortaleza, ordem de serviço que dá início à construção do lote 4 do trecho entre Missão Velha (CE) e Pecém (CE) da Ferrovia Transnordestina. A assinatura ocorreu durante reunião da presidente Dilma Rousseff com empresários do Ceará.

A Transnordestina contribuirá para garantir mais competitividade para a produção brasileira e para a promoção do desenvolvimento da região Nordeste. Foto: divulgação TLSA..

ESPAÇO DO LEITOR: FERROVIA TRANSNORDESTINA - ONDE SERÁ RENTÁVEL?

Há quem diga ser a construção da ferrovia Transnordestina resposta a uma demanda da multinacional BUNGE ALIMENTOS, que está instalando um grande complexo agro-industrial no Piauí, mais precisamente no município de Uruçuí, que beneficiará  a soja produzindo óleo refinado, gorduras vegetais e rações  para animais. Como justificar vultosos investimentos, se a soja produzida no Piauí e Maranhão  de há muito é escoada através dos canais já existentes? Analisemos: Portos do Norte e Nordeste já respondem por 10% da produção desta leguminosa. São os seguintes os portos escoadores :  Região Norte – Itacotiara, no Amazonas e Santarém no Pará. No Nordeste - Complexo Portuário de S. Luís do Maranhão que, além de escoar soja do sul do estado, do norte do Tocantins, pequena safra do Pará, parte da soja produzida na Bahia e de Mato Grosso em torno de 75 mil toneladas, exporta ferro de Carajás. Segundo o Cepea(Centro de Pesquisa Avançado de Economia Aplicada), existe uma tendência de se aumentar o escoamento desta oleaginosa, através dos portos do Norte e Nordeste, uma vez ser notório o esgotamento da infraestrutura do Sul/Sudeste, alem do limite do calado nos portos das referidas regiões.

Além destes portos são também utilizados o Pecém no Ceará, e o acanhado porto Luís Correa, no Piauí - escoadores de parte da soja do Maranhão e do Piauí...