Foram encontrados 207 registros para a palavra: fake news

Idosos tendem a compartilhar mais "fake news", diz estudo

Pessoas acima de 65 anos de idade tendem a compartilhar mais fake news no Facebook do que os mais jovens, afirmaram cientistas nesta quinta-feira (10/01), com base num estudo publicado na revista Science Advances. Os pesquisadores das universidades Princeton e New York University analisaram os posts de quase 1.200 pessoas que concordaram em ceder seus dados na época da eleição presidencial americana, em 2016.

Eles compararam links que essas pessoas compartilharam no Facebook com várias listas de sites conhecidos por difundirem informações falsas, como denverguardian.com ou truepundit.com. O estudo concluiu que menos de 8,5% das pessoas compartilharam links de um desses sites de notícias falsas. Mas aqueles que o fizeram tendem a ser mais velhos e se identificam com o lado conservador do espectro político...

FAKE NEWS: ESTUDANTE É CONFUNDIDO COM ACUSADO DE APAGAR IMAGENS DO CASO BEATRIZ

Não bastasse a dor da família, dos amigos e da comoção que tomou conta de Juazeiro e Petrolina, o assassinato da garota Beatriz Angélica Mota continua em evidencia e fazendo novas vítimas.

Na noite desta quarta-feira (12), após o decreto da prisão preventiva do prestador de serviço da Escola Auxiliadora em que a menina Beatriz foi assassinada, pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, uma Fake News (Notícia Falsa) acabou envolvendo mais um jovem, estudante de engenharia civil da Univasf – Universidade Federal do Vale do São Francisco...

Secretário de comunicação nega parcelamento de salário dos servidores estaduais: "fake news"

"Não haverá parcelamento de salário, como alguns sites noticiaram e como algumas pessoas irresponsáveis e oportunistas estão espalhando em grupos de Whatsapp", afirmou o secretário estadual de Comunicação, André Curvello, nesta terça-feira (20). "Parece que as pessoas não desceram do palanque, não perceberam que o período eleitoral já acabou e continuam com a prática corrosiva das notícias falsas, que tomaram conta do nosso Brasil e também aqui da Bahia", acrescentou.

Curvello destacou que o Governo continua trabalhando com seriedade, de forma responsável, com consciência da gravidade da situação econômica pela qual o país passa. "Espalharam a falsa informação de que existe a possibilidade de parcelamento de salário dos servidores públicos. É preciso esclarecer que isso é uma mentira, isso é uma coisa nefasta, que beira o sórdido. Estamos atentos, vamos combater estas notícias e tomar as devidas providências legais para que os responsáveis por isso sejam identificados e devidamente tratados pela justiça", disse. Uma equipe técnica foi designada pelo Governador Rui Costa para estudar "medidas para fortalecer e manter a Bahia no equilíbrio, no lugar de destaque que ela se encontra", concluiu...

Júlia Elias: Em terra de fake news o jornalismo não possui morada

A primeira vez que escutei sobre a crise no jornalismo estava no segundo ano da faculdade, foi em 2014. O debate sondou o histórico da imprensa, o avanço das tecnologias que tirou o monopólio do impresso em conjunto com a decisão de que para ser jornalista não precisa, necessariamente, de um diploma em nível superior. A bomba estava prestes a explodir, sua fabricação estava sendo elaborada com calma, até que, o isqueiro se acendeu, este ano, com o período eleitoral.

O histórico da imprensa não é dos melhores. Quando se estuda algumas das teorias do jornalismo como gatekeeper, organizacional, e a agenda setting (relativizada nos últimos tempos pelas notícias falsas) mais outras questões como diagramação de jornais e elaboração de títulos de matérias, a imagem de um jornalismo imparcial, isento de opinião própria, que pauta os assuntos da sociedade de forma a servir o cidadão, já é desfigurada...

ARTIGO – UM PRESIDENTE “FAKE NEWS”?

Como a matéria de uma crônica é elaborada com a necessária antecedência, de forma a estar habilitada para a edição no horário habitual, aos domingos, o tema não contempla a grande e esperada notícia quanto ao novo Presidente da República do Brasil, que neste horário já se acha definido em favor de um dos concorrentes.

Não se tem conhecimento na história passada ou recente, que o Brasil tenha convivido com a experiência de uma eleição presidencial com as inusitadas características da ocorrida neste ano de 2018! Ela foi repleta de acontecimentos e variáveis de todo tipo que a tornaram diferenciada na sua plenitude. Obviamente que depende da visão crítica de cada um, mas, acredito que em alguns detalhes bastante enfáticos haverá coerência de entendimento entre o autor e seus leitores...

Eleições 2018: PGR requisita inquérito para apurar uso de empresas na disseminação de fake news em redes sociais

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requisitou à Polícia Federal (PF) a instauração de inquérito para apurar se empresas de tecnologia da informação têm disseminado, de forma estruturada, mensagens em redes sociais referentes aos dois candidatos que disputam o segundo turno das eleições para presidente da República. O pedido foi em ofício enviado na noite desta sexta-feira (19) ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

No documento, Raquel Dodge informa que os fatos mencionados em reportagens jornalísticas já motivaram a abertura de procedimento apuratório pela Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE). Destaca ainda que o objetivo é verificar a existência de eventual utilização de esquema profissional por parte das campanhas, com o propósito de propagar notícias falsas...

Artistas cobram posição do TSE sobre denúncia de pacote de fake news contra PT

Após uma reportagem da Folha de S. Paulo que denunciou um esquema no qual empresários apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) teriam comprado pacotes de pelo menos R$ 12 milhões para disparar mensagens em massa contra o PT, pelo WhatsApp, um grupo de artistas pede um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A prática é crime eleitoral, já que a legislação proíbe doação de empresas para campanhas políticas e o apoio não foi declarado oficialmente . 


Nomes como Caetano Veloso, Vladimir Brichta, Zezé Polessa, Malu Galli, Sophie Charlotte, Giselle Fróes, Igor Angelkorte, Juliana Alves, Maria Clara Spinelli, Fernanda Nobre, Leticia Sabatella, Teresa Cristina, Débora Lamm, Pally Siqueira, Camila Pitanga e Paula Burlamaqui gravaram vídeos para pedir por uma posição da Justiça. “Ministra Rosa Webber, me permita uma pergunta. Criar as fake news, as notícias falsas, e espalhar elas através do WhatsApp, para manipular a opinião pública, não constitui crime eleitoral?”, questionou  Vladimir Brichta à presidente do TSE. “Excelentíssima ministra Rosa Webber, comprar fake news com dinheiro de caixa 2 para manipular as eleições não é crime eleitoral?”, indagou Paula Burlamaqui. ..

'Não preciso de Fake News para derrotar Haddad', diz Bolsonaro na Rádio Folha FM

O candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi o entrevistado do Programa Folha Política, na Rádio Folha FM, desta sexta-feira (19). O presidenciável falou com o apresentador Jota Batista e os jornalistas Renato Raposo, da editoria de política da Folha de Pernambuco, e Jairo Lima, editor do Blog da Folha.

Ele começou agradecendo ao Nordeste por sua votação e ressaltou que venceu em cinco capitais da Região. "O PT inventa que eu não gosto do Nordeste, mas isso é mentira. Eu sou apaixonado por uma nordestina, minha esposa é oriunda do Ceará. Portanto, tenho a maior consideração por esta Região e pretendo livrar o povo nordestino do PT", disse...

Raquel Dogde diz que fake news não convêm à democracia nem ao eleitor

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, alertou ontem 18, que a disseminação de conteúdo falso não convém à democracia nem ao eleitor. Ela advertiu que o foco das campanhas política deve ser o eleitor. “O eleitor é o ator principal. Ele tudo pode, mas nem tudo convém. As fake news não convêm ao eleitor nem à democracia."

Raquel Dodge ressaltou ainda que a liberdade de expressão deve ser garantida, mas abusos não devem ocorrer. “É preciso também que não haja abuso, não haja ilícito, no modo como as pessoas se expressam, no modo como elas convencem os vizinhos e eleitores.”..

Haddad volta a questionar difusão de fake news pela campanha de Bolsonaro

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, voltou a questionar neste domingo (14) a difusão de notícias falsas pela campanha de seu adversário Jair Bolsonaro (PSL), que chamou de caluniosa. Ele fez ainda um apelo "para eles pararem com isso".

"Aí eles dizem: 'mas eu não posso me responsabilizar'. Mas quem está pagando por tudo isso? Será que custa barato fazer essa campanha por WhatsApp?"

Após um "encontro com pessoas com deficiência pela democracia", Haddad listou mentiras das quais seria vítima. Ele questionou o comportamento de Carlos Eduardo, que reproduziu nas redes sociais uma notícia falsa de que o petista defendera o incesto.

A publicação, um tuíte com um texto do escritor Olavo de Carvalho, dizia que o candidato pregava a derrubada do tabu do incesto. O autor retirou o texto das redes sociais, explicando-se depois. Mas Carlos Bolsonaro a manteve com a pergunta "é isso que você quer ver governando o país?"

"Qual o limite da loucura do meu adversário? Acusar um oponente de defender o incesto. Onde nós vamos parar?", questionou Haddad.

Ele também reagiu a acusação feita pela campanha de Bolsonaro de que, se eleito, o petista transformará o Brasil na vizinha Venezuela.

Em resposta, Haddad disse que essa é uma tentativa do adversário de desviar atenção sobre seu próprio passado.

"Isso é jogo de cena para desviar a atenção sobre o passado dele, que elogia torturador, que diz para uma colega de parlamento que não a estupra porque ela não merece, que fala mal do cardeal dom Paulo Evaristo Arns, chamando ele de picareta e vagabundo", afirmou.

Segundo Haddad, essa é uma estratégia "para mudar de assunto, desviar atenção".

"Quem tem que responder sobre seu passado é ele, que defendeu a tortura, que defendeu o extermínio de 30 mil pessoas", acrescentou o ex-prefeito.

"Qual é o exemplo que ele está dando? Só fala em morte", perguntou Haddad.

Em resposta ao adversário, Haddad disse também que o PT nunca violou um princípio democrático nos anos que governou o país e sempre fortaleceu as instituições democráticas.

"Nunca, nunca, nunca uma instituição foi enfraquecida, pelo contrário. Todas foram fortalecidas. O Estado democrático de direito é um princípio e segue sendo um princípio basilar da nossa conduta".

Ele disse também que Bolsonaro não o enfrenta em debate porque seria confrontado sobre a origem de mentiras difundidas nas redes sociais.

"E tem uma razão para ele não participar de debates. Ele não vai poder dizer isso na minha cara, né? Não vai poder afirmar nada do que ele afirma pela internet frente a frente, não vai conseguir sustentar". 

O petista também disse ainda que vê com preocupação o que chama de projeto de poder de líderes igreja Universal do Reino de Deus, citando ainda o fato de Bolsonaro ter chamado dom Paulo Evaristo Arns de vagabundo e picareta.

"Onde é que esta loucura vai parar? Hoje, uma igreja católica amanheceu pichada com uma suástica. Eu fui perseguido por um carro por um bolsonarista chamando a igreja católica de igreja gay".

Haddad cobrou ainda a imprensa pelo que chamou de omissão. "Vocês não vão acordar para o risco que nós estamos correndo? Quando é que a imprensa vai acordar? A ombudsman da Folha está fazendo justamente isso".

Segundo Haddad, "se a imprensa não ajudar, não vai acabar bem". "A democracia está em risco, acordem", apelou...

Ministro do TSE manda Facebook derrubar 33 fake news sobre Manuela do ar

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos determinou em caráter liminar, a retirada de 33 fake news sobre Manuela D'Ávila (PCdoB), candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT). Segundo a decisão, o conteúdo deve ser retirado em até 24 horas do ar pelo Facebook. Os autores devem ser identificados pela rede social à Justiça e o Ministério Público Eleitoral deve ser intimado a se manifestar sobre o caso.

Em representação, os advogados da coligação 'O Povo Feliz de Novo' (PT/PC do B/PROS) afirmam que "as pessoas representadas responsáveis pelas contas e páginas no Facebook teriam se utilizado da rede social para ofender e difamar a candidata Manuela D'Ávila e a coligação representante, por meio da publicação de vídeo, no qual se atribui condutas moralmente reprováveis à candidata"...

Haddad vai ao TSE contra fake news divulgadas por apoiadores de Bolsonaro

A campanha de Fernando Haddad (PT) apresentou nesta quinta-feira (4) quatro ações no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra Jair Bolsonaro (PSL), por disseminar fake news sobre o petista.

O PT pede direito de resposta e que sejam retirados do ar vídeos que divulgam informações de que Haddad teria criado o chamadokit gay para que as crianças aprendam a ser homossexuais na escola e que um eventual governo petista distribuiria mamadeiras em creches com bico em formato de pênis...

Fake News: TRE-PE desmente boatos sobre “voto parcial”

Está em circulação no WhatsApp mais uma mensagem falsa para confundir a cabeça do eleitor. Desta vez, o texto informa sobre um tal de “voto parcial”, que resultaria na anulação do voto. Essa informação, no entanto, é falsa, e a figura do “voto parcial” não existe.

Segundo o Art. 116 da resolução 23.554 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), se o eleitor confirmar pelo menos um voto, deixando de concluir a votação para os demais cargos, o presidente da mesa receptora de votos o alertará sobre o fato, solicitando que retorne à cabina e conclua a votação. Caso ele se recuse ou esteja impossibilitado de votar, o voto que ele tiver registrado será contabilizadonormalmente e os demais, que ele não registrar, serão considerados nulos. Ao teclar o “confirma”, efetiva-se o registro de cada escolha feita pelo eleitor, seja para voto válido, nulo ou branco...

Fake News: Eleições limpas passam pelas nossas mãos é uma das ações do Programa Ouvidoria Viva

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por meio da Ouvidoria, promoveu ontem terça-feira (18/9), a segunda edição do projeto “Eleições limpas passam pelas nossas mãos”. O evento tratou  sobre o tema “Fake News”. O debate tem como público-alvo os estudantes dos cursos de Comunicação, que lidam com a produção e transmissão de notícias, e de Direito, que podem se interessar pelos aspectos legais relacionados ao tema. A abertura do evento foi feita pelo Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho.

O projeto “Eleições limpas passam pelas nossas mãos” é uma das ações do Programa Ouvidoria Viva e tem o objetivo de informar e estimular os eleitores a ajudarem no combate às notícias falsas veiculadas nas redes sociais. O programa, iniciado no último mês de maio por meio de postagens nas redes sociais oficiais do Regional baiano, é fruto da parceria entre a Ouvidoria e a Corregedoria Regional Eleitoral da Bahia (CRE-BA) e também conta com o apoio da Seção de Atenção ao Cliente (Seacli) do TRE baiano...

Imagem forte: Foto da cicatriz de Bolsonaro é divulgada após "fake news"

O senador Magno Malta (PR) divulgou nas redes sociais uma foto que mostra a cicatriz da cirurgia deputado federal e candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). O registro mostra o corte feito pelos médicos da Santa Casa de Juiz de Fora. O parlamentar decidiu divulgar a imagem após internautas levantarem dúvidas sobre a veracididade do atentado contra o presidenciável, na última quinta-feira (6). “Isso é mentira, teatro, canalhas?”, questionou o senador. 

De acordo com o médico Luiz Henrique Borsato, da equipe que atendeu Bolsonaro na Santa Casa de Juiz de Fora, o candidato não deverá ter alta hospitalar antes de "uma semana ou 10 dias". O presidenciável fez uma colostomia temporária para evitar uma infecção no intestino grosso. O procedimento encaminha as fezes e os gases do intestino grosso para uma bolsa fora do corpo, na região abdominal...

Detran é alvo de 'fake news' sobre descontos no pagamento de serviços

Após ser alvo de notícias falsas (fake news) sobre descontos no pagamento de serviços de habilitação e veículos, o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) fez um alerta para a população, principalmente durante o período eleitoral.

Segundo o órgão, integrantes de uma quadrilha que atua em vários estados clonam perfis e se passam por servidores do órgão, oferecendo vantagens em troca da transferência eletrônica de dinheiro...

Fake News: governo volta a negar privatização do Planserv

A Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia (Secom) voltou a negar nesta quinta-feira (30) a informação que circula nas redes sociais sobre a possível privatização do Planserv, a assistência médica dos servidores públicos estaduais.

Em comunicado enviado à imprensa, o secretário André Curvello afirmou que o “processo de produção” das Fake News, as “notícias falsas”, é “sistemático e cada vez mais aperfeiçoado”...

Fux: Código Eleitoral prevê anulação de candidatura impulsionada por 'fake news'

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a dizer nesta quarta-feira (22) que o Código Eleitoral brasileiro prevê a anulação de uma eleição caso seu resultado tenha sido influenciado pela disseminação de notícias falsas. Ele participou do painel "Sociedade da informação e os desafios da desinformação" do 28º Congresso Brasileiro de Radiodifusão, promovido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert).

"Com relação à tutela do campo eleitoral em si, nós temos o direito de resposta, que tem muita eficiência, nós temos multas, temos a cassação de diplomas e nós temos uma previsão que está expressa no artigo 222 do Código Eleitoral, no sentido de que se houver a comprovação de que uma candidatura se calcou preponderantemente em fake news, essa candidatura pode ser anulada", afirmou...

Fake News Nota do Hospital Universitário/Univasf nega distribuição de latas de leite

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) informa que a notícia sobre distribuição de latas de leite, que vem circulando nas redes sociais, é falsa. A unidade não está realizando doações de qualquer alimento ou material.

O papel social do hospital é prestar assistência à população em urgência e emergência, no âmbito do SUS, em traumato-ortopedia, neurocirurgia, dentre outras especialidades com perfis de média e alta complexidade...

Prefeitura rebate deputado e em nota diz que é Mais uma Fake News de Aleluia contra o prefeito de Juazeiro

Na manhã desta quarta-feira (04) o Blog postou matéria oriunda da assessoria do Deputado Federal José Carlos Aleluia (DEM) acusando o prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim de praticar crime de responsabilide (Veja aqui). Em resposta, a Prefeitura Municipal encaminhou a seguinte nota:

Sem votos e sem jamais ter trabalhado por Juazeiro, o deputado José Carlos Aleluia tem ultimamente tentado criar polêmicas com o prefeito Paulo Bomfim numa busca desesperada por holofotes...