RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 410 registros para a palavra: economia

Prefeitura de Petrolina antecipa salários de servidores e ajuda economia local

Os servidores municipais, da Prefeitura de Petrolina, tiveram os salários antecipados e os proventos foram creditados nas contas na última sexta-feira (27). A previsão era que a folha fosse paga apenas nesta segunda-feira (30). A medida, cumprida pela Secretaria de Finanças do município, levou em consideração, em outros aspectos, o evento "Black Friday", que acontece mundialmente e oferece descontos em produtos e serviços  no comércio. "São mais de 5 mil pessoas que têm salários em conta e isso, certamente, reflete de forma positiva no comércio, já que as pessoas aproveitam seus pagamentos para investir em aquisição de bens e serviços", avalia o secretário de finança, Julio Lossio Filho. A pontualidade no pagamento dos salários dos servidores é uma prática da gestão Julio Lossio, desde que o prefeito assumiu seu primeiro mandato. Foi um compromisso firmado com a classe trabalhadora e que vem sido honrado criteriosamente. ..

Economia de água na irrigação ganha destaque em programa de rádio da Codevasf

 
Em tempos de crise hídrica, economizar é fundamental. Quando se trata da agricultura, atividade que consome 70% de toda a água do planeta segundo dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), iniciativas para utilizar o recurso de maneira racional e eficiente são essenciais para garantir a sustentabilidade da produção e do meio ambiente.
 
Um bom exemplo no Nordeste, onde a escassez de água é um problema secular, está sendo encabeçado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). A empresa pública está incentivando a adoção de sistemas de irrigação mais econômicos. A tecnologia inovadora foi testada, primeiramente, no perímetro Mandacaru, na Bahia, e, diante dos resultados positivos, deve ser replicada nesses outros perímetros. Nas experiências realizadas e documentadas pelos técnicos da Codevasf, Rodrigo Vieira, Frederico Calazans e Juan Ramon Fleischmann, a economia de água alcançada foi de 50% do valor gasto usualmente na irrigação de todo o perímetro de Mandacaru. O bombeamento anual do líquido foi reduzido em 21%, e ainda houve o aumento da área plantada em 23%.
 
Recentemente, foram entregues cerca de 540 projetos executivos a irrigantes dos perímetros Bebedouro, em Pernambuco, e Curaçá, Tourão e Maniçoba, na Bahia, que propõem a substituição de sulcos por microaspersão ou gotejamento. Os produtores podem, com isso, iniciar em seus lotes a implantação dessa metodologia que, além de economizar água, propiciam melhor desenvolvimento da planta, economia de energia elétrica e aumento significativo dos índices de produtividade nas lavouras.
 
Para divulgar a importância de economizar água na irrigação, a Codevasf utilizou-se de uma ferramenta estratégia para alcançar o público da região onde atua. Por meio de um programa de rádio, produzido por sua Assessoria de Comunicação, a Companhia explica mais detalhes sobre a metodologia e fala sobre a importância da conscientização de todos para evitar desperdícios. O boletim radiofônico é enviado a rádios de todos os estados onde a Codevasf atua, abrangendo municípios situados nas bacias dos rios São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim.
..

Inscrições abertas para minicurso na Facape sobre relação entre Direito e Economia

A Semana Universitária 2015, realizada pela Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) e a Universidade de Pernambuco (UPE), oferece a estudantes, professores e comunidade em geral uma série de atividades que contemplam várias áreas do conhecimento. Uma dessas atividades é o minicurso sobre a Análise Econômica do Direito. Os interessados já podem se inscrever.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas por meio da página eletrônica www.facape.br ou diretamente no link http://sistemas.facape.br:8080/eventosacademicos/actEventos.do?m=iniciarEvento&id=9 . De acordo com o professor Dr. Carlos Gonçalves, que irá ministrar a atividade, a proposta é fazer um panorama da relação entre o Direito e a Economia. ..

Vila da Economia Solidária mostra diversidade da agricultura familiar no Semiárido Show

O colorido, o aroma, os sabores e toda a sabedoria no modo de fazer as ‘coisas do sertão’ despertam os sentidos de quem chega à Vila da Economia Solidária. O espaço, criado dentro do Semiárido Show, tem como objetivo fortalecer a ideia de um novo modo de produção baseado no trabalho sustentável e coletivo, promovendo assim o comércio justo e solidário através do consumo dos produtos da agricultura familiar.

A Vila da Economia Solidária está localizada na área de visitação da Feira, reunindo mais de 70 empreendimentos representados através de associações ou cooperativas de vários estados que compõem o Semiárido brasileiro, entre eles: Bahia, Pernambuco, Alagoas e Piauí. Os empreendimentos vão desde a comercialização de alimentos in natura até os alimentos beneficiados, a exemplo dos sequilhos de mandioca, sachês de mel, iogurtes, doces, geleias, entre outros. O artesanato também está representado de diversas formas, através de roupas, acessórios e objetos de decoração...

Mais de 70 empreendimentos da agricultura familiar estão cadastrados na Vila da Economia Solidária

Clique aqui ? para saber quais são os empreendimentos solidários selecionados para expor na 3ª Edição da Vila da Economia Solidária.

Artesanatos, polpas e sucos de frutas, geleias e doces orgânicos de frutas nativas da Caatinga, além de produtos derivados do peixes, mel, mandioca, cacau e do licuri serão expostos na 3ª edição da Vila da Economia Solidária, que vai acontecer durante o SemiáridoShow 2015. Nesta edição, 76 empreendimentos da agricultura familiar com base na economia solidária, vindo de vários estados do Nordeste vão proporcionar aos visitantes da Feira uma variedade de produtos e alimentos, disponíveis também para a comercialização...

Cesol em Monte Santo beneficia empreendimentos da economia solidária em 23 municípios

Geleias e compotas de umbu, maracujá do mato e acerola, doce de leite, polpa de frutas e artefatos para cozinha feitos de barro. Expostos e comercializados no Centro Público de Economia Solidária (Cesol), em Monte Santo, no nordeste baiano, esses itens são uma pequena amostra da produção dos empreendimentos solidários que serão apoiados pelo equipamento, inaugurado no sábado (5), pelo Governo do Estado, Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), no municípío. 

O novo equipamento, onde foram investidos R$ 3,2 milhões, atenderá empreendimentos de 23 municípios dos Territórios de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru e Piemonte da Diamantina, além de Cansanção, Itiúba e o próprio Monte Santo. A unidade ficará sob a responsabilidade operacional da Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de Renda (Aresol), organização social selecionada por meio do Edital 03/2013. Ao longo de dois anos serão beneficiados 128 empreendimentos solidários.

Presente na inauguração, o secretário do Trabalho e Esporte, Álvaro Gomes, que representou o governador Rui Costa nas atividades em Monte Santo, destacou a prioridade do Governo do Estado ao segmento da economia solidária. “Este equipamento é um dos 10 novos Cesol’s que serão entregues até o final do ano, espalhados em por toda Bahia”. Estão previstas também a implantação de outros Centros Serrinha (nordeste), Teixeira de Freitas (extremo sul), Irecê (centro norte), Barreiras (oeste), Paulo Afonso (Vale do São Francisco), Gandu (sul), Vitória da Conquista (sudoeste) e Praia do Forte (RMS). 

O Cesol de Monte Santo tem um espaço para comercialização dos produtos, e a função de articular oportunidades na geração, fortalecimento e promoção do trabalho coletivo baseado na Economia Solidária. Na estrutura de atendimento, tem uma equipe de profissionais com as especialidades mais diversas para acompanhar os empreendimentos oferecendo, diretamente ou por meio da articulação com outros parceiros, os alicerces teórico e prático que permitam o fortalecimento dos grupos da Economia Solidária. Participaram ainda da solenidade de inauguração o prefeito de Monte Santo, Jorge José de Andrade, o superintendente de Economia Solidária da Setre, Milton Barbosa, e outras autoridades. O secretário Álvaro Gomes aproveitou a ocasião para visitar a Escola Agrícola do Sertão, na zona rural de Monte Santo, que atende 400 jovens de 28 municípios da região.

Nova sinalização de trânsito 

O município de Monte Santo e o distrito de Pedra Vermelha também passaram a contar, no sábado, com um novo sistema de sinalização de trânsito. As obras foram executadas pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) e tiveram investimento R$ 366 mil, com a instalação de 766 placas de regulamentação, de advertência e educativas, além de dispositivos de controle de tráfego. “A orientação do Governo do Estado é sinalizar todos os municípios baianos, para racionalizar o trânsito, controlar o fluxo de veículos e a velocidade nas vias, com o objetivo de preservar vidas", disse o diretor-geral do Detran, Maurício Bacelar. O agricultor José Andrade Silva, 51 anos, comemorou a sinalização .“Nos deslocamos de moto para transportar as nossas mercadorias, e muita gente não sabia como chegar às cidades vizinhas, porque não existiam placas indicando o caminho. Era tudo muito confuso. Com a nova sinalização, não desperdiçamos gasolina nem perdemos tempo”. Para o prefeito José de Andrade, com a ação, "mais de 55 mil habitantes do do município terão um trânsito seguro e organizado". ..

Movimento incentiva a compra de pequenos negócios para fortalecer a economia

As micro e pequenas empresas já passam de 10 milhões no Brasil, mais de 95% do total de CNPJs. Elas respondem por 27% do PIB e empregam mais da metade dos brasileiros com carteira assinada – cerca de 17 milhões de pessoas. Por isso mesmo, ao comprar pequenos negócios, o cidadão contribui para que a economia se desenvolva, em especial no seu bairro e na sua cidade.

Dessa forma, será lançado em todo o Brasil o Movimento Compre do Pequeno Negócio, a fim de incentivar o consumo de produtos e serviços em empresas que faturam, no máximo, R$ 3,6 milhões por ano e, dessa forma, fortalecer a economia brasileira. Para apresentar a iniciativa, o gerente da Unidade de Negócios do Sebrae Sertão do São Francisco Sebastião Amorim, receberá a imprensa nesta quinta-feira dia 10 de setembro, às 10h...

Confirmada para outubro a realização da Feira SemiáridoShow 2015

Embrapa e Irpaa renovam a cooperação e tornam a realizar, de 20 a 23 de outubro, o maior evento para a agricultura familiar da região Nordeste, a Feira SemiáridoShow. Esta edição será organizada em torno do tema "Territórios, água e agroecologia: bases para a vida no Semiárido" e vai pôr em destaque tecnologias, sistemas de produção e políticas públicas eficientes na convivência com o Semiárido, em especial nesses últimos anos de estiagem prolongada. Diversas instituições e entidades em níveis federal, estadual e municipal estão envolvidas no apoio à organização da feira.

Desde a primeira edição, em 2006, a feira tem passado por transformações na infraestruturade recepção aos milhares de agricultores/as, pesquisadores/as, técnicos/as, estudantes e público em geral, vindos de todos os estados da região Nordeste e norte de Minas Gerais. Também tem acentuado o diálogo entre segmentos do setor público e da sociedade civil com o objetivo de construir possibilidades de desenvolvimento regional baseado nos recursos naturais, culturais e socioeconômicos da região...

Movimento incentiva a compra de pequenos negócios para fortalecer a economia

As micro e pequenas empresas já passam de 10 milhões no Brasil, mais de 95% do total de CNPJs. Elas respondem por 27% do PIB e empregam mais da metade dos brasileiros com carteira assinada – cerca de 17 milhões de pessoas. Na Bahia, os microempreendedores individuais e as micro e pequenas empresas juntas ultrapassam o universo de mais de 606,9 mil negócios.

Dados da Receita Federal revelam ainda que Juazeiro tem registrado 9.970 pequenos negócios (MEI e MPE). Ao comprar de pequenos negócios, o cidadão contribui para que a economia se desenvolva, em especial no seu bairro e na sua cidade. Por isso, será lançado em todo o Brasil o Movimento Compre do Pequeno Negócio, a fim de incentivar o consumo de produtos e serviços em empresas que faturam no máximo R$ 3,6 milhões por ano e, dessa forma, fortalecer a economia brasileira...

Exploração de cobre injetará R$ 400 mi na economia juazeirense

Uma mina de cobre descoberta no distrito de Pinhões turbinará ainda mais o potencial socioeconômico de Juazeiro nos próximos anos. A exploração do minério em solo juazeirense vai gerar um investimento de aproximadamente R$ 400 milhões, declarou o diretor de Operação da Mineração Caraíba, Manoel Valério de Brito, ao secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Carlos Neiva.

O projeto Vermelhos, como foi batizada a mina de lavra subterrânea, tem capacidade estimada em 3,2 milhões de toneladas de sulfetado de cobre e deve entrar em operação em 2016, gerando quase 800 empregos (diretos e indiretos) até a produção efetiva do minério. "A vida desse empreendimento é superior a cinco anos", acrescentou o diretor da mineradora...

Deputado Roberto Carlos participa de audiência com o presidente da Desenbahia para discutir ações de expansão para a economia

O deputado Roberto Carlos (PDT) participou de uma audiência com o presidente da Agência de Fomento do Estado da Bahia – Desenbahia, Otto Alencar Filho, para discutir ações que garantam mais condições de expansão da economia, sobretudo, dos pequenos empreendedores rurais e dos empreendedores informais.

“É de fundamental importância para a Bahia possibilitar mecanismos que promovam a ampliação da economia, seja através da ampliação de linhas de crédito ou da facilitação do pagamento de dívidas para os empresários. Assim, poderemos maximizar os resultados na geração de emprego e renda do Estado”, disse o deputado Roberto Carlos...

Restauração da BA-210 fortalece economia no norte do estado

A restauração e pavimentação dos 31 quilômetros de estrada que ligam os municípios de Rodelas e Barra do Tarrachil, na região norte do estado, inaugurados oficialmente na manhã deste sábado (21), vão beneficiar o escoamento produção agropecuária de seis municípios. O trecho pertence à BA-210 e por ele passam diariamente mais de 600 veículos, de produtores, moradores e comerciantes. As obras vão facilitar o transporte e melhorar a vida de cerca de 115 mil baianos que utilizam a rodovia como principal meio de circulação entre as cidades. Além de Rodelas e Barra do Tarrachil, os habitantes de Abaré, Mucuré, Paulo Afonso e Glória também são beneficiados com a obra, que recebeu o investimento de mais de R$ 10 milhões. A entrega oficial foi realizada pelo governador Rui Costa durante cerimônia no município de Rodelas, com a participação de autoridades estaduais e municipais. 

Na praça da cidade, Rui Costa foi recepcionado por índios de quatro aldeias da região. Ele falou sobre a importância de se recuperar estradas e garantir o transporte com qualidade e, sobretudo, segurança aos baianos. "Entregamos hoje 31 quilômetros, mas não vamos parar por aí. Até o final do ano, entregaremos mais 17 quilômetros, que já estão em obras e vão custar cerca de R$ 7 milhões. Ainda reconhecemos a importância dessa rodovia e pretendemos licitar mais um trecho da BA-210".

Essa e outras obras de restauração e pavimentação fazem parte da estratégia do governo de manter as estradas que já foram recuperadas e estão em bom estado, além de expandir a qualidade da malha rodoviária baiana, garantindo trânsito com segurança e fortalecendo as economias locais. No aspecto social, facilita o acesso aos centros urbanos do interior. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a restauração da BA-210 é uma demanda importante da região. "O cultivo de produtos agrícolas é grande. Trata-se de uma das maiores produtoras de coco do Brasil, além de melancia e manga. Esses produtos precisam ser transportados e agora usarão a rodovia para isso. Também vai garantir que a população ribeirinha tenha acesso digno as suas cidades". 

Visita a escolas

Como tem feito em todos os municípios por onde passa, o governador Rui Costa deu continuidade à série de visitas a escolas no interior do estado. Desta vez, Rui conheceu as instalações do Colégio Estadual Dulcina Cruz Lima, onde estão matriculados mais de 150 estudantes dos ensinos fundamental e médio e da Educação Profissional. Ele passou pelas salas de aula, que são todas equipadas com ar condicionado, biblioteca, laboratórios de informática, química matemática, biologia, quadra de esportes, sendo acompanhado de professores, gestores e alguns estudantes. O objetivo é fortalecer o diálogo com a comunidade escolar e conhecer a situação real da educação no interior e na capital, como infraestrutura, equipamentos, livros disponíveis, quantidade de alunos por sala e número de professores por escola. Nesse diálogo, o governo quer levantar as necessidades e ouvir demandas e sugestões que irão servir como base para o Pacto Pela Educação. Programa que vai ser lançado no próximo dia 30, em Salvador.

Depois do colégio, Rui Costa passou pela Escola Municipal Maria Estella Rodrigues Ferreira, onde foi recepcionado com o hino e a história de Rodelas, cantados pelos alunos do ensino fundamental, e conheceu a estrutura. Rui Costa ainda aproveitou a ocasião para acompanhar o andamento das obras de reforma da Escola Municipal Maria de Oliveira Menezes, que estão sob responsabilidade do estado e constam de construção de sala, quadra de esportes e dois banheiros. De acordo com o Rui Costa, a ideia é envolver prefeituras, gestores, empresários e as famílias na educação da Bahia. "Convidamos toda a comunidade escolar e os prefeitos das cidades baianas para participar do lançamento do Pacto Pela Educação, em Salvador. Queremos incluir todos nessa grande mobilização para melhorar a educação pública no estado, mobilizando também a sociedade porque acredito na transformação que a educação é capaz de fazer na vida dos jovens baianos". ..

Inscrições em prêmio do BNDES de economia solidária terminam este mês

O prazo de inscrições para a primeira edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas em Economia Solidária, lançado em dezembro do ano passado vai até o dia 27 deste mês. As inscrições foram abertas em janeiro, e o prêmio vai distribuir até R$ 2,3 milhões a 96 iniciativas de sucesso em todos os estados, formalizadas ou em processo de formalização.

As inscrições podem ser feitas na página do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na internet. Os vencedores receberão o prêmio em julho deste ano, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, durante a Feira Internacional de Economia Solidária. A iniciativa é resultado de parceria entre o banco, a Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego e o Fórum Brasileiro de Economia Solidária...

Indústria de beneficiamento de frutas impulsiona economia no sudoeste baiano

Moradores da pequena comunidade de Barra da Purificação, pertencente ao município de Manoel Vitorino, na região sudoeste do estado, têm um motivo a mais para comemorar e permanecer na localidade. O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado (SDR), inaugurou na manhã deste sábado (21), a Agroindústria de Beneficiamento de Frutas de Nova Esperança.Dezenas de lideranças comunitárias e autoridades, entre elas, o governador Rui Costa e o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, participaram do evento em Barra da Purificação. “Esta é a terceira unidade fabril de beneficiamento de frutas que entregamos aqui, em Manoel Vitorino. Também queremos ajudar [os produtores] a organizar a comercialização do umbu. Não queremos que os atravessadores atrapalhem o lucro deles”, afirmou Rui Costa, após informar que na Bahia existem mais de 600 mil agricultores familiares. Um total de 235 famílias que vivem da cadeia produtiva do umbu, fruto abundante na região, foi beneficiada com a iniciativa. Ao Governo do Estado coube a construção e equipagem da unidade. Os investimentos totalizam R$ 854 mil.

“Queremos garantir, por meio da agroindústria, a interiorização das ações do Governo do Estado para a geração de renda, garantindo a qualidade de vida das famílias para que elas tenham uma boa alimentação e renda”, disse o secretário Jerônimo Rodrigues. Na unidade são produzidos sucos, geleias de frutas e doces (cremosos, de corte e compotas). Conforme o presidente da Associação Comunitária dos Pequenos Produtores de Poço da Pedra, Nério Oliveira, 32 pessoas trabalham na agroindústria, que tem capacidade anual de processar 100 toneladas de frutas como umbu, goiaba, maracujá da caatinga, entre outras. 
A associação presidida por Nério é uma das entidades que fazem parte da Cooperativa de Produção e Comercialização da Agricultura Familiar do Sudoeste da Bahia, responsável pela agroindústria em Barra da Purificação. Parte do que é produzido tem chegado ao mercado consumidor por meio da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Segundo ele, desde que a fábrica começou a entrar em operação, no ano passado, pessoas da região que viviam em outros estados, retornaram para Barra do Choça, Serra Talhada, entre outros distritos de Manoel Vitorino, que também foram beneficiados com construção da unidade fabril. “Estou muito feliz. Tem sido uma forma de manter os jovens aqui. Meus filhos mesmo voltaram de São Paulo para aproveitar isso. Tem muito umbu aqui na região, mas a gente não aproveitava", afirmou Nério.

Piscicultura e abastecimento de água

Um sistema de captação de água da chuva e um de dessalinização também fazem parte do empreendimento. Para aproveitar o excesso de água dessalinizada que é depositada em um tanque, a BahiaPesca firmou uma parceria com a CAR e destinou cinco mil alevinos de tilápia aos cooperados. A intenção é estimular a piscicultura para que a atividade se torne outra fonte de renda aos cooperados da cooperativa responsável pela agroindústria. Na presença do secretário de Recursos Hídricos do Estado, Cássio Peixoto, o governador Rui Costa também falou sobre os dez sistemas simplificados de abastecimento de água construídos recentemente na região. “Fizemos estes poços para estimular e apoiar a cadeia produtiva dos caprinos”. Outros dois sistemas estão em andamento e deverão ser entregues no mês de março. Ainda em Barra da Purificação, o governador Rui Costa assinou ordem de serviço para ampliação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Manoel Vitorino. Quando concluída, a obra deverá atender mais oito mil pessoas da sede e da zona rural.

Visita a escolas 

Em cumprimento à meta de identificar as demandas educacionais, sobretudo, nas cidades do interior, o governador visitou duas escolas municipais, a Clemente Mariani e a Cleriston Andrade, ambas no distrito de Catingal, em Manoel Vitorino. O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, também participou da visita do governador Rui Costa aos distritos de Manoel Vitorino. ..

Carnaval impulsiona economia baiana com R$ 1 bilhão

A presença de cerca de 700 mil turistas na Bahia durante o Carnaval e a movimentação financeira na capital e no interior do Estado impulsionam significativamente a economia no estado este ano. De acordo com Nelson Pelegrino, secretário estadual do Turismo, "a movimentação financeira deve chegar a R$ 1 bilhão, sendo R$ 750 milhões somente em Salvador. Em 2015, o movimento de turistas é 30% maior que no ano passado". 
 
A movimentação turística que fortalece a indústria do Carnaval gera cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos em setores que elevam os níveis de profissionalismo para atender aos visitantes. "O Governo doa Bahia investe de forma contínua na capacitação da mão-de-obra - do receptivo à camareira do hotel e ao ambulante-, a fim de oferecer bons serviços e motivar o turista a voltar outras vezes", acrescenta o secretário. 
 
Ocupação hoteleira - A taxa de ocupação dos hotéis chega a 95% nos estabelecimentos localizados nos três circuitos da festa (Dodô, Osmar e Batatinha) e 80% nos que ficam fora dos espaços da folia. Nos municípios do Litoral Norte, ocupação está em torno de 95% e, em Porto Seguro, no Sul da Bahia, de 90%.
 
Para Pelegrino, o Carnaval pode ser ainda mais valorizado em sua riqueza e diversidade cultural. "É uma festa que atende aos legítimos desejos de alegria e felicidade, o que não vai morrer nunca, mas pode ter aperfeiçoado o seu planejamento e organização, de maneira que a economia do Turismo, o show business e a visibilidade positiva da Bahia sejam ainda mais fortalecidos", disse. "O Governo da Bahia tem contribuído decisivamente neste processo. Este ano, investiu R$ 75 milhões, assegurando ao público que participa da festa um forte esquema de segurança. Os recursos foram aplicados também no desfile de trios sem cordas com patrocínio de artistas que dão pluralidade musical e acesso ao folião pipoca. As ações do governo incluem ampla oferta de serviços públicos para o êxito da folia", finalizou o secretário.
..

Carnaval, uma tradição cultural que gera economia em Petrolina

A quantidade de pessoas que brincam o Carnaval em Petrolina mostra como uma das festas mais populares do país também contribui para a movimentação da economia local. A folia que começou no último sábado (14) e se estende até esta terça-feira (17/02) gera um fluxo importante no mercado formal e informal do município.

Enquanto uma multidão curte a batucada das bandas e pulam marchinhas carnavalescas, outra parcela dos presentes no circuito não para de trabalhar: os vendedores ambulantes. ..

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO FIXA REGRAS PARA ECONOMIA DE ÁGUA E LUZ EM ÓRGÃOS PÚBLICOS

Os órgãos públicos federais também terão de colaborar com o governo federal na busca pela eficiência e racionalização de energia elétrica e água no País. Segundo portaria do Ministério do Planejamento publicada nesta sexta-feira, 13, no Diário Oficial da União, os servidores terão que adotar boas práticas de gestão e uso dos recursos e, ao final de cada mês, as instituições terão de apresentar um relatório de consumo. A ação faz parte - segundo disse o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, na última quarta-feira - de uma campanha mais ampla que o governo pretende lançar dentro de duas semanas para toda a população brasileira. 

A portaria recomenda ações simples, que na verdade já deveriam ser praticadas, relacionadas ao uso de aparelhos de ar-condicionado, lâmpadas, computadores, elevadores, bebedouros. Sobre o ar-condicionado, por exemplo, o documento sugere o desligamento do aparelho quando o ambiente estiver desocupado e a manutenção dos filtros do equipamento limpos, para não prejudicar o ar. Outra orientação é evitar lâmpadas acesas durante o dia, priorizando a luz natural. Há ainda a sugestão do uso de escadas em vez de elevador para subir ou descer poucos andares. ..

SENTO-SÉ: ECONOMIA ESTAGNADA E ENORME PROBLEMÁTICA SOCIAL!

Refletir sobre a Economia é preocupar-se com os agravantes sociais. Economia, no sentido amplo da palavra, quer dizer: “Economia é o conjunto de normas que definem a produção, distribuição, armazenamento e consumo de bens”!

Sento-Sé produz muito menos do que pode. Enorme parte da sociedade vive fora, ou quase fora do processo produtivo. Se não fossem os programas sociais federais, que beneficia grande parte da população, mesmo com os questionamentos lógicos, a situação econômica e social, estaria ainda pior...

IBGE: maior proporção de empresas de alto crescimento está no Norte e Nordeste

A concentração de empresas de alto crescimento é maior nas regiões Norte e Nordeste. Do total de empresas do Nordeste, 11,4% são de alto crescimento, responsáveis por 21,7% do pessoal ocupado, proporção que cai para 10% das empresas e 15,1% do pessoal na Região Sul. Os estados com as maiores proporções de empresas de alto crescimento são Maranhão (13,4%), Roraima (12,5%) e Ceará (12,4%), enquanto a menor proporção está em Minas Gerais, com 9,3%.

Os dados estão no estudo Estatística de Empreendedorismo 2012, divulgado hoje (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Empresa de alto crescimento é aquela que tem a partir de dez pessoas assalariadas e apresenta crescimento de pelo menos 20% no quadro de pessoal por um período de três anos. O instituto analisou dados do Cadastro Central de Empresas (Cempre) e pesquisas estruturais do IBGE nas áreas de indústria, comércio, serviços e construção...

Economia e desenvolvimento de Petrolina conquistam notoriedade nacional

65º colocada no ranking das 100 melhores cidades brasileiras para se viver, segundo publicação da Revista Exame da Editora Abril, Petrolina se destaca, entre outros aspectos, nos itens Desenvolvimento e Economia. A cidade é um dos municípios mais importantes de Pernambuco e distante da capital, Recife, se tornou um polo centralizador, ofertando serviços disponibilizados apenas em grandes centros, fator que atrai pessoas de várias localidades do seu entorno. 

As ações da gestão municipal para manter aquecido os investimentos que chegam até a cidade, partem entre outras atividades, de articulações feitas com entidades governamentais, de classe e instituições privadas, que possam impulsionar o crescimento da cidade. Os resultados são vistos a partir da sua importância na participação do PIB estadual, além de figurar mundialmente como a 3º maior produtora de frutas e 20º maior exportadora. ..