RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 98 registros para a palavra: datafolha

PESQUISA DATAFOLHA: LULA LIDERA, SEGUIDO POR MARINA SILVA E BOLSONARO

Pesquisa Datafolha, divulgada nesta segunda-feira (26) pelo Jornal Folha de São Paulo, aponta os índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018.

São vários os cenários para o primeiro turno, todos liderados por Lula, com Marina Silva e Bolsonaro revezando-se na segunda colocação...

Datafolha: Lula lidera cenários em primeiro turno; Marina vence em segundo turno

A ex-senadora Marina Silva (Rede) lidera os cenários de segundo turno para eleição presidencial de 2018, de acordo com pesquisa de intenção de voto do Datafolha divulgado nesta segunda-feira (12) pelo jornal Folha de S. Paulo. Já no primeiro turno, Lula fica à frente. No cenário 1, com Aécio Neves (PSDB), Lula fica em primeiro com 25% das intenções, seguido de Marina (15%), do senador tucano (11%), Bolsonaro (9%), Ciro Gomes (5%), Michel Temer (4%), Luciana Genro (2%), Ronaldo Caiado (2%), Eduardo Jorge (1%). Brancos e nulos somam 20%; 6% não souberam ou não opinaram.

No cenário 2, com Geraldo Alckmin (PSDB), Lula alcançou 26%. Na sequência vem Marina (17%), Aécio (8%), Alckmin (8%), Ciro (6%), Temer (4%), Luciana Genro (2%), Ronaldo Caiado (2%) e Eduardo Jorge (1%). Brancos e nulos totalizam 20% e 6% não souberam ou não opinaram...

Pesquisa Datafolha mostra que 58% dos brasileiros apoiam impeachment de Dilma

O afastamento definitivo da presidente Dilma Rousseff pelo Senado é defendido por 58% dos brasileiros, enquanto 35% são contrários à saída. Os dados da pesquisa Datafolha divulgados neste sábado (16) apontam ainda que, para 3% da população, não importa a saída ou permanência da petista, enquanto outros 3% não opinaram. A porcentagem dos que querem o impeachment de Dilma, entretanto, teve uma pequena queda em relação ao último levantamento feito pelo Datafolha. Em abril deste ano, quando o processo ainda estava prestes a ser votado pela Câmara dos Deputados, 61% defendiam a saída da agora presidente afastada, enquanto 33% se opunham ao afastamento. A pesquisa mostrou também que, independentemente da posição sobre o assunto, 71% da população acredita que Dilma sofrerá o impeachment, enquanto apenas 22% acreditam que ela não será afastada. Os 7% restantes não opinaram. Com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o Datafolha ouviu 2.792 eleitores em 171 municípios entre os dias 14 e 15 de julho. ..

Lula tem 21%, Marina, 19%, Aécio, 17%, diz pesquisa Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (9) pelo site do jornal "Folha de S.Paulo" mostra os percentuais de intenção de voto em quatro simulações da corrida presidencial de 2018.

Cenário 1 (com Aécio Neves):
Lula (PT): 21%
Marina Silva (Rede): 19%
Aécio Neves (PSDB): 17%
Jair Bolsonaro (PSC): 8%
Ciro Gomes (PDT): 7%
Luciana Genro (PSOL): 2%
Michel Temer (PMDB): 2%
Eduardo Jorge (PV): 1%
Ronaldo Caiado (DEM): 1%
Branco/nulo: 17%
Não sabe: 5%..

Datafolha: Reprovação a Dilma cai para 65%; 82% querem saída de Cunha

O índice de reprovação do governo Dilma Rousseff reduziu nos últimos meses. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, após atingir 71% em agosto, 65% da população não aprova o governo em dezembro, segundo pesquisa Datafolha divulgada na tarde deste sábado (19). Também houve crescimento da aprovação: de 8%, em agosto, o porcentual subiu para 12% em dezembro. Na comparação com agosto, a aprovação se manteve (5%) somente na faixa mais jovem (16 a 24 anos), crescendo nos outros grupos etários e de renda, escolaridade e região. A maior variação na avaliação do governo ocorreu na faixa etária mais velha (60 anos ou mais), que foi de 13% a 21%; no segmento de 45 a 54 anos; que passou de 8% para 15%; e entre os moradores do Nordeste, que foi de 10% para 17%. O levantamento também questionou se Dilma deveria renunciar: apesar do “sim” ainda ser maioria, apresentou uma redução de 62% para 56%; enquanto 41% responderam que a petista não deveria renunciar e 4% não souberam opinar. Em relação ao impeachment, 60% afirmaram que os parlamentares deveriam votar pelo afastamento; 34% eram contra e 3% foram indiferentes. Antes do pedido, 65% queriam o impedimento, 30% não queriam e 5% não souberam responder. O Datafolha também questionou sobre a avaliação do Congresso, mas não houve alterações em relação à última pesquisa: apenas 8% consideram ótimo ou bom, 53% acham péssimo, 34% apontam como regular e 5% não souberam opinar. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também sofre rejeição 82% querem sua cassação, enquanto 8% são contrários, 2% são indiferentes e 7% não sabem. Apesar das respostas, 87% dos 2.810 entrevistados em 172 municípios acreditam que o Brasil tem jeito. Apenas 9% responderam que “não”, 4% pontuaram que “depende”, e 1% não souberam opinar. ..

Datafolha: Pela primeira vez, corrupção é o maior problema do Brasil para eleitores

Pesquisa Datafolha realizada entre os últimos dias 25 e 26 mostra que a população brasileira classifica a corrupção como principal problema do país: 34% dos eleitores escolheram essa opção na consulta. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, a saúde aparece em segundo lugar, apontada por 16% dos eleitores, seguido do desemprego (10%), e da educação e violência (empatados com 8%). A situação da economia vem abaixo de todos estes itens, alvo das preocupações de 5% dos eleitores. Segundo Folha, a pesquisa foi feita logo após a prisão do pecuarista José Carlos Bumlai, que se celebrizou pela amizade com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No mesmo momento em que foi feito o levantamento, ocorria a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo, e do banqueiro André Esteves, dono do banco BTG Pactual. As detenções ocorreram em nova fase da Operação Lava Jato. O Datafolha questiona os brasileiros sobre o que consideram o maior problema do Brasil desde 1996. No período do governo tucano, a maior preocupação era o desemprego, que alcançou o recorde de 59% em 1999. O desemprego continuou sendo a principal preocupação até 2006, já na época do governo Lula. A partir do segundo mandato, a violência emergiu como questão mais grave e entre 2007 até 2015, a saúde estava em primeiro lugar. Foram entrevistadas 3.541 pessoas em 185 municípios. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e a soma dos percentuais pode não dar 100% devido a arrendondamentos. ..

71% reprovam governo Dilma, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (6) pelo site do jornal "Folha de S.Paulo" indica os seguintes percentuais sobre como os eleitores avaliam o governo da presidente Dilma Rousseff (PT):

- Ótimo/bom: 8%
- Regular: 20%
- Ruim/péssimo: 71%
- Não sabe: 1%..

Datafolha: 65% consideram governo de Dilma ruim ou péssimo

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado aponta que a gestão da presidente Dilma Rousseff chega ao fim do primeiro semestre avaliada como ruim ou péssima por 65% do eleitorado. O percentual é um recorde desde o início de seu primeiro governo, em 2011. Ainda segundo Folha, apenas o ex-presidente Fernando Collor de Melo superou a marca, com 68% de reprovação em setembro de 1992, poucos dias antes de seu impeachment. Se considerada a margem de erro da pesquisa, de dois pontos para mais ou para menos, há um empate entre as duas avaliações. Classificam como regular 24%. Na consulta, realizada entre a quarta (17) e a quinta-feira (18), 10% consideram o governo de Dilma como bom ou ótimo, um terço de sua pior aprovação no primeiro mandato, em junho de 2013. Em relação a abril, a reprovação subiu 5 pontos percentuais e a aprovação reduziu 3 pontos. Não há grande variação da percepção da gestão da petista ao longo das faixas de renda. Entre os eleitores mais pobres, com renda até dois salários mínimos, 11% aprovam e 62% reprovam. Entre os mais ricos, com renda acima de 10 salários mínimos, 12% aprovam e 66% reprovam. Já em relação às regiões, a variação é maior: no Nordeste, a aprovação é de 14% e a reprovação, 58%. Já no Sudeste é, respectivamente, 7% e 69%.  ..

Aprovação a Dilma continua em 13%, diz Datafolha

A aprovação à presidente Dilma Rousseff (PT), medida pelo número das pessoas que consideram o governo "ótimo" ou "bom", permaneceu em 13%, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (11). A taxa é a mesma da pesquisa realizada em marçoApesar de a avaliação positiva do governo continuar no que é considerado seu ponto mais baixo desde o início do seu primeiro mandato, em 2011, os números mostram, porém, que a popularidade da presidente parou de cair. O levantamento foi realizado pelo Datafolha com 2.834 pessoas de 171 municípios do país entre nos dias 9 e 10 de abril, e divulgado hoje por meio do site do jornal "Folha de S.Paulo". A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O resultado da pesquisa de avaliação do governo de Dilma feita neste mês é:
- Ótimo/bom: 13%
- Regular: 27%
- Ruim/péssimo: 60%
- Não sabe: 1%..

Governo Dilma tem 62% de reprovação, revela Datafolha

Em meio à crise econômica e escândalos envolvendo a Petrobras, a presidente Dilma Rousseff viu o índice de reprovação do seu governo aumentar 18 pontos em relação a fevereiro. Publicada pelo jornal Folha de São Paulo, a pesquisa Datafolha mostra que 62% dos brasileiros consideram a gestão de Dilma ruim ou péssima. Este índice é o mais alto de um presidente desde setembro de 1992, véspera do impeachment de Fernando Collor de Mello, quando a reprovação chegou a 68%.

As maiores taxas de rejeição foram registradas no Centro-Oeste e Sudeste, com 75% e 66%, respectivamente. Também em cidades com mais de 200 mil habitantes, com 66%. Entre pessoas com escolaridade média, 66%, e entrevistados com renda mensal familiar de dois a cinco salários mínimos, com 66%. A taxa de aprovação também mudou. Apenas 13% dos entrevistados consideram a gestão boa ou ótima, índice mais baixo desde o começo do primeiro mandato de Dilma...

Projeção do Datafolha já confirma reeleição de Dilma

De acordo com projeção do Datafolha a presidente Dilma Rousseff (PT) já pode ser considerada eleita. Os números finais apontam para uma vitória muita apertada. ..

Dilma assume liderança em pesquisas do Ibope e Datafolha. Veja os números

Patrocínio - Eleições 2014 - Blog do Geraldo José

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 54%
- Aécio Neves (PSDB): 46%..

Guerra das pesquisas: Pelo menos 9 pesquisas eleitorais estão previstas até sábado

Pelo menos nove pesquisas eleitorais para presidente estão previstas para serem divulgadas nesta reta final de campanha presidencial.

Os levantamentos foram registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelos Institutos Ibope, Datafolha, Vox Populi e Sensus...

Rede Globo erra e divulga pesquisa com dois pontos a mais para Dilma Rousseff

 
A Rede Globo divulgou erroneamente a pesquisa de intenção de votos para presidente da República no Jornal da Globo da madrugada desta terça-feira (21). No levantamento do Datafolha, encomendado pela emissora e pelo jornal Folha de S.Paulo, o total dos votos válidos de Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) na região Sudeste soma 102% (a porcentagem correta deveria ser 100%). A rede se equivocou e deu dois pontos percentuais a mais para a candidata petista. No telejornal, o jornalista Heraldo Pereira exibiu em um telão as intenções de voto de cada candidato por região. No Sudeste, Dilma Rousseff apareceu com 46%, contra 56% de Aécio Neves, totalizando 102%. A soma, entretanto, não pode ultrapassar 100%. A pesquisa real mostra a petista com 44%. A porcentagem do candidato tucano está correta. O erro na soma da pesquisa passou despercebido por Heraldo Pereira e pelos apresentadores do Jornal da Globo, Christiane Pelajo e William Waack. Nas outras regiões, as porcentagens foram divulgadas corretamente. A pesquisa foi realizada pelo instituto Datafolha, que ouviu 4.389 eleitores na última segunda-feira (20). Confira abaixo o print com o erro:
..

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, diz pesquisa Datafolha

Patrocínio - Eleições 2014 - Blog do Geraldo José

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (22) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:..

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, aponta Datafolha

Patrocínio - Eleições 2014 - Blog do Geraldo José

Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 52%
Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo"...

DATAFOLHA DIVULGA MAIS UMA PESQUISA HOJE

A divulgação das pesquisas IBOPE e DATAFOLHA estão sendo aguardadas com ansiedade pelos comitês eleitorais dos candidatos à presidência da república, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Housseff (PT).

Os últimos números, do IBOPE e DATAFOLHA apontaram empate técnico, com Aécio ligeiramente à frente da petista.Os dois institutos indicaram 51% para o tucano, contra 49% de Dilma, dentro do limite da margem de erro...

Datafolha: Apoio de FHC tem maior rejeição do que os de Marina e Lula


 
Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (15) aponta que apenas 16% consideram que o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) a um dos candidatos ao Palácio do Planalto influenciaria na escolha de voto. Outros 28% declaram que isso faria com que não votassem na pessoa; 50% que seria indiferente e 6% não sabem. Já o apoio de Marina Silva (PSB) a um candidato faria com 23% não votassem no político escolhido. A união de Marina com um postulante seria relevante para 20% dos eleitores; indiferente, para 53%; 4% não sabem. O instituto também mediu a influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo a pesquisa, 37% disseram que o apoio dele poderia levá-los a escolher o candidato; 21%, que isso faria com que não votassem na pessoa; 39% são indiferentes; e 3% não sabem.
 
..

NOVA PESQUISA IBOPE E DATAFOLHA NA CORRIDA PRESIDENCIAL

Patrocínio - Eleições 2014 - Blog do Geraldo José

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (15) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:..

No Ibope, Dilma tem 40%, Marina, 24%, e Aécio, 19%; no Datafolha, 40%, 24% e 21%

Pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas nesta quinta-feira (2) mostram que a candidata Dilma Rousseff (PT) continua na liderança isolada na disputa pela Presidência da República, mas ainda não tem pontuação suficiente para vencer no 1º turno. A diferença de pontos de Marina Silva (PSB) para Aécio Neves (PSDB) caiu numericamente nos dois levantamentos; no Ibope, há um empate técnico entre os dois. A margem de erro das duas pesquisas é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. No Ibope, Dilma tem 40%, Marina, 24%, e Aécio, 19%. No Datafolha, Dilma tem 40%, Marina, 25%, e Aécio, 21%. Os percentuais de cada informação estão arredondados sem casas decimais. Por esse motivo, a soma simples deles pode não dar 100%.

Confira todos os números:

Ibope (veja a pesquisa completa)
Dilma Rousseff (PT) - 40%
Marina Silva (PSB) - 24%
Aécio Neves (PSDB) - 19%
Pastor Everaldo (PSC) - 1%
Luciana Genro (PSOL) – 1%
Outros com menos de 1% - 1%
Branco/nulo - 8%
Não sabe/não respondeu - 7%

SEGUNDO TURNO
- Dilma Rousseff: 43%
- Marina Silva: 36%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%

- Dilma Rousseff: 46%
- Aécio Neves: 33%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 9%

- Marina Silva: 38%
- Aécio Neves: 33%
- Branco/nulo: 18%
- Não sabe/não respondeu: 11%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 205 municípios do país. A pesquisa, paga pelo próprio Ibope, foi realizada entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro e está registrada no TSE sob o número 00942/2014. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Datafolha (veja a pesquisa completa)
Dilma Rousseff (PT) – 40%
Marina Silva (PSB) - 24%
Aécio Neves (PSDB) – 21%
Pastor Everaldo (PSC) – 1%
Luciana Genro (PSOL) - 1%
Eduardo Jorge (PV) – 1%
Outros com menos de 1% - 1%
Branco/nulo - 5%
Não sabe/não respondeu - 5%

SEGUNDO TURNO
- Dilma Rousseff: 48%
- Marina Silva: 41%
- Em branco/nulo/nenhum 8%
- Não sabe: 3%

- Dilma Rousseff: 48%
- Aécio Neves: 41%
- Em branco/nulo/nenhum 7%
- Não sabe: 3%

O Datafolha ouviu 12.022 eleitores em 433 municípios do país. A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo", foi realizada entre os dias 1º e 2 de outubro e está registrada no TSE sob o número 00933/2014. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista...