RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 73 registros para a palavra: cheia

Organização, segurança, Orla cheia e alegria marcam domingo do Santo Antônio das Tradições

Famílias, alegria, romance e forró. O domingo (12) do Santo Antônio das Tradições resgatou a tradição de levar o povo pra rua, para dançar, se divertir e confraternizar.

A festa, que começou mais cedo, às 18h, ficou lotada de crianças brincando e casais dançando.  Com uma estrutura organizada, barracas padronizadas, bastante segurança e saúde a postos, o Santo Antônio das Tradições, promovido pela Prefeitura de Juazeiro, mostrou que os juazeirenses e visitantes anseiavam por um festejo desse...

Barragem de Sobradinho é permanentemente monitorada para garantir segurança. Vídeo mostra águas agitadas. Situação é considerada normal

No último sábado (16), a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) informou que a vazão defluente (água de saída) da Usina Hidrelétrica de Sobradinho aumentou para 2.300 m³/s, devido as chuvas caídas nos últimos dias sobre o reservatório.

Um vídeo circula nas redes sociais mostrando "o agito das águas que ultrapassa as comportas" e tem causando grande repercussão na região. Muitas pessoas estão visitando a barragem devido o fato de cheia, 100% de capacidade do volume útil, isto representa que a barragem está com o acumulo de 34,1 bilhões de metros cúbicos d’água. A última vez que a marca foi alcançada foi em 2009, há treze anos. ..

Famílias afetadas por cheia do rio recebem cestas básicas em Juazeiro (BA)

Com a campanha SOS Enchentes Brasil, a Ação da Cidadania, fundada pelo sociólogo Herbert de Souza (Betinho) no Rio de Janeiro, está arrecadando doações que irão ajudar as famílias carentes que vem passando por este transtorno. 

As chuvas vêm causando problemas graves em todo Brasil e em Juazeiro não foi diferente, as fortes chuvas e o aumento no nível da vazão da Barragem de sobradinho causou aos ribeirinhos prejuízos incalculáveis. ..

Após "cheia do Rio São Francisco, sujeira, matagal fezes, e mau cheiro na orla Juazeiro são focos de reclamações

Mau cheiro, cachorros soltos, fezes espalhadas pelos cantos e mato que cresceu. A vista e passeio na orla de Juazeiro deveria ser um ponto turístico.Mas não é.  O aposentado Severino Albuquerque lamenta o "estado de abandono da pista cooper da orla Juazeiro neste últimos dias". A foto da REDEGN mostra muito lixo, são garrafas, plásticos, e o matagal.

Mulheres reclamam e pedem providências: "se tornou comum no local homens fazerem as necessidades no local sem nenhum constragimento ou mesmo respeito" Este é o cenário da orla. Muita sujeira e mau cheiro no trecho Localizado entre o bairro Angary até a Capitania Fluvial...

Com assistência irrestrita da Prefeitura de Juazeiro, famílias do Angari afetadas pela cheia do rio voltam para casa

Com a redução da vazão da Barragem de Sobradinho e a baixa no nível do Rio São Francisco, moradores que estavam sendo assistidos pela Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) começaram a retornar para as suas residências no bairro Angari, nesta sexta-feira (18).

As famílias vinham sendo assistidas desde o dia 20 de janeiro, data em que a gestão municipal disponibilizou servidores públicos para auxiliar no transporte das mudanças dos móveis, eletrodomésticos e utensílios dos moradores que foram abrigados no Colégio Municipal Paulo VI. Durante esse período as famílias  receberam o apoio de assistentes sociais, alimentação, kits de higiene pessoal, colchões e cobertores...

Rio São Francisco: moradores e pescadores do bairro Angary começam a retornar para as casas depois da "cheia"

Durante este período de cheia das águas do Rio São Francisco, A REDEGN acompanha a saga dos moradores e pescadores do bairro Angari.

Nesta sexta-feira (18), em visita a comunidade, foi constato o retorno de alguns moradores que haviam deixando as moradias. A energia elétrica será religada para que os demais moradores possam retornar a suas casas...

Jornal Nacional: Sanfoneira Alice Dangelo Carvalho, 8 anos, destaca beleza da cheia do Rio São Francisco

A última década foi de estiagens que castigaram o leito e quase fizeram secar um dos mais importantes rios do país. Mas as chuvas de dezembro e janeiro em Minas Gerais e no Oeste da Bahia recuperaram o São Francisco.

A chuva dos últimos meses também serviu para trazer alívio e mudar a cara de um dos maiores rios do país...

Prefeitura de Juazeiro mantém assistência social às famílias desabrigadas em decorrência da cheia do rio São Francisco

Caiu de 13 para 6 o número de famílias abrigadas na Escola de Tempo Integral Paulo VI, em Juazeiro. O local foi disponibilizado pela Prefeitura Municipal para acolher as famílias afetadas pela cheia do rio São Francisco e das chuvas que caíram na cidade no mês de janeiro. A ação é coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) e pela Secretaria de Educação e Juventude (Seduc).

Com o recuo das águas no bairro Sol Levante, que sofreu com alagamentos durante as chuvas, algumas famílias optaram por retornar às suas residências. "Com a redução do risco de alagamentos nessa área, as famílias sentiram a necessidade de voltar para suas casas e nós prestamos toda a assistência necessária para esse retorno em segurança, e continuamos assistindo aquelas famílias que ainda precisam do nosso apoio", relata o titular da Sedes, Teobaldo Pedro...

Cidades da Bahia e Minas Gerais registram prejuízos na agricultura e pecuária após cheia do Rio São Francisco

As fortes chuvas que atingem o sul da Bahia e o nordeste de Minas Gerais também atingiu a produção agropecuária das duas regiões. Com forte presença de agricultores familiares dedicados à produção de leite, mandioca, frutas, cana-de-açúcar e milho, muitas fazendas ainda encontram-se isoladas devido à destruição de pontes e estradas vicinais que ligam as comunidades rurais às cidades. 

A REDEGN percorreu algumas feiras de agricultura familiar em Juazeiro e Petrolina e constatou que várias plantações foram prejudicadas...

Meio Ambiente: Professor destaca pontos positivos que poderão ser percebidos com a cheia do Rio São Francisco

O aumento das vazões das hidrelétricas de Sobradinho e Xingó trazem mais benefícios do que malefícios para a bacia hidrográfica do Rio São Francisco do ponto de vista ambiental. Desde o dia 24 de janeiro, o fluxo de água liberado nas hidrelétricas é de 4.000 m³/s e será mantido, já que, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), não há perspectivas de redução, nem de aumento no curto prazo, desde que as previsões climáticas se confirmem.

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), José Maciel Nunes de Oliveira, explica que o aumento das vazões atenua um período de seca intensa e não deve colocar vidas em risco...

Paulo Afonso: Cachoeiras atingem maior volume em 12 anos após cheia do São Francisco

As cachoeiras de Paulo Afonso, na divisa da Bahia com Sergipe e Alagoas, alcançaram um volume de água que não era visto há 12 anos. O fenômeno ocorre devido à abertura de três comportas da hidrelétrica local com a vazão de quatro mil metros cúbicos por segundo, informou o G1.

O fato também é explicado pela cheia do Rio São Francisco por conta da intensidade das chuvas na nascente, situada em Minas Gerais. Além das cachoeiras de Paulo Afonso, outro reservatório que teve o volume de água aumentado foi a Barragem do Sobradinho, no Sertão do São Francisco...

Corpo de Bombeiros intensifica alerta de riscos de afogamentos com a cheia do Rio São Francisco

A cheia no rio São Francisco tem chamado a atenção dos moradores dos municípios banhados pelo Velho Chico. Em Juazeiro, na Bahia, e em Petrolina, por exemplo, a quantidade de pessoas indo ver a mudança no cenário cresceu. 

No entanto, com o aumento do público, também subiu o risco de afogamentos. O enente Breno Gusmão Barbosa, do 4º Grupamento do Corpo de Bombeiros em Petrolina, disse que por causa do grande volume d’água, a orientação é para que as pessoas evitem nadar no Velho Chico...

VÍDEO: Imagens aéreas mostram como ficou a Ilha do Rodeadouro após cheia do Rio São Francisco

Um dos principais balneários da região do Vale do São Francisco, a Ilha do Rodeadouro já não é mais a mesma. Isso é decorrência do aumento da vazão do Reservatório de Sobradinho, que desde as últimas semanas vem alterando as paisagens das áreas da calha do Rio São Francisco. Imagens aeréas feitas por drone mostram parte da ilha submersa, após os aumentos da vazão.

A Ilha do Rodeadouro, que tem, em média, uma estrutura com cerca de 30 restaurantes e que se destacam pelas especialidades de seus cardápios tradicionais variados, é visitada não somente por turistas de várias partes do Brasil, como também pelos próprios moradores locais. O grande atrativo são as barracas montadas a beira do Velho Chico...

Prefeitura de Juazeiro garante assistência social e reforça atenção às famílias desabrigadas vítimas da chuva e da cheia do Rio São Francisco

Subiu de 8 para 12 o número de famílias que estão abrigadas na Escola de Tempo Integral Paulo VI, em Juazeiro. O local já havia sido disponibilizado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação e Juventude (SEDUC) e Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) para acolher os moradores do bairro Angari, afetados pela cheia do Rio São Francisco. Agora a escola também está abrigando 4 famílias do bairro Sol Levante que foram afetadas com a forte chuva da noite desta terça-feira (25), que alagou as residências dos moradores.

A Guarda Civil Municipal e o Corpo de Bombeiros foram acionados pelos próprios moradores, prestando a primeira assistência, levando as famílias para a Escola Paulo VI ainda na madrugada desta quarta-feira (26)...

Após invasão de pessoas para tirar fotos das cheias na Usina Hidrelétrica de Sobradinho, Chesf anuncia reforço na fiscalização

Para impedir o acesso às suas áreas de segurança, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) reforçou o efetivo de fiscalização e vigilância em todas as suas usinas hidrelétricas. Esta semana, foram feitos aditivos em contratos para evitar que pessoas invadam áreas restritas.

Por conta da cheia no Rio São Francisco, algumas pessoas invadiram áreas com risco de morte, para tirar fotos na Usina Hidrelétrica de Sobradinho (BA). Antes desse acontecimento, a Diretoria da Chesf já havia decidido pelo reforço na fiscalização, inclusive com uso de helicóptero, em Paulo Afonso (BA), e parceria com forças de segurança...

Mais assistência: prefeita Suzana Ramos visita famílias abrigadas no Colégio Paulo VI após cheia do Rio São Francisco

A prefeita Suzana Ramos visitou, nesta segunda-feira (24), o abrigo provisório instalado pela Prefeitura de Juazeiro na Escola Municipal de Tempo Integral Paulo VI. Juntamente com o secretário de Desenvolvimento Social, Teobaldo Pedro, e o coordenador da Defesa Civil Municipal, Ramiro Cordeiro, a gestora circulou pelo local e conversou com as pessoas que deixaram suas casas no bairro Angari assim que a água do rio São Francisco começou a subir, na semana passada. 

Na ocasião, a prefeita reforçou o compromisso da gestão municipal e garantiu que as famílias continuarão sendo bem assistidas. "Tenho pedido diariamente o resumo dos acompanhamentos que as nossas equipes da força-tarefa estão realizando, seja no Angari ou nas ilhas da nossa cidade. Vim aqui no abrigo do Colégio Paulo VI para entender as necessidades dessas famílias, e assim continuarei fazendo enquanto o rio permanecer com a vazão elevada. Pedi atenção redobrada das nossas equipes e a população pode contar conosco", declarou Suzana Ramos...

Guarda Civil de Juazeiro reforça ações de segurança em áreas atingidas pela cheia do Rio São Francisco

Diante da elevação do nível do Rio São Francisco e do risco de inundações, a Prefeitura de Juazeiro montou uma força-tarefa para auxiliar os ribeirinhos que moram  em regiões historicamente mais afetadas pelas águas, como no bairro Angary e Ilha do Rodeadouro. Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) - que faz parte da Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT), tem intensificado as ações de segurança e participando ativamente no auxílio aos atingidos pela elevação do nível do rio.

Nesta segunda-feira (24), de acordo com a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), por causa da cheia, a liberação da água na barragem de Sobradinho deve ser ampliada para 4.000 m³/s, redobrando a atenção da gestão municipal também na segurança...

Rio São Francisco: vazão a partir desta segunda-feira (24) é de 4 mil metros cúbicos de água por segundo

A vazão da barragem de Sobradinho chegou até o momento ao maior patamar dos últimos 12 anos nesta segunda-feira (24). A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) iniciou a vazão de 4.000 m³ por segundo.

O bairro Angary, em Juazeiro, é um dos mais atingidos. O nível da água sobe bastante na orla da comunidade.  A previsão é de que o nível da água suba ainda mais, porque chove na região e essa chuva deve continuar na Bacia do Rio São Francisco até meados de abril e maio, segundos os especialistas...

CBHSF coloca em funcionamento Sala de Monitoramento de Cheias do Rio São Francisco

Diante da condição de cheia na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, foi aberta essa semana a operação da Sala de Monitoramento de Cheias do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CHSF), na cidade de Petrolina (PE).

O objetivo é monitorar o processo de cheias na bacia, com foco na região fisiográfica do Submédio e alertar o poder público dos municípios e população ribeirinha sobre os possíveis impactos...

Prefeitura de Juazeiro e Polícia Militar unem forças para levar segurança aos moradores das áreas alagadas com a cheia do rio

A Prefeitura de Juazeiro e a Polícia Militar montaram um plano de ação para proteger as famílias desalojadas das áreas ribeirinhas e seus pertences. Com a elevação do nível do Rio São Francisco, muitas famílias do bairro Angari deixaram suas residências e foram abrigadas no Colégio de Tempo Integral Paulo VI, onde a gestão municipal montou uma unidade de acolhimento provisório. A Guarda Civil Municipal (GCM) também seguirá realizando seu trabalho nessas áreas.

Para falar sobre as ações, o secretário de Desenvolvimento Social, Teobaldo Pedro, e o coordenador da Defesa Civil, Ramiro Cordeiro se reuniram nesta sexta-feira (20) com o titular do Comando de Policiamento Regional Norte (CPRN), coronel Valter Araújo, juntamente com a chefe do Centro de Planejamento Operacional e Decisões Estratégicas, major Raquel Reis e o subcomandante da 73ª CIPM, capitão João Oliveira...