RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 18 registros para a palavra: aumento da vazao

Comerciantes da Ilha do Rodeadouro revelam prejuízos após aumento da vazão na barragem de Sobradinho

Um dos maiores pontos turísticos de Juazeiro, a Ilha do Rodeadouro, está sem receber visitantes há mais de um mês por causa do aumento da vazão da barragem do Sobradinho causado pela cheia no rio São Francisco.

Os donos de barracas revelam perda de até R$ 120 mil por causa da situação. Os prejuízos também atingem os barqueiros do local...

Orla Nossa: AMMA realizará a primeira análise da água após o aumento da vazão do Rio São Francisco

Quando o assunto é meio ambiente, a população de Petrolina tem muito que comemorar. Há cinco anos o Rio São Francisco recebe os cuidados da gestão municipal com o programa Orla Nossa.

A prefeitura vem conseguindo melhorar a qualidade da água e possibilitando um habitat propício ao desenvolvimento da fauna e da flora do Velho Chico...

Com aumento da vazão do rio, SAAE Juazeiro instala bombas de elevação e monitora ações na Barragem do São Geraldo

Com o aumento da vazão da Barragem de Sobradinho e a consequente elevação do nível do Rio São Francisco, o Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro, acelerou alguns procedimentos de prevenção.

Nesta quinta-feira (20), a diretora-presidente do SAAE, Josilene Alixandre, acompanhada da equipe técnica da autarquia, realizou mais uma ação de prevenção...

Com aumento da vazão de Sobradinho, SAAE Juazeiro executa ações de monitoramento em trechos do Rio São Francisco

Com o aumento da vazão da Barragem de Sobradinho e a consequente elevação do nível do Rio São Francisco, o Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro iniciou, no último final de semana, um ação para executar ações de monitoramento a partir da quantidade de água que está sendo liberada no Velho Chico. 

De acordo com a nota pública enviada pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), até o dia 24 de janeiro, a cada dois dias, a barragem de Sobradinho estará liberando 500 m³/s (metros cúbicos de água por segundo), totalizando ao final do dia 24 uma vazão de 4.000 m³/s...

Sobradinho: Vice-Prefeito e Coordenador da Defesa Civil alerta sobre aumento da vazão da Barragem de Sobradinho

Em entrevista concedida à Radio São Francisco FM, na última quarta-feira (12), o vice-prefeito, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente e também coordenador da Defesa Civil de Sobradinho, Jarques Canturil, falou sobre os impactos do aumento da vazão da barragem de Sobradinho.

De acordo com informações da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), o aumento do nível do rio está a oito metros e 24 centímetros acima do normal, registrando a maior cheia dos últimos 14 anos...

Aumento da vazão de Sobradinho começa a alterar cenário das Ilhas do São Francisco; RedeGN faz passeio e confere de perto

Basta um simples e rápido passeio de barco pelo Rio São Francisco para notar que a paisagem não é mais a mesma de alguns dias atrás. Isso porque o rio está com um volume maior de água, em virtude dos últimos aumentos da vazão do Lago de Sobradinho anunciados pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). A RedeGN fez um breve passeio pelo Velho Chico e constatou as alterações [veja vídeo abaixo].

A mudança já se faz visível nas Orlas de Petrolina e Juazeiro, onde já é possível notar que as margens, antes cobertas por faixas de areia ou vegetação, já estão parcialmente cobertas. A água do rio também já está invadindo pontos turísticos como a famosa Ilha do Maroto. A situação não é diferente na Ilha do Rodeadouro, um dos atrativos turísticos mais frequentados da região...

Cenário da Ilha do Rodeadouro muda com cheia do Rio São Francisco. Água avança com aumento da vazão da barragem Sobradinho

A ilha do Rodeadouro continua dando sinais da cheia do Rio São Francisco.  Nesta sexta-feira (14), A REDEGN acompanha a evolução da cheia. A água sobe a cada minuto tornando o cenário do local completamente diferente. Várias barracas que estão instaladas na calha do rio agora tem o espaço ocupadas pelas águas que aumentam. 

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) anunciou o aumento da vazão da água da barragem do Sobradinho desde a última quarta-feira (12). O objetivo é liberar mais água por causa das cheias no rio São Francisco e isto vem provocando mudanças na vida e também no cotidiano dos comerciantes, a exemplo da Ilha do Rodeadouro que sobrevivem do turismo local...

Prefeitura de Juazeiro diz que fará plano de ação para minimizar possíveis impactos ocasionados com aumento da vazão da Barragem de Sobradinho

A Prefeitura de Juazeiro disse que está atenta com o aumento da vazão da Barragem de Sobradinho e traçou um plano de ação preventivo para minimizar os impactos da cheia do Rio São Francisco e dar assistência às comunidades ribeirinhas do município. Ontem (11), a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) informou sobre o aumento gradativo da defluência (água que sai) do Lago, que deve chegar a 4 mil m³/s (metros cúbicos por segundo) até o próximo dia 24 de janeiro.

A Defesa Civil do município e equipes de todas as secretarias foram mobilizadas para monitorar a situação. A prefeita Suzana Ramos convocou uma reunião nesta quarta-feira (12) com os titulares da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES), Teobaldo Pedro, da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), Anderson Freire, do Sistema de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), Josilene Alixandre e da Secretaria de Administração (SEAD), Wendell Batista. Também participaram do encontro a representante da Secretaria de Serviços Públicos (SESP), Rosilene Castro, o assessor especial de gestão, Alan Jones e o vereador Lourival Quirino...

Aumento da vazão de Sobradinho preocupa moradores do Angary; prefeitura diz que fará plano de ação

A notícia de que a vazão de Sobradinho deve chegar a 4 mil m³/s até o próximo dia 24 de janeiro, índice jamais visto desde 2009, preocupou os moradores da comunidade ribeirinha do Angary, situada às margens do Rio São Francisco, em Juazeiro. Isso porque os moradores temem situação pior que a enfrentada no final de 2020, quando muitas famílias tiveram que deixar suas casas em virtude do aumento do volume do rio.

Sobradinho, que atualmente tem 60% de seu volume útil, hoje opera com defluência de 816 m³/s, enquanto sua afluência (água que entra) é de 4.700 m³/s. A partir desta quarta-feira, a defluência vai aumentar para 1.300 m³/s. A cada dois dias, a vazão vai aumentando 500 m³/s, chegando, portanto, a 4.000 m³/s no dia 24 de janeiro, conforme comunicado emitido pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) [leia mais abaixo]...

Vazão média da Hidrelétrica de Sobradinho será elevada nesta quinta (30). Devido ao aumento, o volume útil da Barragem vai diminuir

A vazão média da Hidrelétrica de Sobradinho, Bahia vai ser elevada. A informação foi divulgada pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), empresa que administra a hidrelétrica.

A partir desta quinta-feira (30), o escoamento passará de 1.300 metros cúbicos por segundo para 1.600 metros cúbicos por segundo...

Aumento da vazão do Rio São Francisco mostra poluição que agride o meio ambiente

O plástico, em forma de garrafas, sacos ou tampas, é um dos principais depredadores do Rio São Francisco. A reportagem da redeGN, flagrou dezenas de formas da poluição nas margens do Rio São Francisco. Com a vazão em 1600 metros cúbicos por segundo, o Opará, na linguagem indigena, Rio que é Mar, o Velho Chico, vem dando sinais de aumento do volume de água e com isto, mostra "cada vez mais as cicatrizes provocadas pela ação do homem em suas margens".

Quem tem o privilégio de cruzar a Ponte Presidente Dutra, entre as cidades de Petrolina (em Pernambuco) e Juazeiro (na Bahia) e admirar a beleza do Rio São Francisco, nem imagina o quanto durante estes últimos 10 anos sofreu. Depois de nascer na Serra da Canastra, em Minas Gerais, a 1,2 mil metros de altitude, e antes de desaguar no Oceano Atlântico, a quase 3 mil quilômetros de distância, na Praia de Peba, em Alagoas, o velho Chico recebe uma carga imensurável de poluição...

Leitor diz que aumento da vazão "repentina" do Rio São Francisco causa prejuízos aos pequenos agricultores

O leitor da redeGN,  Zoroastro Cedro, conhecido por Zoró, químico, aposentado e pequeno produtor rural, envia email, apontando "ser avesso a arbitrariedades" e acusa Chesf de causar prejuízos aos pequeno produtores.

Confira:..

Videos mostram parte da Ilha do Rodeadouro com aumento da vazão da barragem de Sobradinho, sendo encoberta pelas águas

Conforme a RedeGN tinha antecipado desde a semana passada, o leito do Rio São Francisco aumentou consideravelmente nas últimas horas. A Chesf aumentou a vazão na madrugada desa quarta (15) e  subiu para 1.600m³/s. 

Em nota encaminhada a este veículo de comunicação a Chesf alertou para riscos de alagamento de áreas ocupadas em trechos considerados como “calha principal”...

Vazão do Rio São Francisco sobe mais nesta quarta-feira (15) e pode invadir áreas ribeirinhas ocupadas

Com o lago de Sobradinho acima dos 80% da sua capacidade de armazenamento e com a Barragem de Itaparica numa média 30%, a Chest anunciou hoje (14), em comunicado, o aumento da vazão na Barragem de Sobadinho para 1.600 m3/s já a partir da 00h00 desta quarta-feira (15).

De acordo com a Chesf “Em continuidade ao processo de divulgação de informações a respeito da operação dos  reservatórios da Bacia do São Francisco, comunicamos que a defluência média diária da UHE Sobradinho será elevada para a faixa de 1.600m3/s a partir das 00h00 de amanhã, 15/04/2020, afim de atender a diretriz de armazenamento mínimo em Itaparica de 30% do volume útil”, diz trecho do comunicado...

Meio Ambiente: Comitê teme que chuvas e aumento da vazão levem lama de Brumadinho para o Rio São Francisco

O medo continua a navegar nas águas do Paraopeba, afluente do Rio São Francisco tragicamente degradado pelo rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ao participar de encontro em Três Marias, na Região Central de Minas Gerais, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, Marcus Vinícius Polignano, disse temer, que com a chegada das fortes chuvas, o escoamento da pluma (restos de rejeitos de minério) barrada na Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo, entre Pompéu e Curvelo, em direção ao Velho Chico. 

“Desde o ano passado, já alertamos as autoridades federais, mas até hoje, nada. Estamos preocupados que os sedimentos sejam revolvidos e levados pelo rio”, afirmou o também presidente do Projeto Manuelzão, da Universidade Federal de Minas Gerais...

HIDRELÉTRICA DE XINGÓ TEM AUMENTO DA VAZÃO PARA MELHORAR CONDIÇÕES DAS ÁGUAS DO BAIXO RIO SÃO FRANCISCO

O reservatório de Xingó (AL/SE), no rio São Francisco, passou a liberar uma vazão no patamar de 800 metros cúbicos por segundo, desde sábado, 11 de janeiro, em vez dos 700m³/s que vinha sendo praticados desde o fim do ano passado. A medida busca garantir mais água para atendimento dos usos múltiplos do recurso no Baixo São Francisco e melhorar as condições da água no baixo São Francisco.

Pela proposta, este novo patamar de operação de Xingó, a ser praticado pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), será mantido se as projeções para o reservatório de Sobradinho (BA) continuarem apontando um volume útil superior a 55% no fim de maio deste ano. Caso contrário, as defluências de Xingó poderão ser revistas. ..

Juazeiro: Pescadores e barqueiros comemoram aumento da vazão do Rio São Francisco

A vazão defluente no Baixo São Francisco será elevada a partir desta quinta-feira (11 de janeiro) do patamar atual de 700 metros cúbicos por segundo (m³/s) para 800 m³/s. 

O presidente da Associação dos Pescadores da Ilha do Fogo, Tadeu Reis comemora a decisão. "Desde ontem 10, já começamos a perceber a elevação do nível das águas do Rio São Francisco. Isto é muito bom, a primeira riqueza é a limpeza que a força das águas faz para o Rio."..

Comitê solicita aumento da vazão para dissipar mancha no rio São Francisco

Aumentar a vazão do rio São Francisco. Este foi o principal encaminhamento tomado ao final da reunião realizada nesta terça-feira (14.04) com a participação de diversos órgãos ligados à questão ambiental para discutir estratégias que venham a dissipar a mancha escura no leito do rio. O dano ambiental é visível no estado de Alagoas, entre os municípios de Delmiro Gouveia e Olho d’Água do Casado. O problema causou a suspensão da captação de água na região. Durante a reunião, articulada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, o presidente da Companhia de Abastecimento de Alagoas (Casal), Clécio Falcão, externou sua indignação com a falta de comunicação da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) antes da abertura da comporta do reservatório Apolônio Sales, em Paulo Afonso (BA). “O rio São Francisco vem sofrendo gravemente com essa redução da defluência. A Casal está com o sistema de captação parado na região, devido a má qualidade da água. É lamentável a atitude da Chesf, que fez essa operação sem uma comunicação prévia”, disse Falcão.

O secretário do Comitê, Maciel Oliveira, explicou qual a maior preocupação do colegiado em relação à questão. “Estamos preocupados com o abastecimento humano. Então, vamos formalizar junto à ANA e ao Operador Nacional do Sistema Elétrico [ONS] essa alternativa para captar água. Não há outro ponto que possa garantir o fornecimento da água para a população”, explica Maciel. Ele acrescentou que o Comitê promoveu o encontro na condição de órgão colegiado e representativo. Apesar da proposta de aumento de vazão, ainda não é possível estimar qual o nível mínimo adequado para garantir a dissipação da mancha. Essa definição depende do resultado da análise das amostras, que está sendo feita pelo IMA/AL, Casal, Chesf e Ibama. “Não vamos ser prematuros. Ainda não é possível afirmar, com absoluta certeza, a culpabilidade da Chesf nesse grave incidente”, ressalta Maciel Oliveira. A solicitação de aumento da vazão se baseia nos chamados ensaios, ou seja, estudos realizados pela Casal e que apontam ser essa a solução mais viável para retirar a mancha identificada atualmente no leito do rio...