RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 69 registros para a palavra: Racismo

Artigo - Lugar de fala.

Qual é o meu lugar de fala nessa sociedade racista? Começo fazendo esse  questionamento, porque ele me veio ontem à noite, logo depois do Big Brother Brasil. Bom, é sabido por algumas pessoas, as mais antenadas digamos assim, que houve um fato racista no programa do “Boninho” na rede globo e que gerou uma enorme polêmica nas mídias sociais, em grupos de amigas/os e em vários espaços coletivos; umas/uns favoráveis, outras/outros contra e assim seguiu-se o dia seguinte ao jogo da discórdia.

Houve até algumas cobranças à rede globo pelo fato de não ter explorado o assunto como deveria e ter passado por cima de uma questão tão relevante na sociedade. Mas, surpreendentemente, eis que Tiago Leifert, apresentador do Reality, faz a tão esperada e cobrada pausa para tratar do assunto, e acaba virando o fenômeno da noite. Fala muito boa por sinal, bastante pertinente e necessária...

Bahia afasta meia Ramírez para que seja apurada acusação de racismo

Na madrugada desta segunda-feira (21), o Esporte Clube Bahia anunciou que afastou das atividades do clube o meia colombiano Juan Pablo "Índio" Ramírez, em período ainda indeterminado no qual será apuarada acusação de racismo contra o atleta.

Após vitória do Flamengo por 4 a 3 contra o Bahia neste domingo, o meia Gerson, do Flamengo, acusou Ramírez de ter cometido injúria racial contra ele. Em entrevista concedida após o jogo, o flamenguista afirmou que, durante uma discussão, Ramírez disse a ele: "cala a boca, negro".

O Bahia frisou que Ramírez nega veementemente a acusação, mas afirmou que "o clube entende, porém, que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza".

Veja, abaixo, a nota divulgada pelo Bahia sobre o afastamento de Ramírez:..

Artigo - Populismo racial

Quem são os responsáveis pelos assassinatos recorrentes de pretos e pobres no Brasil? A violência instrumentalizada parece ter tomado conta do país, ora por ações do Estado, ora por prepostos de empresas privadas, e mesmo entre particulares. O fato é que todos estamos estarrecidos com a banalização da morte.

Nas lições de Agambem, no Homo Sacer, se em Atenas antiga o cidadão fazia política por ser cidadão, no mundo atual, a política decide quem é cidadão e quem pode fazer política...

Valmir: Rui ajuda a enfrentar o racismo na Bahia com decreto sobre a Lei Aldir Blanc

Decreto assinado pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), e publicado neste sábado (26), direciona 50% dos repasses federais da Lei Aldir Blanc para grupos de manifestação cultural da população negra. A medida foi defendida e celebrada pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). O parlamentar diz que a iniciativa será exemplo para todo o país para tentar minimizar os efeitos desastrosos da crise sanitária. "Uma decisão fundamental para política de enfrentamento ao racismo estrutural e institucional, que também incide sobre a cultura, contra artistas negros. Não tenho dúvida que será uma importante medida para que outros estados tenham a mesma atitude", descreve Valmir.

O Congresso Nacional aprovou o valor de R$3 bilhões para aplicar em ações emergenciais de apoio ao setor cultural por meio digitais. E cabe aos estados e municípios regulamentar dispositivos para que os recursos sejam distribuídos. Desse valor aprovado pela Câmara e Senado, R$110 milhões foram direcionados para a Bahia. E o decreto de Rui Costa altera a lei que trata do Sistema Estadual de Cultural e trata de reivindicação já manifestada por diversos grupos culturais. Para Assunção, a ideia é fortalecer setores durante a pandemia e ajudar todos que vivem da cultura para auxiliar a preservar legados históricos e que influenciam diretamente na vida das pessoas...

O preconceito, o racismo e a discriminação são características do irracional

O conceito de beleza não se resume no porte  físico, na cor da pele, no tipo de cabelo, na condição financeira, na posição profissional, na linhagem ou sobrenome. Ser 'lindo' é muito mais que tudo isso, é ter a condição de se comportar corretamente como um ser humano que enxerga no outro a sua semelhança, é ter a capacidade de amar e empatia, independente de classe social, raça, gênero ou religião.

A compreensão de vida não se resume em estereótipos, de imagens preconcebidas, padronizadas e generalizadas, como o próprio significado da palavra remete. Definir o sujeito a partir de seus dotes, raça ou situação social é cometer intencionalmente discriminação, racismo e preconceito. Julgar sem conhecer o julgado é perigoso e pode causar situações violentas, assim como o preconceito que geralmente está atrelado à discriminação por parte daqueles que valorizam a si próprio e deprecia os demais...

Dani Alves manifesta apoio a Neymar após caso de racismo

Por meio das redes sociais, Daniel Alves se manifestou sobre o caso de racismo sofrido por Neymar no último domingo, quando o Paris Saint-Germain enfrentou o Olympique de Marselha. Os atletas atuaram juntos no futebol francês, Barcelona e Seleção Brasileira.

O camisa 10 do São Paulo repudiou a injúria racial, manifestou apoio a Neymar e aproveitou para mandar um conselho ao craque do PSG: "No esporte assim como na vida, estamos para inspirar pessoas, para transformar vidas e não há espaço para pessoas que proclamam ódio ou racismo. Que você não se deixe guiar pelo ódio meu irmão, que você seja a paz e a bondade que você carrega na sua alma. O amor é a única forma de combater o ódio, mesmo que que fira momentaneamente nossa índole.", escreveu Dani Alves...

Neymar se revolta após suposto caso de racismo em campo na França


Neymar foi expulso na sua estreia no campeonato francês após se envolver em polêmica racista em jogo seu time, o PSG e o Olympique de Marselha neste domingo (13). O brasileiro deu um tapa no adversário, o árbitro chamou o VAR e acabou tirando o jogador da partida. Ao sair do gramado, Neymar gritou para as câmeras: “Racista”. 

No twitter, o jogador falou: “”Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”...

Vaquinha em favor do motoboy que sofreu ofensas racistas em Valinhos ultrapassa meta sugerida. Veja 

Uma vaquinha realizada em prol do motoboy Matheus Pires Barbosa, que sofreu ofensas racistas em Valinhos, interior de São paulo, na semana que passou teve uma grande repercussão e vai render a ele a possibilidade de comprar uma casa e investir nos estudos.

Internautas se mobilizaram através das redes sociais e ontem (10) os valores arrecadados já haviam ultrapassado os R$ 150 mil sugeridos como meta numa vaquinha virtual...

Ivete fala sobre fofocas e racismo no Domingão do Faustão

Durante entrevista ao Domingão do Faustão neste domingo (21), a cantora falou sobre diversos assuntos, mas dois assuntos chamaram à atenção: Seu nome envolvido na “briga” entre Anitta e Ludmilla e também sobre racismo. A juazeirense afirmou que não liga para as brigas na internet e disse que prefere ser um canal para assuntos importantes na sociedade, como o combate ao racismo. Ela ainda constatou que tem sorte por estar trabalhando ativamente durante a quarentena: “Preciso reconhecer os meus privilégios. Eu não posso acordar e ficar pensando em bobagem. Eu tenho a sorte de poder trabalhar, de ter uma família. Eu tenho a força, a energia. Isso eu vou numa visão otimista da minha vida pelas milhões de oportunidades que eu tenho. Eu tenho que ter respeito a essas oportunidades”, disse.

Durante o bate-papo, o apresentador comentou que a convidada não se envolve nas discussões constantes nas redes sociais: “Eu acho que a gente já tem muito assunto difícil pra lidar. O mais importante de tudo é quando você reconhece a sua essência, a sua verdade. Quando você responde a isso [haters], quando você canaliza isso, quando é um amplificador dessas ideias negativas, você acaba reforçando aquela atitude mesquinha, sem nenhuma estrutura emocional”, discursou...

Ministro da Educação chega à Polícia Federal para prestar depoimento por inquérito de racismo

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, acaba de chegar à sede da Polícia Federal para prestar depoimento em inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) no qual ele é acusado de racismo.

Ele disse que só falaria com a imprensa se não houvesse a presença dos veículos de comunicação ligados à Folha e ao grupo Globo. Minutos antes de chegar, 10 apoiadores chegaram ao local dizendo que estavam ali para apoiar o ministro...

Papa condena racismo e violência nos EUA e pede reconciliação nacional

O papa Francisco quebrou seu silêncio nesta quarta-feira (3) sobre os protestos nos Estados Unidos (EUA), dizendo que ninguém pode "fechar os olhos ao racismo e à exclusão", ao mesmo tempo em que condenou a violência como "autodestrutiva e derrotista".

Francisco, que dedicou toda a seção em inglês de sua audiência pública semanal à situação nos EUA, implorou a Deus pela reconciliação nacional e pela paz. Ele chamou a morte de George Floyd de trágica e disse estar orando por ele e por todos aqueles que foram mortos como resultado do "pecado do racismo"...

Justiça condena responsáveis por crime de racismo contra Maju Coutinho

 

Dois homens foram condenados pela Justiça de São Paulo pelos crimes de racismo e injúria racial contra a jornalista Maju Coutinho, da Rede Globo. A decisão foi assinada pelo juiz Eduardo Pereira dos Santos Júnior, da 5ª Vara Criminal da Comarca da Capital.

Nela, o juiz afirmou que "os réus, deveras, incitaram e induziram a discriminação e o preconceito de raça e cor”. As penas variam de cinco a seis anos de reclusão em regime semiaberto e aplicação de multa...

Brancos ainda são 78% dos representados em anúncios

Uma mulher negra busca trocar de operadora de internet e decide folhear uma revista para ver as marcas anunciadas. A chance de essa consumidora encontrar alguém parecido com ela é exígua: apenas 4% das pessoas retratadas em propagandas desses serviços têm seu perfil.

O mesmo ocorreria com um homem negro buscando um novo modelo de telefone celular, já que nessa publicidade são só 6% dos representados...

Léo Santana denuncia casos de racismo: ‘Sofro com isso em hotéis’

O cantor Léo Santana utilizou as redes sociais neste sábado (1) para denunciar um caso de racismo que ele e sua equipe teriam sofrido em um hotel de Belo Horizonte, em Minas Gerais. O cantor, que foi uma das atrações do FV20 neste domingo (2), falou sobre o episódio durante a coletiva de imprensa.

"O que aconteceu ontem em Belo Horizonte foi muito triste porque há tempos isso vem acontecendo, essa indiferença, não é novidade para ninguém. O preconceito está aí, o racismo em si está aí, a homofobia está aí e só não enxerga quem se faz de louco", frisou...

Prefeitura discute os impactos do racismo na saúde mental da população negra em Petrolina

Uma vasta programação realizada durante toda esta semana no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD III de Petrolina discutiu os impactos do racismo na saúde mental da população negra. Como parte da campanha 'Novembro Negro', a ação contou com rodas de conversa, dinâmica e música.

"Foi uma semana voltada para conscientização e para trabalhar os efeitos do racismo na vida dos usuários de saúde mental. Contamos com a participação do grupo de maracatu Beira Rio e os alunos da Univasf foram nossos parceiros nessa programação especial, que teve como intuito a redução das desigualdades e a promoção da saúde dos usuários", destaca a secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque...

MP-BA denuncia gerente da Caixa Econômica por crime de racismo contra empresário

A promotora de Justiça Lívia Vaz Santana denunciou o gerente da Caixa Economia Federal de Salvador, João Paulo Vieira Barreto por racismo contra o empresário Crispim Terral, cliente do banco. No dia 19 de fevereiro deste ano, o empresário foi agredido por dois policias militares e pelo gerente após ter tido seu atendimento negligenciado por parte do funcionário. Os seguranças o agrediram com um “mata-leão”. A filha do empresário registrou a violência em vídeo.

Na denúncia, a membro do Ministério Público da Bahia (MP-BA), relata que o cliente se deslocou para a referida agência bancária, a fim de resolver um débito indevido em sua conta corrente, no valor de R$ 2.056,00, referente a cheques emitidos e já resgatados pela vítima. Para a promotora de Justiça, “elementos de prova carreados aos autos conduzem à conclusão de que o acusado praticou discriminação racial, ao conferir tratamento discriminatório à vítima, que, além de ter sido tratada de forma diferenciada em relação aos demais clientes da agência, foi apontado como ‘esse tipo de gente’ pelo denunciado, que exigiu que os policiais algemassem Crispim, ainda que este não tenha cometido qualquer delito”...

Série de palestras sobre racismo institucional capacita Guarda Municipal de Juazeiro

Com o objetivo de promover discussões acerca do racismo e assuntos correlacionados com a população negra e cumprindo a programação da ações e estratégias elaboradas pela Guarda Municipal como proposta para o Plano Municipal de Igualdade Racial de Juazeiro, foram realizadas no quartel da Guarda Municipal, nesta quinta e sexta-feira (12 e 13), várias palestras abordando a temática do racismo institucional, o Estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa e a violência contra meninas e mulheres negras. As atividades foram realizadas em uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) e Rede Sertão do São Francisco de Combate ao Racismo Institucional.

As palestras foram ministradas pela diretora de Diversidade da SEDES, Luana Rodrigues e pela presidente do COMPIR Márcia Guena. Segundo as palestrantes, a receptividade dos profissionais foi marcante. “Foi um momento de formação muito proveitoso, colocamos várias questões ligadas ao estatuto, à política de mulheres e a história do racismo estrutural no Brasil. A aceitação foi fantástica, foram feitas correspondências com a atuação cotidiana e acredito que eles saem daqui tocados por toda temática abordada”, afirmou Márcia Guena.

Para Luana Rodrigues esse momento é uma avanço para o município. “É uma conquista. Já estávamos tentando construir há muito tempo esse momento com setores de segurança e a Guarda foi o primeiro a nos contactar. Foi um momento muito importante, construímos um debate caloroso que vai refletir diretamente na prática da Guarda Municipal de Juazeiro”, completou.

Para Hermínia Dias, guarda municipal, foi um momento proveitoso e enriquecedor. “O nosso inspetor-chefe Israel Marcos abraçou essa causa por que sabe que é importante ter essas informações para atuar de forma ainda mais respeitosa com a população negra, que é a maioria no nosso município. A segurança pública precisa dessas informações, que as vezes temos apenas de forma parcial, e trazer um especialista enriquece muito e traz informações que podemos colocar em prática no dia a dia. Na nossa atuação, precisamos desse cuidado e de conhecimento.”..

Aparecidense é punida com R$ 50 mil e perda de mando de campo por episódio de racismo contra o goleiro Deijair

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva puniu as ocorrências na partida entre Aparecidense e Juazeirense, pela Série D do Brasileiro, no dia 18 de maio. Expulsos na ocasião, o goleiro Deijair foi absorvido e o atacante Jean punido com um jogo, mas como já cumpriu a suspensão automática, está liberado para atuar diante do Brusque, domingo (21), no Augusto Baier, pelo jogo de volta das quartas de final. Como venceu em Juazeiro por 1x0, o Cancão joga pelo empate para garantir o acesso à Série C. 

Já sobre o episódio de racismo sofrido pelo goleiro Deijair, a Aparecidense foi punida com multa de R$ 50 mil e perda de um mando de campo pela injúria racial cometida por torcedores contra o goleiro do Cancão, e multa de R$ 10 mil e perda de um mando de campo pelo arremesso de um copo com líquido no campo na direção de Deijair. ..

Cancão leva virada em Goiás e conhece primeira derrota na Série D. Partida foi marcada por ato de racismo contra goleiro da Juazeirense

O Cancão até saiu na frente com Toni Galego, mas acabou levando a virada na tarde deste sábado no estádio Anibal Toledo e perdeu por 2x1 para a Aparecidense-GO, pela terceira rodada da Série D. Com a primeira derrota na competição, a Juazeirense se manteve com quatro pontos e caiu para a segunda colocação - com sete, a equipe goiana agora lidera o grupo A9. 

A tônica do jogo em Aparecida de Goiânia foi de muita disputa. No primeiro tempo, por exemplo, um momento de perigo pra cada lado. Primeiro, Cezinha quase marca de fora da área. Do outro lado, Rodriguinho, que no segundo tempo marcaria dois gols, exigiu uma grande defesa de Gleibson numa cabeçada a queima roupa. ..

MPF acusa União de racismo e homofobia por vetar propaganda do BB

O Ministério Público Federal (MPF) do Rio Grande do Sul ajuizou ação civil pública contra a União por "ilegal veto (censura) imposto à peça publicitária do Banco do Brasil denominada "Selfie", estrelada por atores e atrizes em sua maioria negros (mas também outros brancos), tatuados, com cabelos coloridos e uma personagem transexual, que visava trabalhar a diversidade racial e de orientação sexual e de identidade de gênero brasileira".

A ação pede à Justiça que a exibição da propaganda seja retomada, conforme contratação original da mídia, e que a União pague, por dano moral coletivo, indenização de R$ 51 milhões, o equivalente a três vezes o custo do anúncio e sua veiculação. O "montante deverá ser aplicado em campanha de conscientização de enfrentamento ao racismo e à homofobia", diz a ação assinada pelo procurador da República Enrico Rodrigues de Freitas...